DERIVAS: COIMBRA - Espetáculo-percurso

DERIVAS: COIMBRA - Espetáculo-percurso

DERIVAS: COIMBRA é um espectáculo-percurso por várias estações.
De há uns tempos para cá temos vindo a desenvolver uma prática de reflexão e exploração das cidades assente no conceito de deriva e esse seu convite ao desvio do caminho central. De André Braga e Cláudia Figueiredo / Circolando 
Espectáculo-percurso entre a Baixa e Alta de Coimbra.

“Sair da cidade mais praticada e conhecida de todos para ver o que está ao redor desses muros, visíveis ou invisíveis”. 
O repto está lançado: caminhar à descoberta de uma outra cidade. O passeio procura sempre o caminho alternativo, o outro espaço.Em cada lugar, valorizamos a sua dimensão existencial, a multiplicidade de camadas, a pluralidade de durações. 

Das derivas por Coimbra, ficou-nos uma impressão forte de tempo. Aqui surge em grande evidência as noções de estratos e camadas e a certeza de uma cidade com vários metros de profundidade. Chão de rio movente, as coisa e as memórias vão ficando soterradas. Santa Justa a Velha lançou o mote: “da velha igreja sabemos que no princípio do séc. XX qualquer pessoa de mediana estatura, sem abandonar o terreno, poderia chegar com a mão aos restos da sua abóbada”.

Os vestígios religiosos, mais ou menos expostos, mais ou menos reconvertidos, surgem-nos por todo o lado. O céu força a sua entrada e com ele a parte Alta da cidade. Duas luzes, dois céus, dois quotidianos, duas preocupações. Estão para perdurar os ecos da distinção antiga entre a alta e os arrabaldes.

[ESTREIA] 14, 15, 16 e 18 de Junho 2017
19h, Entrada livre e limitada
Início: Largo do Romal

160 minutos | > 12 anos 
Informações e reservas: 239 857 191, bilheteira@coimbraconvento.pt
Aconselha-se roupa e calçado confortáveis
Não aconselhável a pessoas com mobilidade reduzida

Direcção artística: André Braga e Cláudia Figueiredo
Co-criação e interpretação: Costanza Givone, Daniela Cruz, Gil Mac,Graça Ochoa, Paulo Mota e Ricardo Machado com BØDE (Francisco Correia e Fernando Oliveira), José Miguel e João Ferreira da Silva
Co-criação e vídeo: Gonçalo Mota

Participação especial: Segue-me à Capela (Ananda Fernandes, Catarina Moura, Joana Dourado, Mila Bom, Margarida Pinheiro, Sílvia Franklim),Tiago Bastos, Guilherme Pompeu , Círculo de Iniciação Teatral da Academia de Coimbra (Chiara Bottero, Daniella Aloise, Inês Sousa, Luca Rosania, José Paulo Ribeiro, João Viegas, Roberto Mortágua) e Ana Lúcia Viegas

Direcção de produção: Ana Carvalhosa
Produção executiva e direcção de cena: Cláudia Santos
Técnica: João Abreu
Apoio à realização plástica e vídeo: Vitor Costa
Co-produção: Circolando, Câmara Municipal de Coimbra / Convento São Francisco

Este evento foi enviado por um usuário de ArchDaily. Se você quiser, pode também colaborar utilizando "Enviar um evento". As opiniões expressas nos anúncios enviados pelos usuários archdaily não refletem necessariamente o ponto de vista de ArchDaily.

Cita: "DERIVAS: COIMBRA - Espetáculo-percurso" 13 Jun 2017. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/873589/derivas-coimbra-espetaculo-percurso> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.