Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

Casa MAMI / NoArq

Casa MAMI / NoArq

© João Morgado © João Morgado © João Morgado © João Morgado + 39

Casas  · 
Matosinhos, Portugal
  • Arquitetos Autores deste projeto de arquitetura NoArq
  • Área Área deste projeto de arquitetura
  • Fotógrafo Created with Sketch.
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Cortizo, DuPont
  • Autor

    José Carlos Nunes de Oliveira
  • Ano do projeto

    2016
  • Projeto Estrutural

    eng. Rossana Pereira - GEPEC
  • Projeto Hidráulico e Acústico

    eng. Rossana Pereira - GEPEC
  • Eletrica, Dados e Segurança

    eng. Alexandre Martins - GPIC
  • Projeto Gás e AVAC

    eng. Raul Bessa - GET
  • Cliente

    MG & MG
Mais informações Menos informações
© João Morgado
© João Morgado

Descrição enviada pela equipe de projeto. Vieram ter comigo e pediram para desenhar uma moradia por 80.000€ com 160m2.

Disse que não era possível.

Pedi para acrescentarem um pouco mais e aceitaria.

A poesia não propriedade exclusiva dos abastados.

Passados dias voltaram.

Esticaram até aos 100.000€.

Adoro uma boa dor de cabeça!

© João Morgado
© João Morgado
Axonométrica
Axonométrica
© João Morgado
© João Morgado

O lote 50 tinha uma área de 390 m2 e previa uma área de implantação de 110 m2 (uma capacidade máxima de 220 m2 em dois pisos).

© João Morgado
© João Morgado

Não havia dinheiro para isso. Propus uma casa de 9 x 9 x 6 m, 2 pisos, 162 m2.

A CMM não aceitou. Em Portugal não é aceitável construir menos (?!... do que o previsto em projecto de loteamento). Iniciou-se o processo de pedido de Alteração.

A forma do terreno aproximava-se a uma fatia de pizza em situação de gaveto.

Planta - Térreo
Planta - Térreo

A topografia plana não acompanha a pendente da rua no sentido Poente. A terra estava ocupada por hortícolas e anexos prontos a demolir. Os pisos dividiram o programa. No rés-do-chão as funções sociais e serviço. No primeiro andar 3 quartos e um banho. Para cumprir o Budget identificámos as opções mais dispendiosas de uma obra.

© João Morgado
© João Morgado

  1. Limitámos o número de sanitários (apenas 2 unidades servem os dois pisos, uma delas com banho).
  2. Optamos por eficiência energética em detrimento dos materiais de acabamento. Um mini-bunker. Uma estrutura em betão armado aparente no interior, revestida pelo exterior com 8 e 10 cm de “capotto”.
  3. A mesma austeridade foi utilizada na racionalização da área disponível. No centro do rés-do-chão um bloco de 5,2 x 3,7 m concentra a cozinha, o sanitário de serviço, as escada (no desvão os arrumos) e estante da sala. Sem recurso a divisórias o restante espaço estava dividido. Erramos em 10.000€.

© João Morgado
© João Morgado

Galeria do Projeto

Ver tudo Mostrar menos
Sobre este escritório
Escritório
Cita: "Casa MAMI / NoArq" 10 Jun 2017. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/873206/casa-mami-noarq> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.