O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Museu
  4. Itália
  5. Heinz Tesar
  6. 2015
  7. Museu Bailo em Treviso / Studiomas Architetti Associati + Heinz Tesar

Remodelaçao

Apresentado por the MINI Clubman

Museu Bailo em Treviso / Studiomas Architetti Associati + Heinz Tesar

  • 13:00 - 26 Maio, 2016
  • Traduzido por Maria Julia Martins
Museu Bailo em Treviso / Studiomas Architetti Associati + Heinz Tesar
Museu Bailo em Treviso / Studiomas Architetti Associati + Heinz Tesar, © Marco Zanta
© Marco Zanta

© Marco Zanta © Marco Zanta © Marco Zanta © Marco Zanta + 29

  • Arquitetos

    Marco Rapposelli, Piero Puggina, Heinz Tesar
  • Localização

    Treviso TV, Itália
  • Área

    1780.0 m2
  • Ano do projeto

    2015
  • Fotografias

  • Interiores

    Studiomas (Marco Rapposelli, Piero Puggina)
  • Colaboradores

    Elena Gomiero, Enrico Polato, Mattia Arcaro, Andrea Zuin
  • Engenharia Mecânica e Elétrica

    Studio Cassutti sas
  • Engenharia Estrutural

    Studio di Ingegneria RS
  • Supervisão de Obra

    Marco Rapposelli (Studio Mas)
  • Construção

    Due P Costruzioni srl, Modena
  • Execução Interiores

    Harmoge srl, Villorba (Treviso)
  • Mais informações Menos informações
© Marco Zanta
© Marco Zanta

Descrição enviada pela equipe de projeto. Studiomas e Heinz Tesar ganharam um concurso para o projeto de reforma do museu em 2010. Dois elementos foram adicionados ao edifício, que era um mosteiro no século 16: uma fachada cruciforme, que marca a nova entrada, e uma passagem coberta, a galeria, que constitui também o novo hall de entrada.

© Marco Zanta
© Marco Zanta

O Museu Bailo abriga uma coleção de arte do século XX,  mas foi fechado há 15 anos, pois o antigo edifício precisava ser reformado. O museu também precisava de uma nova fachada, mais adequada ao seu papel institucional e à sua posição no centro histórico da cidade. A fachada existente, reconstruída em 1952 após ser destruída durante a Segunda Guerra Mundial, não estava em boas condições e não possuía boa qualidade. Assim, o projeto adicionou uma nova fachada para a ala sul do edifício histórico.

Planta Baixa
Planta Baixa

A forma em cruz é uma composição de oito lajes pré-fabricadas de pedra artificial, pontilhadas com pequenas perfurações, que são feitas de uma mistura de mármore de Carrara e um cimento branco especial. Elas se destacam sobre as paredes existentes, revestidas de um tipo de gesso branco polido chamado Marmorino. Por detrás da fachada, uma extensão feita de concreto branco foi entalhada em um pátio interno estreito. Ela forma uma nova arcada e que marca a do salão onde fica a entrada da recepção e da loja do museu, mas também é usado como um espaço de exposição e conferências. Esta nova galeria é um corpo de concreto liso, com cerca de 28 metros de comprimento, 3 metros de largura e 12 metros de altura, sobre quatro pilares finos.

© Marco Zanta
© Marco Zanta

Uma claraboia de 28 metros de comprimento ajuda a trazer luz natural para o edifício. Três janelas - uma no eixo da cruz, outra à direita da porta e uma terceira na circulação - se abrem para uma pequena praça em frente ao museu. Uma dessas janelas proporciona uma vista para o claustro sul, onde uma escultura de figuras bíblicas de Adão e Eva é exibida. O trabalho foi desenhado por Arturo Martini (1889-1947), um artista de Treviso cujas pinturas, esculturas e gráficos estão na coleção do museu.

© Marco Zanta
© Marco Zanta

As paredes da galeria são cobertos de gesso cor de areia e os pisos são feitos de mármore e cimento branco - uma referência para o acabamento usado nas paredes externas. As paredes divisórias foram retiradas das salas na parte antiga do edifício para recuperar o layout original, que agora apresenta uma série galerias abertas.

Corte
Corte

A restauração dos elementos decorativos originais, dos materiais e da estrutura do edifício foi feita no claustro, nas salas abobadadas e nas pinturas decorativas das paredes. As esculturas são exibidas em uma série de pedestais e em vitrines projetadas pelos arquitetos. Todas as bases, as cristaleiras, as mesas e os móveis foram redesenhados como uma família de pequenas arquiteturas que servem às obras de arte, hospedadas nas salas antigas do museu. O museu foi reaberto ao público em outubro de 2015.

© Marco Zanta
© Marco Zanta

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Heinz Tesar
Escritório
studiomas architetti
Escritório
Cita: "Museu Bailo em Treviso / Studiomas Architetti Associati + Heinz Tesar" [Bailo Museum in Treviso / Studiomas Architetti Associati + Heinz Tesar] 26 Mai 2016. ArchDaily Brasil. (Trad. Martins, Maria Julia) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/788100/museu-bailo-em-treviso-studiomas-architetti-associati-plus-heinz-tesar> ISSN 0719-8906