Biblioteca de Jogos e Multimídia / Philippe Fichet Architectes

Biblioteca de Jogos e Multimídia / Philippe Fichet Architectes

© Philippe Ruault © Philippe Ruault © Philippe Ruault © Philippe Ruault + 31

La Ferté-Bernard, França
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  1300
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2014
  • Fotógrafo Fotografias:  Philippe Ruault
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Boulfray, Clim MA, Duval métalu, Fourignault ELYSSA, Guerin, Isoplaque, Mellier, Metallerie Fertoise, Sc, Soprema, TARAULT
  • Estrutura:Sigma
  • Projeto Elétrico:Bellec
  • Projeto Térmico:Boulard
  • Economista:CB économie
  • Acústica:ACV
  • Design Gráfico:Béatrice Fichet
  • Orçamento:2.7 M€
  • Cidade:La Ferté-Bernard
  • País:França
Mais informaçõesMenos informações
© Philippe Ruault
© Philippe Ruault

Descrição enviada pela equipe de projeto. O local afirma sua liberdade e parece livre da cidade, definido somente por água e árvores que cristalizam a história neste mesmo terreno. Nada resiste a esta característica geográfica. Lá, uma passagem muito viva, uma ponte, e mais além - a fronteira interior da cidade, aquela de ligações e conexões.

© Philippe Ruault
© Philippe Ruault

Localizado a leste, em Ferté Bernard, na área de Sartre, a biblioteca de multimídia Jean d'Ormesson está situada numa área urbana densa, no coração da cidade. O lote de 1800m² está localizado na borda da cidade antiga e do rio que a rodeia.

Planta Térreo
Planta Térreo

Em frente à cidade velha, o centro de atividades ao ar livre e a principal via de acesso se reúnem para impulsionar o ciclo vizinho de movimento contínuo. Ambos quebram a ligação com o grande volume d'água. A biblioteca de multimídia é um objeto delicado, dramatizado por uma névoa sutil que vem do chão e transforma o pátio em um grande espelho d'água que lembra a água circundante.

© Philippe Ruault
© Philippe Ruault

Uso

O programa nasce do encontro de dois usos: uma biblioteca de jogos e a própria biblioteca de multimídia. A abordagem que oferecemos em relação à interação do projeto com seu ambiente é a de considerar sua localização na margem da cidade antiga e reconhecer sua energia cultural como meio de abertura e de modernidade para o exterior.

© Philippe Ruault
© Philippe Ruault

A acumulação de volumes permite conectar a biblioteca de jogos e de multimídia como universos paralelos. O envelope do edifício está atrelado a sua própria finalidade, ordenado com texturas, textos e sinalizações, contrastando com reflexões e tons claros.

© Philippe Ruault
© Philippe Ruault

Funcionalidade resulta num volume fluido simples, diretamente conectando o programa e os procedimentos obrigatórios de uso. Esta abordagem permite uma integração coerente e uma paisagem homogênea dos arredores. O piso superior cria um sinal, e um ponto de abrigo através da qual se pode acessar o interior. A relação com vielas de pedestres é fortemente enfatizada, uma vez que seu papel de conectar pontos de passagem entre os bairros é essencial.

Perspectiva Axonométrica
Perspectiva Axonométrica

Do interior, os pólos se desenvolvem em um desenho central, em que os usuários podem circular em um movimento flexível e suave. Mover-se é possível e fácil, pois acontece de forma concêntrica. Movimentos são intercalados com balcões espalhados para estimular o diálogo sobre a série cultural oferecida pela equipe da biblioteca de multimídia.

© Philippe Ruault
© Philippe Ruault

Materiais

O edifício é um reflexo do seu ambiente. É uma reação direta aos fluxos de energia do terreno. A fachada constrói reflexões que desaparecem por trás do primeiro plano. São espalhados sinais que funcionam como marcadores de página. Totalmente coberta com placas de PMMA e com leves toques de aço inoxidável, as peças frontais agem como um espelho desfocado através do qual podemos perceber a profundidade das camadas.

© Philippe Ruault
© Philippe Ruault

A fachada atua como uma abertura animada para a biblioteca de jogos e de multimídia, e protege o interior contra o calor e o brilho excessivo. Blocos transparentes de plástico e quadros delgados abertos permitem numerosas vistas amplas e diretas.

Corte
Corte

Suas reflexões e conexão direta com a cidade e com as diversas paisagens nas proximidades ligam a biblioteca de multimídia a seus arredores. Além disso, a lembrança de uma analogia ou de um reflexo incompleto está presente em todo o projeto e atua como um elo que reforça sua coesão. Pequenos blocos ondulados contribuem para o movimento induzido pelo material, e a desfocam o limite entre o projeto e seu próprio reflexo.

© Philippe Ruault
© Philippe Ruault

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos

Localização do Projeto

Endereço:72400 La Ferté-Bernard, França

Clique para abrir o mapa
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Biblioteca de Jogos e Multimídia / Philippe Fichet Architectes" [Toy and Media Library / Philippe Fichet Architectes] 03 Jul 2016. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/790601/toy-and-media-library-philippe-fichet-architectes> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.