"Architecture in Competition: a Critical journey through portuguese modernity” / Forstudio Arquitetos

"Architecture in Competition: a Critical journey through portuguese modernity” / Forstudio Arquitetos

Architecture in Competition: a Critical journey through portuguese modernity” / Forstudio ArquitetosArchitecture in Competition: a Critical journey through portuguese modernity” / Forstudio ArquitetosArchitecture in Competition: a Critical journey through portuguese modernity” / Forstudio ArquitetosArchitecture in Competition: a Critical journey through portuguese modernity” / Forstudio Arquitetos+ 31

  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  2500
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2016
  • Desenho Gráfico :R2 Design
  • Curadoria:Luís Santiago Baptista
  • Pesquisa E Investigação :António Henriques / Filipe Mónica / João Cardim
  • Coordenação Geral :Rui Alexandre
  • Coordenação :João Costa Ribeiro / Tiago Mota
  • Produção Executiva :Carla M Cardoso
  • Construção E Montagem :Carlos Caetano
  • Cliente:OASRS Secção Regional Sul da Ordem dos Arquitectos portugueses / Fundação Centro Cultural de Belém
  • Cidade:Belém
  • País:Portugal
Mais informaçõesMenos informações

Descrição enviada pela equipe de projeto. O projeto foi construído em 2016 na Garagem Sul do Centro Cultural de Belém, sendo o resultado de um concurso para o desenho da exposição "Arquitetura em Concurso: Percurso crítico pela modernidade portuguesa", promovido pela Secção Regional Sul da Ordem dos Arquitetos e com curadoria do arquiteto Luís Santiago Baptista.

A Garagem Sul é um espaço de 2500m2, em open space, marcado por uma estrutura de pilares distribuídos numa malha de 7.5x7.5m. 

O projeto parte de uma geometria diagonal à estrutura espacial da garagem e define espaços de transparência que se sobrepõem sucessivamente como folhas de papel vegetal, numa ideia de arquivo infinito.

Os espaços desenvolvem-se a partir de uma arcada lateral que distribui de forma contínua para os diferentes núcleos temáticos. A visita à exposição pode ser feita de forma intercalada, ou num percurso contínuo.

Cada núcleo temático está organizado num espaço e para cada concurso existe uma parede expositiva. Estas paredes aglutinam as diferentes peças apresentadas a concurso expondo os desenhos, painéis e maquetes.

O sistema construtivo preconizado define a identidade da exposição, quer pela sua materialidade, quer pela sua ocupação espacial, enquanto elemento que absorve a estrutura de pilares existente e constrói uma nova leitura dos limites e da circulação na garagem. 

Axonometria
Axonometria

Sistema construtivo 

Se a identidade da exposição é em muito resultado do sistema construtivo, este não se esgota nesse objetivo. Resolve todas as necessidades expositivas, o suporte vertical para elementos de comunicação visual, como painéis desenhos ou projecções, bem como, o suporte horizontal para maquetes ou publicações. 

A estrutura é constituída por peças em madeira de pinho com secção quadrangular de 38x38mm fixadas por aparafusamento, construindo paredes autoportantes de fácil montagem e desmontagem. 

Os diversos suportes expositivos são, simplesmente, apoiados ou suspensos a partir da estrutura e construídos em contraplacado com 12mm de espessura, em certos casos protegido por vidro temperado de 8mm.

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos

Localização do Projeto

Endereço:Belém, Portugal

Clique para abrir o mapa
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: ""Architecture in Competition: a Critical journey through portuguese modernity” / Forstudio Arquitetos" 15 Out 2016. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/796407/arquitetura-em-concurso-percurso-critico-pela-modernidade-forstudio-arquitetos> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.