O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Renovação
  4. Brasil
  5. MARCOZERO Estudio
  6. 2016
  7. Apartamento Celso Ramos / MARCOZERO Estudio

Remodelaçao

Apresentado por the MINI Clubman

Apartamento Celso Ramos / MARCOZERO Estudio

  • 05:00 - 17 Junho, 2017
Apartamento Celso Ramos / MARCOZERO Estudio
Apartamento Celso Ramos / MARCOZERO Estudio, © Pedro Napolitano Prata
© Pedro Napolitano Prata

© Pedro Napolitano Prata © Pedro Napolitano Prata © Pedro Napolitano Prata © Pedro Napolitano Prata + 15

© Pedro Napolitano Prata
© Pedro Napolitano Prata

Descrição enviada pela equipe de projeto. Nos últimos anos a tendência predominante nos novos prédios residenciais lançados na cidade de São Paulo é o tamanho cada vez menor da área das unidades. Considerando as condições dos grandes centros urbanos, não levamos essa tendência como algo necessariamente ruim. A racionalização do uso dos espaços é cada vez mais uma solução, para que a ocupação das cidades possa ser feita com foco no coletivo. Nesse sentido a concepção de projetos reunindo um grande número de residências em um mesmo edifício acaba por ter um impacto positivo.

O grande problema dessa forma de ocupação é o desenho das plantas, normalmente entregue pelas construtoras. Mal planejadas e projetadas com um certo descaso, algumas plantas jogam contra o imóvel e o deixam com aspecto menor do que ele realmente é.

Proposta
Proposta

O grande problema nessa forma de pensar como morar está no desenho das plantas, geralmente entregues pelas construtoras. O resultado se percebe claramente um certo descaso e indiferença com quem irá viver naquele espaço. Não raro, algumas plantas jogam contra o imóvel, tendo como efeito deixar o aspecto do apartamento menor do que é de fato

Planta e Cortes
Planta e Cortes

Esse é o caso que encontramos na planta original desse apartamento de 45 m2. A tipologia era composto por uma cozinha seguida de área de serviço, que mal se conectavam com uma minúscula sala de estar e varanda. Na sequência vinham dois dormitórios muito mal dimensionados.

© Pedro Napolitano Prata
© Pedro Napolitano Prata

Tomando partido que o proprietário moraria só e que a premissa principal era dar amplitude aos espaços, chegamos a uma conclusão instantânea. O apartamento deveria ser inteiro aberto e conectado.

© Pedro Napolitano Prata
© Pedro Napolitano Prata

A primeira providência foi unir os dois quartos transformando-os em apenas um. O que o divide da sala de estar é uma porta de correr piso teto, que quando totalmente aberta se esconde atrás do armário, unindo sala e quarto em um ambiente só. Um móvel em marcenaria e com rodízios, projetado especificamente para o apartamento, faz a função de rack. Por ser móvel, ele atende tanto a sala quanto o quarto nos momentos em que a porta de correr estiver fechada.

Com a finalidade de estender a sala, o caixilho existente da varanda foi retirado e seu antigo espaço ampliado e fechado com painéis de vidro móveis. A cozinha também foi deixada aberta e expandida ao seu máximo, respeitando o limite da área de serviços, único ambiente dividido do restante do apartamento.

A utilização do piso monolítico de cimento queimado reforça a sensação de espaços integrados em um grande ambiente único e conversa com a viga de concreto aparente, também em evidência. A decisão de não utilizar forro de gesso se deu pela necessidade de um pé direito maior, assim deixando os ambientes mais amplos e confortáveis.

© Pedro Napolitano Prata
© Pedro Napolitano Prata

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
MARCOZERO Estudio
Escritório
Cita: "Apartamento Celso Ramos / MARCOZERO Estudio" 17 Jun 2017. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/873546/apartamento-celso-ramos-marcozero-estudio> ISSN 0719-8906