O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Arquitetura Paisagística
  4. Malásia
  5. Garis Architects
  6. 2014
  7. O Arco em Bandar Rimbayu / Garis Architects

O Arco em Bandar Rimbayu / Garis Architects

O Arco em Bandar Rimbayu / Garis Architects
O Arco em Bandar Rimbayu / Garis Architects, © Steven Ngu, Andy Lim
© Steven Ngu, Andy Lim

© Steven Ngu, Andy Lim © Steven Ngu, Andy Lim © Steven Ngu, Andy Lim © Steven Ngu, Andy Lim + 34

O Arco em Bandar Rimbayu / Garis Architects, © Steven Ngu, Andy Lim
© Steven Ngu, Andy Lim

Descrição enviada pela equipe de projeto. O ato humano intrínseco de se estabelecer em algum lugar é o princípio básico que guia a conceitualização do projeto. O desejo do ser humano em marcar sua presença na paisagem é a força motriz fundamental - para tornar um lugar identificável ao seu semelhante. As atividades sociais coletivas são centradas em torno de um espaço público associado com a comunidade. Tradicionalmente, isso aparece nas formas mais simples como ruas, cruzamentos, pários e também em formas mais elaboradas como a praça, o parque, o estádio.

Implantação
Implantação

O "Arco"  é concebido desta intenção fundamental, proporcionando abrigo para atividades comunitárias - o lugar a convivência, para atividades sociais e recreativas, comunitárias e eventos esportivos. 

© Steven Ngu, Andy Lim
© Steven Ngu, Andy Lim

Simultaneamente, necessita responder ao ambiente, particularmente ao dirigir a luz do sol, calor, umidade e chuva do clima tropical. De maneira correspondente, toma a forma de uma passarela alta e coberta para abrigar as atividades comunitárias. A solução de cobertura responde ao desejo de manter o espaço coberto resfriado através de métodos sustentáveis: isolamento com substrato e vegetação. Ao fazer isto, a solução substitui a vegetação original no térreo como um novo 'eco-sistema' em uma plataforma elevada que não apenas proporciona espaço aberto para recreação mas também oferece pontos de vista mais elevados para desfrutar das vistas panorâmicas sobre uma cidade bastante plana e para as atividades abaixo. A estrutura que se eleva suavemente e a vegetação sobre a cobertura é como uma expressão da natureza primária da raça humana de trabalhar a forma e modificar a paisagem em resposta ao estabelecimento de uma comunidade - de colocar sua marca na terra - efetivamente conduzindo o ato de criar um ponto de referência na forma mais básica. O ponto de referência não necessita ser um objeto simbólico para ser observado, mas deve fundamentalmente servir as funções comunitárias básicas e como um lugar para experiência humana e o encontro.

© Steven Ngu, Andy Lim
© Steven Ngu, Andy Lim

Seu nome é derivado da forma plana de um arco abraçando o espaço aberto verde comum. No lado aberto, cada extremidade é rebaixada para permitir o acesso de pedestres pela rampa em direção à plataforma da cobertura verde, que serve uma rede de caminhos de pedestres no nível superior dos caminhos no jardim que ligam todos os edifícios em dois níveis distintos.

Detalhe
Detalhe

Simbolicamente, o "Arco" é uma intervenção humana, uma demarcação no ato de através do estabelecimento de uma identidade para a comunidade e a prefeitura - considerando funcionalmente, fornece abrigo e domínio público para vários equipamentos coletivos, e estes são:

© Steven Ngu, Andy Lim
© Steven Ngu, Andy Lim

- Área verde em torno de canais, pequenos terraços verdes entre edifícios e coberturas verdes para um grande número de atividades;
 - Passarela com cobertura verde como conexão de pedestres entre o complexo de edifícios no solo e via elevada por sobre ela;
 - Lotes comerciais comunitários e banheiros;
 - Campo poliesportivo e playgrounds projetados para faixa etária diversificada;
 - Sala multiuso e espaços comunitários;
 - Estacionamento.

© Steven Ngu, Andy Lim
© Steven Ngu, Andy Lim

A conquista mais significante está em convencer o cliente, uma grande construtora a aceitar as intenções e soluções do projeto que não representam as expectativas tradicionais de uma arquitetura icônica - ao invés disto, evolui com a comunidade e abordagem sustentável. O sucesso e aceitação podem ser vistos na maneira do posicionamento da prefeitura centrando o projeto como uma identidade simbólica ou ícone para divulgação da cidade. Ao ser capaz de se identificar com um ícone, (oposto à intenção do cliente em ser um edifício icônico) a filosofia de desenvolvimento de uma cidade são resumidas em uma imagem, colocando assim esta intervenção feita pelo homem na terra em um ato de placemaking para a comunidade.

© Steven Ngu, Andy Lim
© Steven Ngu, Andy Lim

Outros pontos importantes são as soluções inovadoras e integradas em um projeto sustentável passivo; resposta ao clima, funções múltiplas e adaptabilidade; motivação comunitária na participação de eventos sociais; envolvimento de jovens em atividades educativas.

© Steven Ngu, Andy Lim
© Steven Ngu, Andy Lim

Sustentabilidade

A abordagem em relação à sustentabilidade é feita de maneira holística. Além de construir de maneira sustentável, é igualmente importante iniciar com a perspectiva a longo prazo - construir consciência comunitária em relação à sustentabilidade através de programas, projetos comunitários e educação. O "Arco" é projetado para ser uma vitrine de educação evolutiva e viva da abordagem sustentável. Cada solução sustentável é projetada para servir mais de processo do que de fins por si só. Portanto, cada 'solução verde' possui um propósito correspondente, tais como:

© Steven Ngu, Andy Lim
© Steven Ngu, Andy Lim

- Cobertura Verde - isola e filtra a água da chuva coletada. A água é canalizada através de cada coluna onde crescem espécies trepadeiras, promovendo um resfriamento evaporativo a medida que passa o vento. Isso simula o processo da natureza e atua como elemento demonstrativo educativo de como o ambiente natural funciona;
- O canal recreativo é simultaneamente um recipiente de águas da chuva coletadas, que podem ser reutilizados como irrigação para o paisagismo;
- A capacidade de uso / re-uso adaptável da passarela permite que o espaço abaixo funcione como uma rua de pedestres pelo qual lojas e comodidades adicionais podem ser introduzidas como a demanda exige. Soluções de projeto incluem piso removível que conta com espaço acomodar instalações e serviços para a uso futuro;
- Jardins comestíveis comunitários - auto-suficientes, promovem a integração entre os moradores e educação sobre valores, fomentando a cooperação e os princípios de cultivo e colheita de produtos agrícolas. Em conexão com este programa, um centro de reciclagem e locais de compostagem orgânicos também estão previstos;
- Promoção de um estilo de vida ativo e saudável através de projeto que encoraja o caminhar e o pedalar, interação comunitária, esportes e recreação em atividades diárias através do uso integrado e centro comum.

© Steven Ngu, Andy Lim
© Steven Ngu, Andy Lim

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Garis Architects
Escritório
Cita: "O Arco em Bandar Rimbayu / Garis Architects" [The Arc at Bandar Rimbayu / Garis Architects] 03 Mar 2016. ArchDaily Brasil. (Trad. Santiago Pedrotti, Gabriel) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/783014/the-arc-em-bandar-rimbayu-garis-architects> ISSN 0719-8906