O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Arquitetura Hoteleira
  4. Indonésia
  5. SCDA Architects
  6. 2010
  7. Soori Bali / SCDA Architects

Soori Bali / SCDA Architects

  • 13:00 - 28 Janeiro, 2017
  • Traduzido por Camilla Sbeghen
Soori Bali / SCDA Architects
Soori Bali / SCDA Architects, © Mario Wibowo
© Mario Wibowo

© Mario Wibowo © Mario Wibowo © Mario Wibowo © Mario Wibowo + 23

© Mario Wibowo
© Mario Wibowo

Descrição enviada pela equipe de projeto. Soori Bali encontra-se dentro de Tabanan, uma das regiões mais férteis e pitorescas de Bali. Aqui, a paisagem se estende desde montanhas vulcânicas e plantações de arroz a belas praias de areia negra do Oceano Índico. A localização oferece um esconderijo completo e numerosas vistas à praia, oceano, montanhas e campos de arroz.

© Mario Wibowo
© Mario Wibowo

O projeto foi desenhado com iniciativas sustentáveis em mente. O projeto é concebido para ser reativo climática e socialmente ao seu lugar. O desenho responde as noções de clima e lugar e se esforça por envolver a paisagem local e a comunidade. O desenho do complexo foi abordado com uma sensibilidade às nuances do entorno e assim executado como uma estratégia de impacto ambiental mínimo e práticas culturais locais (procissões religiosas e cerimônias) levadas em consideração.

© Mario Wibowo
© Mario Wibowo

Entendendo que a praia é um aspecto socioeconômico importante para o local, foram realizados esforços deliberados para consultar e incorporar os costumes e contribuições da comunidade local dentro do processo de desenho conceitual. Os métodos de construção adotados também criam empregos para os povoados vizinhos. Por volta de 50% dos trabalhadores, que estão atualmente no local, pertence a comunidade circundante. 

© Mario Wibowo
© Mario Wibowo

ARQUITETURA

O complexo reflete sua localização privilegiada adotando o uso predominante de materiais de origem local, junto com uma cuidadosa integração de motivos, formas e elementos indígenas. O resultado é um equilíbrio harmonioso entre as linhas limpas e contemporâneas da arquitetura e os tons e texturas suaves dos revestimentos internos e externos. 

© Mario Wibowo
© Mario Wibowo

O desenho do terraço do restaurante e as instalações de SPA incorporam telas de terracota, adaptadas e estilizadas a partir de motivos tradicionais balineses. Estas telas criam um contraste visual quando são combinadas com os pisos escuros do terraço e contam com paredes revestidas de pedras de lava vulcânica de cor cinza escura, como Batu Candi e Batu Karangasem.

Situação
Situação

As vilas se caracterizaram pela interação de materiais que fluem desde o interior até os espaços exteriores. As paredes e pisos do terraço são combinados com telas de madeira naturais lixadas à mão, tapeçaria de seda suave e móveis de madeira escurecida personalizada desenhados para formar um espaço interior sereno. O uso da madeira flui aos espaços exteriores, onde as telas direcionam as vistas a uma piscina privada revestida com pedra de Sukabumi. Paras Kelating, uma pedra vulcânica de cor cinza claro é aplicada nas paredes ao longo da borda da piscina, além disso são combinados tons suaves de cor bege e pintura com textura cinza cálido para completar a paleta. 

© Mario Wibowo
© Mario Wibowo

Uma mistura de tipologias foi sensivelmente desenhada para responder as condições climáticas locais, enquanto se maximizam as vistas para a praia circundante, o mar e os campos de arroz. Uma cuidadosa consideração é feita em cada pavimento, através da sua forma construída e detalhes, a fim de criar um estilo de vida cômodo e energeticamente eficiente. 

ELEMENTO DE PROJETO PASSIVO

Se estabeleceram parâmetros climáticos específicos para a localização, o movimento do sol e a direção predominante do vento para ajudar na formulação da orientação das vilas e áreas comuns e seu conceito de planejamento. 

© Mario Wibowo
© Mario Wibowo

A orientação principal do edifício é Norte-Sul. Alguns volumes são inclinados para o leste a fim de incorporar o sol da manhã. As aberturas são maximizadas na fachada norte-sul para fomentar a entrada de luz natural na edificação e minimizadas no lado oeste para reduzir o ganho de calor durante o dia. Para reduzir o calor da luz solar direta são empregados brises, sistemas de telas e grades. 

Corte
Corte

Aberturas operáveis são posicionadas, pelo menos, em dois lados de cada habitação e em cada extremo da residência para fomentar a ventilação cruzada eficaz e para trazer o ar natural aos espaços interiores. A ventilação cruzada em todos os interiores da habitação proporciona refrigeração natural e suficiente entrada de ar fresco para minimizar o nível de CO2, reduzindo assim a dependência dos sistemas de ar-condicionado. 

© Mario Wibowo
© Mario Wibowo

Além da localização e do desenho das vilas, vários elementos e materiais foram selecionados intencionalmente para controlar os edifícios como um microclima. 

A provisão de uma segunda camada na cobertura minimiza a absorção direta de calor, incorporando um isolamento adicional para reduzir ainda mais o ganho de calor interno. Os revestimentos utilizam 'cores frias' na pintura e pedras para minimizar a absorção de energia térmica, os materiais locais selecionados naturalmente respondem ao clima local, por exemplo, Paras Kelating, Paras Kerobokan, Batu Chandi e Batu Kali aplicadas nas paredes. A localização das floreiras e a posição dos arbustos baixos e árvores mais altas foi pensada para maximizar o fluxo de vento através das residências e espaços comuns, evitando assim a criação de barreiras contra o vento. 

© Mario Wibowo
© Mario Wibowo

PAISAGISMO

Os desenhos exteriores dos pisos criam uma transição continua entre os espaços interiores e exteriores, a fim de preservar a topografia natural. Os elementos construídos estão planejados para assentarem-se 'levemente' sobre a terra. A escolha das árvores responde tanto ao clima local como ao planejamento do complexo, com tipos de árvores que desempenham um papel chave na criação de 'espaços sombreados', espaços privados e áreas comuns. 

© Mario Wibowo
© Mario Wibowo

Devido as condições costeiras relativamente severas que existem durante certos períodos do ano, o paisagismo também incorpora uma variedade de plantas locais indígenas e espécies costeiras 'resistentes', por exemplo, Ipomoea Pes-caprae, Scaevola Taccada, Cocos Nucifera & Cerbera Odollam. Esta seleção identifica e responde à necessidade de uma menor manutenção ao longo prazo e uma menor necessidade de água para irrigação.

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
SCDA Architects
Escritório
Cita: "Soori Bali / SCDA Architects" [Soori Bali / SCDA Architects] 28 Jan 2017. ArchDaily Brasil. (Trad. Sbeghen Ghisleni, Camila) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/804169/soori-bali-scda-architects> ISSN 0719-8906