O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Apartamentos
  4. Brasil
  5. Vão
  6. 2016
  7. Apartamento Viadutos / Vão

Apartamento Viadutos / Vão

  • 05:00 - 12 Maio, 2017
Apartamento Viadutos / Vão
Apartamento Viadutos / Vão, © Rafaela Netto
© Rafaela Netto

© Rafaela Netto © Rafaela Netto © Rafaela Netto © Rafaela Netto + 18

  • Arquitetos

  • Localização

    São Paulo, São Paulo, Brasil
  • Arquiteto Responsável

    Gustavo Delonero
  • Autores

    Anna Juni, Enk te Winkel, Gustavo Delonero
  • Obra

    Jenivaldo Ferreira de Jesus
  • Área

    56.0 m2
  • Ano do projeto

    2016
  • Fotografias

© Rafaela Netto
© Rafaela Netto

Descrição enviada pela equipe de projeto. O Edifício Viadutos, projetado e construído pelo arquiteto Artacho Jurado durante a década de 50, é um marco histórico na paisagem paulistana. A sua imponente implantação em uma ilha resultante do Plano de Avenidas de Prestes Maia, demarca centralmente o eixo visual de quem transita pelo Viaduto Nove de Julho.

© Rafaela Netto
© Rafaela Netto

O apartamento em questão, no 18o andar do citado edifício, proporciona através da sua área avarandada uma vista privilegiada da área central da cidade. Demolir todas as alvenarias internas da recortada planta original foi, portanto, uma ação para que a paisagem e a luz natural, enquadradas pelos caixilhos originais de madeira, pudessem adentrar o espaço.

© Rafaela Netto
© Rafaela Netto

Para aumentar a sensação de amplitude dentro dos 46 m2 de área interna, a divisão entre ambientes se fez através de um mobiliário que flutua suspenso, sem tocar o piso verde que inunda todo o apartamento. O volume de madeira em meio a planta tem dupla função, abrindo-se tanto para a sala de estar como para o quarto de dormir: enquanto um lado é armário para livros e eletrônicos, o outro serve como guarda-roupas. A funcionalidade da bancada de concreto também auxiliou na organização e ganho espacial pois nela estão embutidos os utensílios de lavanderia, cozinha e o lavabo do banheiro, separado destas por um espelho suspenso na bancada.

© Rafaela Netto
© Rafaela Netto
Planta
Planta

Por ser o único ambiente fechado e com pouca incidência de luz natural, o banheiro foi envolto por painéis de vidros translúcidos ao invés de alvenarias. O tratamento acidado garante a privacidade, mas também permite a passagem filtrada de luz, tanto da diurna que provém do quarto, como da artificial interna que o transforma a noite em uma grande lanterna. Essa luz artificial é emitida pela divisória técnica entre o sanitário e o chuveiro, que concentra também todas as tubulações hidráulicas, facilitando a sua manutenção caso necessário.

© Rafaela Netto
© Rafaela Netto

O armário alto na cozinha é um outro elemento importante, pois constitui-se como uma segunda lanterna voltada para a sala. Como as lanternas, as outras luminárias indiretas estão soltas do teto, liberando a laje e as vigas de concreto descascado de outras interferências visuais.

© Rafaela Netto
© Rafaela Netto

Apesar da área ainda ser a mesma, a sensação espacial foi transformada completamente, do apartamento escuro subdividido em pequenos ambientes à um amplo espaço. Isso só se tornou possível graças às estratégias adotadas de unificação material dos dois planos contínuos, o piso de epóxi abaixo e o concreto acima, e o aproveitamento funcional máximo de todos elementos presentes.

© Rafaela Netto
© Rafaela Netto

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato. Cita: "Apartamento Viadutos / Vão" 12 Mai 2017. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/870701/apartamento-viadutos-vao> ISSN 0719-8906