O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Casas
  4. Austrália
  5. Austin Maynard Architects
  6. 2015
  7. "AQUELA" Casa / Austin Maynard Architects

"AQUELA" Casa / Austin Maynard Architects

"AQUELA" Casa / Austin Maynard Architects
"AQUELA" Casa / Austin Maynard Architects, © Tess Kelly
© Tess Kelly

© Tess Kelly © Tess Kelly © Tess Kelly © Tess Kelly + 41

  • Construção

    Sargant Constructions
  • Engenharia

    R. Bliem & Associates
  • Orçamentos

    Cost Plan
  • Gestão de obras

    Code Compliance
  • Piscina

    Out From The Blue
  • Área do Terreno

    514 m²
  • Mais informações Menos informações
© Tess Kelly
© Tess Kelly

Em poucas palavras

O terreno está rodeado de casas enormes, e o projeto que a família solicitou era uma casa com "quantidade suficiente de espaço". Ao criar grandes aberturas e conexões com o jardim, esta casa de tamanho médio tem a sensação de ser ampla. O resultado é uma casa que possui a metade do tamanho das suas vizinhas sem comprometer sua habitabilidade.

© Tess Kelly
© Tess Kelly

As maiores casas do mundo

As casas australianas são tidas como as maiores do mundo e esse é um problema significante para o país. Uma economia estável, cultura aspiracional e uma topografia relativamente plana permitiram aos australianos ocupar casas que são maiores que precisam. A paisagem plana de Melbourne e população em rápido crescimento resultou que grandes casas se espalhassem por todo o cinturão de cultivo e nas áreas áridas; grandes casas e seu espraiamento associado são altamente problemáticos pois exigem a dependência da propriedade do automóvel individual e a infraestrutura associada. Serviços e infraestrutura, como comida, água, eletricidade, redes de comunicação, saúde e educação são estendidas a grandes custos do público, financeira e ambientalmente.

Planta Baixa
Planta Baixa

Morando em comunidade

“Nós (australianos) tendemos a ver as coisas em um espaço privado ao invés de procurá-los em um espaço público ou se misturar com outros na comunidade; e acredito que está é uma tendência preocupante”, explica o Professor Stuart White.

© Tess Kelly
© Tess Kelly

Como muitos dos clientes, os proprietários da casa estão dispostos a se abrirem para a comunidade ao invés de ficarem se escondendo e fortificando sua residência. Como a cultura e as casas australianas se tornam crescentemente voltadas para dentro e protegidas, estamos reagindo contra esta tendência. THAT House se abre para o exterior, tanto privada como publicamente, mas ainda sim é capaz de se adaptar a diferentes níveis de privacidade. A casa portanto conta com persianas superiores ajustáveis, que permitem barrar grande parte da vista do interior da casa enquanto mantém as vistas para o jardins. 

© Tess Kelly
© Tess Kelly

Sozinho, juntos.

Um conceito recorrente em nossos projetos, significa ter espaços isolados dentro dos espaços comuns. A planta é bastante aberta, mas a disposição dos espaços permite que os proprietários estejam juntos ou isolados. Por exemplo, alguém pode estar lendo no espaço de estudo enquanto outra pessoa assiste televisão e outras duas ainda estão conversando na cozinha. Estão dentro de um grande espaço compartilhado, no entanto esta não é uma planta aberta ruidosa, e nem uma série de espaços compartimentados, permitindo flexibilidade aos usuários.

Corte
Corte

Se seus espaços se adaptam para satisfazer seu ânimo, o tempo, a hora do dia e o uso, então não é necessário uma infinidade de ambientes. Áreas complexas e adaptáveis nos permitem tirar o máximo dos espaços, enquanto mantém as casas em tamanhos modestos e permite que se tenha espaços externos abundantes. 

© Tess Kelly
© Tess Kelly

Desafio

Embora esta não seja uma pequena casa, dentro de seu contexto mantém o caráter de desafio, de resistência. Faz uma declaração ao se erguer com quase a metade da área das casas vizinhas, sem comprometer suas funções, qualidade e tipologia espacial.

© Tess Kelly
© Tess Kelly

Sustentabilidade

Entre as características sustentáveis, aqui foi otimizado o ganho solar passivo em todas as aberturas na orientação norte, e todas as janelas possuem camadas duplas de vidro. Não há aberturas na fachada oeste e quantidade reduzida na fachada leste. A casa conta também com cobertura branca reduz o efeito de ilhas de calor no contexto urbano e reduz a transferência de calor interna; isolamento de alta performance; gestão ativa da sombra e ventilação passiva reduzindo dependência de controle mecânico da temperatura; um grande tanque na parte posterior que armazena a água da chuva para reutilização nos vasos sanitários e irrigação do jardim; painéis solares com micro inversores; materiais provenientes de fontes locais.

© Tess Kelly
© Tess Kelly

Ver a galeria completa

Sobre este escritório
Austin Maynard Architects
Escritório
Cita: ""AQUELA" Casa / Austin Maynard Architects" [THAT House / Austin Maynard Architects] 18 Nov 2016. ArchDaily Brasil. (Trad. Santiago Pedrotti, Gabriel) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/799411/aquela-casa-austin-maynard-architects> ISSN 0719-8906