O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Museu
  4. Estados Unidos
  5. Ennead Architects
  6. 2015
  7. Museu de Arte Americana de Westmoreland / Ennead Architects

Remodelaçao

Apresentado por the MINI Clubman

Museu de Arte Americana de Westmoreland / Ennead Architects

Museu de Arte Americana de Westmoreland / Ennead Architects
Museu de Arte Americana de Westmoreland / Ennead Architects, © Aislinn Weidele / Ennead Architects
© Aislinn Weidele / Ennead Architects

© Roy Engelbrecht © Roy Engelbrecht © Roy Engelbrecht © Roy Engelbrecht + 25

  • Parceira de Projeto

    Susan T. Rodriguez FAIA
  • Parceiros de Gestão

    Timothy Hartung FAIA
  • Arquitetos Colaboradores

    Joshua Frankel AIA, Colin Davis AIA
  • Designer Senior Instalações Técnicas

    Gary Anderson AIA

  • Equipe de Projeto

    Jesica Bello, Rebecca Dion, Brad Groff AIA, Dalia Hamati, Kate Kulpa AIA, LEED AP, Joerg Kiesow, Brian Masuda AIA, Nikita Payusov, Jacob Reidel
  • Estrutural

    Robert Silman Associates
  • Instalações e Prevenção Incêndio

    Altieri Sebor Wieber
  • Luminotécnico

    Brandston Partnership
  • Engenharia Civil

    H.F. Lenz Company
  • Elevadores

    IROS Elevator
  • AV / TI / Acústica / Segurança

    The Sextant Group
  • Consultoria Sustentabildiade

    YR & G
  • Especificações

    Specifications, Inc.
  • Arquitetura Paisagística

    LaQuatra Bonci Associates, Hughes Associate Inc.

  • Orçamentos

    Blundall Associates, Inc.
  • Construção

    Spaulding Banks Project Management, Inc.
  • Mais informações Menos informações
© Roy Engelbrecht
© Roy Engelbrecht

Descrição enviada pela equipe de projeto. A transformação do Museu de Arte Americana de Westmoreland reforça a importância do papel das Artes e do Museu na comunidade de Greensburg e na região. O resultado é um edifício de arquitetura dinâmica unindo o novo e o antigo com uma expansão que se ergue como um forte contraponto à estrutura original em estilo neo-Georgiano. O projeto reforça e renova a identidade e experiência do Museu enquanto estende seu legado ao futuro.

© Aislinn Weidele / Ennead Architects
© Aislinn Weidele / Ennead Architects

A transformação vai além do edifício no terreno, onde um novo projeto paisagístico e jardim de esculturas estendem o Museu para fora de seus limites físicos forjando conexões mais fortes com a cidade e ao bairro do entorno.

Before. Image © Jonathan Nakles Photography
Before. Image © Jonathan Nakles Photography

O edifício emoldura a paisagem enquanto oferece um pano de fundo transparente ligando o interior ao exterior e revelando a atividade que acontece em seu interior. Perpendicular ao anexo, uma nova fachada sul destaca os tijolos antigos do edifício original. Esta nova camada é definida por um plano de concreto pré-moldado para corresponder à pedra de cal original do edifício e uma colunata de dois pavimentos de altura com esbeltas colunas preenchendo todo o comprimento da fachada. Três novas aberturas verticais na envoltória original do edifício foram criadas para demarcar a entrada.

Drawing
Drawing

Na extremidade oeste do edifício, um plano emoldura uma escultura encomendada especialmente a Tim Prentice, configurando um ponto focal à medida que se aproxima do edifício a partir do centro da cidade, ao longo da Rua Main. Um corte sutil e angulado proporciona uma abertura no plano sólido da parede de tijolos do edifício original ao longo da fachada na Rua Main, filtrando a luz no edifício e proporcionando uma prévia da geometria do balanço a da sequência de novas galerias internas.

© Roy Engelbrecht
© Roy Engelbrecht

Uma simples paleta de materiais e texturas - concreto pré-moldado, zinco, alvenaria e vidro - unificam a nova expansão com o edifício existente. Na extremidade norte, e instalado na topografia do terreno, uma nova ala de alvenaria espelha a ala oeste existente para garantir a simetria do edifício original enquanto configura um novo balanço com revestimento de zinco ao sul. 

© Roy Engelbrecht
© Roy Engelbrecht

A padronagem dos painéis de zinco que envolvem o balanço refletem a geometria interna da estrutura treliçada. Painéis de vidro do piso ao teto oferecem vistas panorâmicas na extremidade angulada do balanço, que abriga galerias de exposições temporárias e permanentes. 

© Roy Engelbrecht
© Roy Engelbrecht

O reforço dos pontos de vista do entorno são destacados a medida que visitantes se movem ao longo do edifício nos pontos estratégicos dentro dos espaços públicos e sequência de galerias, contextualizando ainda mais a coleção permanente do Museu.

© Roy Engelbrecht
© Roy Engelbrecht

O projeto reconfigura os espaços internos existentes no Museu para estabelecer uma nova sequência na entrada com acesso visual ao longo do edifício unindo as entradas norte e sul. Uma escadaria monumental conecta o novo saguão renovado à uma nova entrada para grupos e um nova área de desembarque para visitantes que chegam de automóvel. O saguão contém uma nova loja do museu e uma galeria introdutória. A escadaria de vidro disposta no novo volume de pé-direito duplo leva ao pavimento superior e ao anexo com as galerias em balanço.  

© Roy Engelbrecht
© Roy Engelbrecht

Uma sequência expandida e uma série de galerias com vistas ao exterior unificam os espaços internos e conecta a coleção ao seu contexto. Além disso, uma série de intervenções de pequena escala dentro do edifício existente reforçam e destacam a linguagem geométrica do anexo em balanço.

© Roy Engelbrecht
© Roy Engelbrecht

Outros espaços dentro do edifício reformado no museu incluem um estúdio para atividades infantis, um espaço multiuso para concertos, palestras, encontros comunitários e eventos privados, assim como um café informal e escritórios administrativos. Um espaço de armazenamento de alta densidade é incorporado no pavimento inferior do anexo e está diretamente conectado à área de carga e descarga através de um elevador.

© Roy Engelbrecht
© Roy Engelbrecht

A sustentabilidade está integrada no projeto, com sistemas mecânicos de última geração incorporados em todo o edifício, aliados com a abundância de luz natural e do destaque para as vistas, além dos materiais provenientes de fontes locais e redução substancial da paisagem construída, com a criação das áreas ajardinadas que incluem o jardim de esculturas. O uso de espécies nativas e que se adaptam facilmente eliminam a necessidade de irrigação extra e reduzem a manutenção dos jardins. O novo anexo do museu está cotado para receber certificação LEED Silver.

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Ennead Architects
Escritório
Cita: "Museu de Arte Americana de Westmoreland / Ennead Architects" [Westmoreland Museum of American Art / Ennead Architects] 16 Out 2016. ArchDaily Brasil. (Trad. Santiago Pedrotti, Gabriel) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/797313/museu-de-arte-americana-de-westmoreland-ennead-architects> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.