O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Casas
  4. Coreia do Sul
  5. BCHO Architects
  6. 2009
  7. Casa Terra / BCHO Architects

Casa Terra / BCHO Architects

Casa Terra / BCHO Architects
Casa Terra / BCHO Architects, © Wooseop Hwang
© Wooseop Hwang

© Wooseop Hwang © Wooseop Hwang © Wooseop Hwang © Wooseop Hwang + 25

  • Arquitetos

  • Localização

    Yangpyeong-gun, Coreia do Sul
  • Equipe de Projeto

    Hongjoon Yang, Woohyun Kang, Taehyun Nam, Nicholas Locke, Yongjun Cho
  • Consultoria Taipa

    Keunsik Shin
  • Construção

    CPLUS International Co. Ltd.
  • Geotérmica

    REHAU AG+Co.
  • Área do Terreno

    660 m2
  • Área

    32.49 m2
  • Ano do projeto

    2009
  • Fotografias

Descrição enviada pela equipe de projeto. Casa Terra é uma casa do céu, construída em homenagem a Yoon Dong-joo, poeta coreano que escreveu sobre o céu, a Terra e as estrelas. 

É uma casa que foca na relação entre a natureza e os humanos, construída com atenção especial na eficiência construtiva e em nossos sentidos somáticos. 

A caixa de concreto possui 14 x 17m está enterrada no solo e contém seis quartos e dois pátios; a casa está aberta para eles, e portanto para o céu. Além disto, abriga uma pequena cozinha, escritório, duas salas de descanso, um banheiro com uma banheira de madeira e lavabo. Os ambientes são adjacentes uns aos outros, e abertos diretamente para os pátios, mas estes ambientes ainda podem ser unificados para criar um espaço maior. As portas das casas são pequenas, fazendo com que se tenha que se curvar para entrar nela.

©  Yong Gwan Kim
© Yong Gwan Kim

A pressão lateral da terra em um das quatro laterais da casa é contida através de um muro de contenção de concreto, uma cobertura e base plana. Há também uma coluna de aço oculta na parede central que reforça as placas estruturais. Paredes de taipa constituem todas as divisões espaciais dos interiores e as paredes que dão face em ambos os pátios. A terra utilizada para as paredes de origem local, do mesmo terreno quando se cavaram para a construção da casa. Embora a viscosidade da terra existente era baixa, apenas o mínimo de cimento branco e cal foi utilizado de modo que as paredes de terra podem retornar para o solo depois. Quatro calhas são colocadas nos cantos do pátio para a drenagem. A casa utiliza um sistema de resfriamento geotérmico com um sistema de aquecimento por piso radiante sob o barro abalroado e piso de concreto. Eletricidade chamada "off peak" é usada à noite para aquecer o cascalho pequeno sob o assoalho. Uma combinação de resfriamento passivos e tubos geotérmicos são enterrados na terra em torno do edifício para manter a temperatura fresca no verão e quente no inverno. A partir de uma espécie de pinheiro foram cortados discos de 80mm de espessura que posteriormente foram utilizados nas paredes de concreto do pátio, de modo que a medida que se deteriora, acolhe pequenas plantas e vidas novas surgirão com o tempo. A cobertura de madeira protegendo a entrada da pequena casa utiliza cabos de tração de 39 mm. Madeira reciclada foi cortada em pedaços de 30 mm x 50mm e aliados com a barra de aço plano, mantiveram a paleta de materiais reduzida. Todo o mobiliário interno e armários também são reciclados a partir de madeira de antigos portões coreanos.

©  Yong Gwan Kim
© Yong Gwan Kim

Como a poesia de Yoon que expressa esperança para o futuro em tempos de grande escassez, que buscou através da auto-contenção e auto-reflexão, a nossa esperança é que esta Casa Terra fosse uma casa que possibilite a reflexão sobre "nós", que vivemos o agora.

Ver a galeria completa

Sobre este escritório
BCHO Architects
Escritório
Cita: "Casa Terra / BCHO Architects" [Earth House / BCHO Architects] 18 Set 2016. ArchDaily Brasil. (Trad. Santiago Pedrotti, Gabriel) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/795165/casa-terra-bcho-architects> ISSN 0719-8906