Casa de Tijolos / Paulo Ambrosoni

Casa de Tijolos / Paulo Ambrosoni

© Paulo Ambrosoni © Paulo Ambrosoni © Paulo Ambrosoni © Paulo Ambrosoni + 16

Salto, Uruguai
  • Arquitetos: Paulo Ambrosoni
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  255
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2013
  • Fotógrafo Fotografias:  Paulo Ambrosoni
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Alfredo Finozzi, Ladrillera Mainardi, Montajes y Metalúrgica de Salto
  • Gestão De Obra:Lucía Preve
  • Estrutura:José Burren
  • Assessoria Em Estrutura:Enrique Peirano
  • Construção:López, Freitas, Araujo Construções
  • Cidade:Salto
  • País:Uruguai
Mais informaçõesMenos informações
© Paulo Ambrosoni
© Paulo Ambrosoni

A implantação

O projeto é uma residência urbana para uma família com três filhas em Salto, cidade localizada sobre a costa leste do rio Uruguai.

A construção de 255 metros quadrados em dois pavimentos localiza-se sobre o recuo frontal obrigatório de 3 metros a partir da rua, deixando livre a maior superfície de pátio ao sol do norte.

© Paulo Ambrosoni
© Paulo Ambrosoni

O terreno da residência tem uma passagem pública pedonal a oeste, e nesse lado o terreno estreita-se com uma curva na metade de sua profundidade. Esta singularidade foi resolvida por meio da garagem e uma despensa, regularizando, assim, o pátio.

O sistema construtivo

O projeto se define a partir da escolha do sistema construtivo.

Estrutura
Estrutura

A cidade de Salto possui uma interessante história de obras de arquitetura em tijolos aparentes de grande qualidade. Desde os anos 70, edifícios de Eladio Dieste, entre outros, utilizam de forma magistral as qualidades estruturais e formais do tijolo.

© Paulo Ambrosoni
© Paulo Ambrosoni

A disposição de mão de obra especializada e da matéria prima de ótima qualidade permitiu utilizar o sistema construtivo de parede portante de tijolo aparente e lajes de concreto armado de forma efetiva.

A estrutura formal

As paredes portantes de tijolo em plataforma inglesa, são dispostas de forma ortogonal e sem aberturas. Nos espaços livres localizam-se as aberturas de piso a teto.

Planta Piso Inferior
Planta Piso Inferior
Planta Piso Superior
Planta Piso Superior

Os quatro dormitórios com closet no pavimento superior foram utilizados para modular a estrutura. No térreo, a sala, sala de jantar e cozinha, articulam-se em um vão livre de 5,70 metros.

© Paulo Ambrosoni
© Paulo Ambrosoni

A forma responde ao sistema construtivo com paredes contínuas. As texturas das divisórias externas foram obtidas com tijolos salientes e juntas abertas para ventilar as câmaras das fachadas ventiladas.

As considerações bioclimáticas

O clima na cidade de Salto é muito úmido durante todo o ano, com temperaturas muito altas no verão, e baixas no inverno.

© Paulo Ambrosoni
© Paulo Ambrosoni

A massa das paredes de tijolos fornece isolamento e inércia térmica para regular as grandes variações de temperatura durante o ano.

Corte Longitudinal
Corte Longitudinal

A residência se fecha ao Sul e à rua, e se abre ao Norte e ao pátio, onde utiliza-se beirais para proteção contra o forte sol de verão e permitir a entrada de radiação solar no inverno.

Também regula-se a umidade e o calor por meio da ventilação cruzada em todos os espaços, utilizando galhardetes sobre as portas e fazendo que, no verão, o ar fresco da fachada Sul refresque a casa.

© Paulo Ambrosoni
© Paulo Ambrosoni

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos
Sobre este escritório
Cita: "Casa de Tijolos / Paulo Ambrosoni" [Casa de Ladrillo / Paulo Ambrosoni] 03 Abr 2017. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/868353/casa-de-tijolos-paulo-ambrosoni> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.