Jurupis / Estudio doisA + Estudio Damha

Jurupis / Estudio doisA + Estudio Damha

© Marina Luna© Marina Luna© Marina Luna© Marina Luna+ 33

  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  70
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2016
  • Fotógrafo Fotografias:  Marina Luna
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Deca, Estudio Mys, HH Móveis Marcenaria, Neobambu, Trust iluminação
    © Marina Luna
    © Marina Luna

    Descrição enviada pela equipe de projeto. A motivação para reformar o apartamento duplex de 70m² localizado na zona sul de São Paulo, surgiu da necessidade de adequação dos ambientes para a chegada do primeiro filho do casal de proprietários.

    © Marina Luna
    © Marina Luna
    © Marina Luna
    © Marina Luna

    O apartamento possui espaços reduzidos, sobretudo no pavimento inferior, no qual estão implantadas as áreas sociais. Esta situação era agravada pela antiga organização dos espaços e do mobiliário que comprometiam a circulação, a fluidez e a iluminação natural dos ambientes.

    © Marina Luna
    © Marina Luna
    © Marina Luna
    © Marina Luna

     Assim, o ponto de partida do projeto foi repensar o layout do ambientes sociais, através da remoção de algumas paredes, racionalização das instalações e utilização da marcenaria para organização dos espaços.

    Planta
    Planta
    Planta
    Planta

    As referências visuais trazidas pelos clientes remetiam a sua origem japonesa e traziam espaços minimalistas e funcionais, iluminação suave, materiais naturais e paleta de cores neutras.

    Planta
    Planta
    Corte
    Corte
    Corte
    Corte

    Sobre estas referências, as arquitetas trouxeram um sutil trabalho com cores quentes e complementares para compor a paleta cromática dos ambientes sociais.

    © Marina Luna
    © Marina Luna

    O ponto focal do projeto é um volume em madeira com acabamento laqueado no tom vermelho queimado entre a sala e cozinha. Este móvel abriga os eletrodomésticos e outros objetos utilitários, além de camuflar instalações hidráulicas e o quadro elétrico do apartamento.

    © Marina Luna
    © Marina Luna
    © Marina Luna
    © Marina Luna

    A marcenaria do pavimento térreo não toca a laje de cobertura, para auxiliar na sensação de integração entre os espaços.

    © Marina Luna
    © Marina Luna

    Além do volume laqueado, foi proposto outro grande móvel para armazenar objetos decorativos e utilitários dos clientes, de forma ordenada e funcional. Este segundo volume, com acabamento em laminado amadeirado e branco, é formado por nichos abertos e fechados, com puxadores retangulares recortados na própria madeira, reforçando uma composição geométrica contemporânea, a qual serviu como partido para o desenho do restante do mobiliário. A porta do lavabo se integra completamente à este volume, tornando-se praticamente imperceptível.

    © Marina Luna
    © Marina Luna
    © Marina Luna
    © Marina Luna

    No novo layout, foi possível incluir uma mesa de jantar mais generosa, permitindo ao casal receber convidados com muito mais conforto, uma antiga demanda.

    © Marina Luna
    © Marina Luna
    © Marina Luna
    © Marina Luna

    A varanda também se integrou à sala de estar, através de um banco que faz a continuidade visual com a marcenaria da sala e, que apresenta, acima dele, um jardim vertical. Este jardim, além de ornamental, também é utilizado para o plantio de algumas hortaliças.

    © Marina Luna
    © Marina Luna
    © Marina Luna
    © Marina Luna

    No pavimento superior, o antigo escritório cedeu lugar ao quarto do bebê, o qual recebeu uma ilustração nas paredes desenhada com exclusividade pelo Estúdio Mys.  

    © Marina Luna
    © Marina Luna
    © Marina Luna
    © Marina Luna

    Na suíte do casal, o banheiro foi readequado para que, parte dele, se transformasse no novo escritório dos proprietários. A escolha dos materiais e cores, marca a estética contemporânea do projeto.

    © Marina Luna
    © Marina Luna
    © Marina Luna
    © Marina Luna

    Outro aspecto importante trabalhado pelas arquitetas foi o projeto luminotécnico, econômico e eficiente tanto na implantação, quanto no consumo energético e manutenção à longo prazo. Econômico na implantação porque foi composto majoritariamente por pendentes em eletrocalhas suspensas por barras roscadas, montados na própria obra. E, à longo prazo, porque todo o projeto utilizou fitas e lâmpadas tubulares de LED. A iluminação proporcionada pelos pendentes é indireta, muito suave e, por conta disto, garante grande sensação de aconchego aos ambientes.

    © Marina Luna
    © Marina Luna

    Galeria do Projeto

    Ver tudoMostrar menos

    Localização do Projeto

    Endereço:São Paulo, São Paulo, Brasil

    Clique para abrir o mapa
    Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
    Sobre este escritório
    Cita: "Jurupis / Estudio doisA + Estudio Damha" 27 Set 2016. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/795670/jurupis-estudio-doisa-plus-estudio-damha> ISSN 0719-8906

    ¡Você seguiu sua primeira conta!

    Você sabia?

    Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.