Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

Reforma da Estação Tóquio Yaesu / JAHN

Reforma da Estação Tóquio Yaesu / JAHN

© Rainer Viertlbock © Rainer Viertlbock © Rainer Viertlbock © Rainer Viertlbock + 13

  • Arquitetos: JAHN
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área: 346.0
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano: 2015
  • Fotógrafo Fotografias: Rainer Viertlbock
© Rainer Viertlbock
© Rainer Viertlbock

A ESTAÇÃO

A estação de Tóquio é a principal estação de trens da cidade com capacidade tanto para trens de alta velocidade quanto para trens regionais. As plataformas de acesso se elevam para que os pedestres possam acessar a estação, seja desde o oeste (Marunouchi) ou desde o leste (Yaesu). Os viajantes passam pelo nível inferior das lojas e procedem aos seus trens. A entrada oeste relaciona-se diretamente com o distrito financeiro da cidade e é a entrada histórica da estação. Por outro lado, a entrada leste, negligenciada até que em 2002 a empresa JAHN ganhou um concurso de projeto para reconstruir esta entrada e as torres de escritório em frente à estação.

© Rainer Viertlbock
© Rainer Viertlbock

As duas torres emolduram a entrada da estação e estabelecem uma sólida porta urbana que conduz desde Yaesu até Marunouchi, com acesso a estação como ponto focal. As torres de vidro empregam uma total transparência com uma 'fachada ventilada' que utiliza uma cavidade de 15cm de profundidade para capturar e ventilar o impacto solar antes que ele penetre na pele do edifício, criando torres envidraçadas altamente eficientes com a energia e com muita luz natural. Durante a noite, ambas torres se iluminam desde seu interior, tornando-se dois faróis que marcam a estação de Tóquio na paisagem urbana. 

© Rainer Viertlbock
© Rainer Viertlbock

A COBERTURA

A cobertura na reforma da Estação Tóquio Yaesu estabelece uma nova imagem para a edificação.

© Rainer Viertlbock
© Rainer Viertlbock
Corte
Corte
© Rainer Viertlbock
© Rainer Viertlbock

Para muitos visitantes é a primeira e última impressão da cidade. Verticalmente contrasta com a antiga estação, define e distingue o bairro Yaesu do Marunouch a oeste. A durabilidade e a baixa manutenção são inerentes a tecnologia da cobertura. Seu desenho simples é definido como uma linha reta entre duas torres deslocadas. O comprimento do pavilhão é de 235 metros e é concebido como um grande e plano painel têxtil que fixa uma linha reta no limite da pista e se apoia sobre as molduras de aço com distintas alturas e ângulos criando um simples e diferenciado perfil. O painel têxtil é suspenso da estrutura de aço permitindo que a sua superfície crie um luminoso e continuo plano.
A estrutura pode ser vista através da superfície têxtil e é lida como as veias de uma folha enquanto as estruturas sob a cobertura proporcionam uma conexão no nível superior entre as torres de escritório, a estação e a área de comércio.

© Rainer Viertlbock
© Rainer Viertlbock

Galeria do Projeto

Ver tudo Mostrar menos

Localização do Projeto

Endereço: Tóquio, Japão

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Escritório
Cita: "Reforma da Estação Tóquio Yaesu / JAHN" [Tokyo Station Yaesu Redevelopment / JAHN] 17 Jul 2016. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/791415/tokyo-station-yaesu-redevelopment-jahn> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.