O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Campus
  4. Bélgica
  5. SAR architecten
  6. 2009
  7. Campus da Unviersidade VIVES / SAR architecten

Campus da Unviersidade VIVES / SAR architecten

Campus da Unviersidade VIVES / SAR architecten
Campus da Unviersidade VIVES / SAR architecten, © Christine Deboosere
© Christine Deboosere

© Christine Deboosere © Toon Grobet © Toon Grobet © Christine Deboosere + 31

  • Arquitetos

  • Localização

    Xaverianenstraat 10, 8200 Brugge, Bélgica
  • Arquitetos Responsáveis

    Johan Bosschem, Jan De Vloed
  • Equipe de Projeto

    Thierry Halsberghe, Eveline Vandenbogaerde, Veerle De Langhe, Patrick Persoons
  • Área

    24000.0 m2
  • Ano do projeto

    2009
  • Fotografias

  • Associados

    Architektenburo De Vloed bvba
  • Projeto Paisagístico

    Buro voor Vrije Ruimte VOF
  • Integração Arte

    Christine Deboosere
  • Engenharia Estrutural

    Ingenieursbureau Fraeye NV
  • Engenharia Técnica

    De Klerck Engineering NV
  • Construção

    Strabag Belgium NV
  • Mais informações Menos informações
© Christine Deboosere
© Christine Deboosere

Descrição enviada pela equipe de projeto. Na Idade Média, a cidade de Bruges tinham duas grandes ambições: ter um porto marítimo e uma universidade, ambições prestigiosas que a magnífica cidade antiga mal poderia realizar apesar de seus esforços. Ao longo da história, Antuérpia e Gante assumiram os papéis principais nesses assuntos e Bruges se tornou durante três séculos 'Bruges la morte'. No entanto, no final do século XX se tornou o terceiro porto marítimo de Benelux (Bélgica, Luxemburgo e Holanda), e em 2009, o Campus Universitário Vives foi construído, associado à prestigiada Universidade de Lovaina.

© Christine Deboosere
© Christine Deboosere

Em 2003, 38 escritórios de arquitetura expressaram seu interesse no concurso de arquitetura a nível europeu, e na segunda fase 6 equipes submeteram suas propostas. O juri escolheu o projeto dos arquitetos Johan Bosschem e Jan De Vloed, uma colaboração temporária dos escritórios belgas SAR architecten de Gante e Architektenburo De Vloed de Destelbergen.

Implantação
Implantação

A Universidade de VIVES - Campus Bruges é um campus de 24000 m² para 3500 estudantes. Contém uma faculdade de formação em ensino, de cuidados de saúde, de gestão empresarial e instalações gerais como um grande auditório para 650 alunos, uma biblioteca, refeitório para 350 alunos e um departamento de administração geral.

© Christine Deboosere
© Christine Deboosere

A Escola é o Mundo

Johan Bosschem: “Nós trabalhamos um conceito arquitetônico que unificasse o ambiente de aprendizado e o mundo. Incentivamos a interação entre o interior e o exterior como um gesto expressivo, sua transparência e sua localização receptiva no terreno. Adquirimos experiência em relação à construção de edifícios de ensino. Como arquiteto e também professor estou intimamente envolvido na organização de programas de educação e pedagógicos. Então conheço as necessidades e desejos do sistema de ensino a partir de dentro. Hoje em dia, a importância da sala de aula é muito reduzida, e o auto-desenvolvimento é cada vez mais central. É por isso que organizamos um ambiente de estudo inspirador".

© Christine Deboosere
© Christine Deboosere

O átrio e centro de estudos da Universidade de Vives dão forma à um espaço quase arquétipo. Neste reduto de conhecimento e realização pessoal, todas as instalações de um ambiente de ensino contemporâneo estão disponíveis. E hoje em dia existe a questão da transição entre os espaços funcionalmente arranjados aos ambientes que se dedicam à experiência e entretenimento.

Planta
Planta

"Nossa intenção é incentivar o estudo independente. Estudantes passam muito tempo aqui. Tentamos potencializar este objetivo no estudo independente o máximo possível. Com isto em mente, criamos uma paisagem de estudo convidativa e agradável", argumenta Johan Bosschem. O conselho da Universidade Vives busca visibilidade, um marco na cidade, e eventualmente optaram por uma arquitetura que se destaca. O sonho acadêmico de Bruges obteve seu equivalente materializado.

© Christine Deboosere
© Christine Deboosere

Arquitetura Integral 

O layout do novo edifício do Campus foi elaborado com muito cuidado, e associação com o entorno residencial foi bastante considerada. Para criar o máximo de zonas verdes possíveis, os arquitetos aproximaram o edifício da rodovia Expressway N31. Isso criou uma barreira de som, uma zona intermediária, e também uma barreira visual entre o eixo de circulação intensa e o campus verde. A ocupação limitada do terreno possui sua lógica própria, e é baseada na visão de relevância social. De fato, através deste layout, os arquitetos otimizaram a visibilidade pública. O terreno recebe uma forte dimensão pública adicional através da disponibilização do máximo possível de espaços de estacionamento.

© Christine Deboosere
© Christine Deboosere

A Universidade estimula o uso do transporte público e oferece amplas instalações para os ciclistas. No campus, o tráfego é dividido em duas áreas. Acessibilidade e mobilidade foram importantes no projeto para a ocupação do terreno. Os arquitetos dedicaram atenção especial ao desenvolvimento de uma estrutura que facilita flexibilidade otimizada. A abordagem modular de sua arquitetura oferece oportunidades para o futuro, e pode ser ajustado para as visões pedagógicas vigentes.

Diagrama
Diagrama

O desenho é poderoso e coerente. A ambição era uma arquitetura integrada, com uma grande sinergia entre as partes diferentes; os engenheiros colaboradores, o arquiteto paisagista e o artista contribuíram para isso. Arte e arquitetura, estrutura e equipamento técnico se mantém em equilíbrio.

© Christine Deboosere
© Christine Deboosere

Metodologia de Projeto

Para o arquiteto Johan Bosschem, a metologia de projeto é de importância fundamental pois determina o projeto. Arquitetura é complexa e contraditória, e para os projetistas, o desafio que os estimula está exatamente em sua complexidade. Na verdade, a prática de arquitetura é ambígua, compreensiva, e repleta de tensão, além dos vários conflitos. Isso está relacionado com a ambição vitruviana de unir beleza, função e técnica, conectando com sua dimensão espacial e as oportunidades que o espaço construído tem à sua disposição para mediar entre tipos de espaços opostos. "A arquitetura se trata de espaço. Lidamos com isto de maneira consciente no processo de projeto, em especial com o espaço entre as chamadas funções".

© Christine Deboosere
© Christine Deboosere

Encontros Sublimados

Em cidades ao redor do mundo, as escadarias são mais do que apenas espaços de passagem, elas também são espaços de encontro, pontos de permanência, ou lugares para simplesmente relaxar e desfrutar o sol ou as vistas. "O átrio é um importante espaço na história do Campus em Bruges. Aqui as redes passam a existir e no topo das escadas, o espaço termina em um local silencioso. Existe um simbolismo para isto: a luz passa por duas aberturas zenitais e grandes painéis de vidro. No átrio, se revive ativamente o espaço na construção das experiências. Não se tem a sensação de se estar caminhando em um edifício mas sim em uma cidade. Criamos uma cidade reflexo com caminhos que podem ser serpenteados e utilizados como rotas de passeios. É um local onde os encontros são sublimados. Pessoas de formam redes que podem ganhar vida exatamente neste inter-espaço. Entre o pano de vidro, criamos áreas para sentar altamente confortáveis, fazendo referência aos cafés com suas mesas externas. A sensação urbana também é reforçada com as várias janelas do átrio.

© Christine Deboosere
© Christine Deboosere

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
SAR architecten
Escritório
Cita: "Campus da Unviersidade VIVES / SAR architecten" [VIVES University College Campus Bruges / SAR architecten] 13 Mai 2016. ArchDaily Brasil. (Trad. Santiago Pedrotti, Gabriel) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/787241/campus-da-unviersidade-vives-sar-architecten> ISSN 0719-8906