O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Centro Cultural
  4. Espanha
  5. Alberich-Rodríguez Arquitectos
  6. 2006
  7. Centro Cultural e Escola de Música / Alberich-Rodríguez Arquitectos

Centro Cultural e Escola de Música / Alberich-Rodríguez Arquitectos

  • 21:00 - 17 Janeiro, 2017
  • Traduzido por Camilla Sbeghen
Centro Cultural e Escola de Música / Alberich-Rodríguez Arquitectos
Centro Cultural e Escola de Música / Alberich-Rodríguez Arquitectos, © Ángel Baltanás
© Ángel Baltanás

© Ángel Baltanás © Ángel Baltanás © Ángel Baltanás © Ángel Baltanás + 35

  • Arquitetos

  • Localização

    28880 Meco, Madri, Espanha
  • Arquitetos Responsáveis

    Emilio Rodríguez, Francisco Domouso
  • Área

    2148.0 m2
  • Ano do Projeto

    2006
© Ángel Baltanás
© Ángel Baltanás

Descrição enviada pela equipe de projeto. O terreno apresenta uma forma trapezoidal, como um polígono regular, com um dos seus extremos curvilíneo e o resto angular. Praticamente plano na sua metade norte, possui uma forte inclinação na sua metade sul. A inclinação do terreno se desenvolve na direção norte-sul criando um desnível total de aproximadamente 4 metros. As vistas a oeste, desde a parte alta do terreno, são esplêndidas. 

© Ángel Baltanás
© Ángel Baltanás

Trata-se de um edifício multiuso destinado ao Centro Cultural e Escola de Música (que conta com um número significante de estudantes) de 4 pavimentos, correspondentes ao subsolo, semi-subsolo, térreo e primeiro pavimento, este último ocupando o corredor norte do edifício. O projeto é resolvido com uma planta compacta adaptando-se a geometria do terreno e ocupando a parte inferior e sul do mesmo. Além disso, o edifício adapta-se à topografia existente em forte desnível, organizando seu programa de maneira estratificada, através de camadas independentes (se necessário tornam-se independentes fisicamente umas das outras) de usos diferenciados. O resultado de tudo isso é um edifício organizado por meio de duas entradas situadas em fachadas opostas (fachadas norte e sul) e plantas diferentes (semi-subsolo e térreo). Cada uma destas entradas dá acesso a usos claramente diferenciados. O acesso sul através de um espaço coberto exterior direciona o usuário para o auditório e o espaço expositivo polivalente que cumpre a função de hall do auditório. Este nível está equipado com os banheiros e espaços de instalações necessários para o correto funcionamento do mesmo. A entrada norte, acessada desde um pátio/átrio coberto por uma estrutura de concreto desde a Praça da Espanha, abriga a Escola de Música que desenvolve um programa de usos consensual com a direção da futura escola. Um vazio percorre longitudinalmente o edifício misturando os usos e níveis, permitindo a percepção completa da obra. Este vazio conforma o principal espaço do edifício, qualificando-o espacialmente e significando-o como edifício público através de uma superfície interior limitada. 

© Ángel Baltanás
© Ángel Baltanás

No subsolo estão os cômodos relacionados diretamente com o auditório, como depósitos e vestiários. No primeiro pavimento estão a administração e direção do centro, além de uma pequena biblioteca musical aberta ao norte e as vistas. 

Corte
Corte
© Ángel Baltanás
© Ángel Baltanás

A cobertura do edifício também faz parte do programa. Um auditório ao ar livre e uma praça chamada de "Praça Sul" situados nela completam o Centro Cultural e Escola de Música. Este auditório e a Praça Sul são acessados desde o pátio/átrio norte do edifício através de uma escada/rampa e também desde o interior da edificação, configurando um lugar de descanso com qualidade. 

© Ángel Baltanás
© Ángel Baltanás

O volume com contornos redondos é capaz de afirmar sua autonomia frente a um entorno heterogêneo residencial e recente de moradias unifamiliares do subúrbio, sem nenhum interesse arquitetônico, e de outras tradicionais com as quais há um desejo de dialogar. Escolhe-se a abstração popular como estratégia compositiva nas fachadas. Os vazios aparecem onde são necessários, relacionados com o uso interior ou as vistas, como na arquitetura popular tradicional, sempre abstrata. Outros elementos são resolvidos com concreto armado. Os revestimentos brancos, bem como a escala e o tratamento volumétrico do edifício projetado, colaboram com a inserção da obra na cidade.

© Ángel Baltanás
© Ángel Baltanás

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato. Cita: "Centro Cultural e Escola de Música / Alberich-Rodríguez Arquitectos" [ Centro Cultural y Escuela de Música / Alberich-Rodríguez Arquitectos] 17 Jan 2017. ArchDaily Brasil. (Trad. Sbeghen Ghisleni, Camila) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/803301/centro-cultural-e-escola-de-musica-alberich-rodriguez-arquitectos> ISSN 0719-8906