Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

Universidade Federal do ABC / Benno Perelmutter | Marciel Peinado Arquitetos

Universidade Federal do ABC / Benno Perelmutter | Marciel Peinado Arquitetos

© Fernando Perelmutter © Fernando Perelmutter © Fernando Perelmutter © Fernando Perelmutter + 56

Universidade  · 
São Bernardo do Campo, Brasil
  • Climatização e Ar-condicionado

    Eng. Edelcio Dias Lopes
  • Instalações Hidráulicas e Elétricas

    Ramoska & Castellani Engenheiros
  • Fundação

    Eng. Sergio Ludemann  
  • Drenagem

    Eng. Angela Cristina Zanotta
  • Acústica

    Eng. Alexandre Sresnewsky
  • Maquete

    Paulo Nakanishi
  • Relatório de Impacto Ambiental e Paisagismo

    Jacobina Vaisman
  • Estrutura

    Eng. Marcelo Rosenberg
Mais informações Menos informações
© Fernando Perelmutter
© Fernando Perelmutter

Descrição enviada pela equipe de projeto. O projeto elaborado buscou considerar integradas quatro áreas disponibilizadas em uma só gleba, posto que as mesmas deveriam ser remembradas após a aprovação dos respectivos projetos legais junto a prefeitura municipal, exceto as áreas situadas no setor oeste, compreendido entre a Rodovia Anchieta e a faixa de transposição do oleoduto pertencente a Petrobras.

© Fernando Perelmutter
© Fernando Perelmutter
Maquete
Maquete

Na porção sul está prevista a construção de um complexo viário, que faz parte do Plano de Transportes Urbanos (PTU) da PMSBC que determina –– mediante o prolongamento da Av. São Paulo –– a criação de grandes vias, assim como de um túnel que atravessará a Via Anchieta, interligando os bairros. 

Grande pórtico de acesso estabelece os limites do território universitário em conexão direta com a comunidade urbana local.

© Fernando Perelmutter
© Fernando Perelmutter
© Fernando Perelmutter
© Fernando Perelmutter

Foi definido em projeto um sistema exclusivo para circulação de bicicletas de forma à permitir dentro do Campus tanto atividades de transporte individual, quanto de caráter recreativo e esportivo. 

O posicionamento dos diversos blocos edificados (salas de aula, laboratório de pesquisas, refeitórios e auditório) caracterizam fisicamente o espaço da grande praça de acesso e convivência universitária demarcado simbolicamente pela torre da caixa d’água. 

© Fernando Perelmutter
© Fernando Perelmutter
© Fernando Perelmutter
© Fernando Perelmutter

Importante integração territorial se estabelece a partir da liberação dos espaços dos pavimentos térreos para circulação de pedestres potencializando, juntamente com a praça central, importante território de convivência universitária.

Acolhendo atualmente, em dois períodos, aproximadamente 5.000 alunos, 600 docentes e 700 técnicos administrativos, a concepção do novo campus foi determinante na setorização do espaço disposto fisicamente de forma a garantir circulação livre e segura dos pedestres através do miolo do terreno, e segregando a circulação dos veículos, e respectivos pátios de estacionamentos, ao longo do anel periférico, tangente as divisas territoriais do campus.

PlanTa
PlanTa
© Fernando Perelmutter
© Fernando Perelmutter

Com relação ao sistema construtivo e, unidade plástica entre os prédios, foram adotados para todos os ambientes do conjunto edificado modulação planimétrica de 1,20 m x 1,20 m, a contar dos eixos de locação das paredes dos ambientes e dos demais elementos. 

Desse modo, as dimensões resultantes dos espaços são múltiplos desse módulo comum  - racionalizando o detalhamento técnico dos projetos, execução das obras e, futuramente em relação as novas necessidades emergentes: 7,20m e 10,80m para modulação estrutural, 3,60m para elementos de vedação, 1,20 m para painéis, portas e caixilhos e assim sucessivamente.

© Fernando Perelmutter
© Fernando Perelmutter
© Fernando Perelmutter
© Fernando Perelmutter

Águas pluviais, captadas pelo solo permeável, são armazenadas e tratadas para reutilização, principalmente na irrigação de jardins e limpeza das bacias sanitárias, que por sua vez, são acopladas e possuem válvulas especiais, com fluxo opcional por descarga.

Cooperam para o conforto térmico dos usuários elementos que controlam a incidência de radiação solar direta, como brise-soleil, painéis metálicos em elementos vazados, venezianas, telas perfuradas externas e vidros. Pátios internos descobertos, grandes panos ventilados em elementos vazados e espelhos d’água adjacentes às edificações, contribuem para o conforto do ambiente edificado. A eficiência energética é obtida pelo máximo aproveitamento de luz e ventilação natural cruzada nos ambientes 

© Fernando Perelmutter
© Fernando Perelmutter

Galeria do Projeto

Ver tudo Mostrar menos

Localização do Projeto

Endereço: R. Arcturus, 3 - Jardim Antares, São Bernardo do Campo - SP, 09606-070, Brasil

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Universidade Federal do ABC / Benno Perelmutter | Marciel Peinado Arquitetos" 11 Ago 2016. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/792904/universidade-federal-do-abc-benno-perelmutter-marciel-peinado-arquitetos> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.