Casa SawMill / Archier Studio

Casa SawMill / Archier Studio

Casa SawMill / Archier Studio - Imagem 2 de 32Casa SawMill / Archier Studio - Imagem 3 de 32Casa SawMill / Archier Studio - Imagem 4 de 32Casa SawMill / Archier Studio - Imagem 5 de 32+ 32

Yackandandah, Austrália
  • Arquitetos: Archier Studio
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano :  2014
  • Fotógrafo
    Fotografias :Ben Hosking
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes :  Archier
Mais informaçõesMenos informações
Casa SawMill / Archier Studio - Imagem 9 de 32
© Ben Hosking

Descrição enviada pela equipe de projeto. A Casa Sawmill utiliza grandes blocos recuperados de concreto, que a ancoram à paisagem, juntamente a uma envoltória dinâmica que regula o ambiente interno. A moradia é uma atualização trabalhada à mão a partir de uma edificação existente rústica e boêmia, condizente com um escultor da região.

Casa SawMill / Archier Studio - Imagem 3 de 32
© Ben Hosking

Enquadramento conceitual

Abordagem

Aproveitar o conjunto de habilidades do nosso cliente era uma prioridade. Facilitamos isso com um plano brusco um ano antes do início da construção, para então, lentamente desenvolvermos o projeto, enquanto fisicamente fomos trabalhando com o cliente no local durante o período da construção. Essa abordagem de projeto / construção permitiu-nos o distanciamento das soluções convencionais e investigar alternativas sob medida e eficientes. Grandes seções do telhado e fachada poderiam ser mecanizadas, paredes inteiras de vidro poderiam pivotar, pátios poderiam ser inseridos, móveis sob encomenda, marcenaria e serralheria poderiam ser projetados e fabricados no local em tempo real. O conhecimento adquirido através de uma abordagem de mão na massa foi incrivelmente valioso para o desenvolvimento do nosso jovem escritório.

Casa SawMill / Archier Studio - Imagem 8 de 32
© Ben Hosking

A utilização dos blocos de concreto recuperado é uma experiência em aproveitar as milhares de toneladas do material que vão para o lixo a cada ano. Cada bloco é um subproduto do excesso de concreto deixado em caminhões de um ou mais projetos na região, derramados em calhas de aço rugoso. Continuamos a investigar o aproveitamento de subprodutos industriais através de um estúdio de design que coordenamos na Universidade RMIT e empurramos o conceito para incluir a elementos subproduto da prática espacial e processual.

Casa SawMill / Archier Studio - Imagem 31 de 32
© Ben Hosking

Qual a contribuição do projeto à vida dos habitantes?

Conforme explicado pelo cliente:

"A Casa Sawmill abriga nossa jovem família de três pessoas, que agora pode viver confortavelmente e com segurança dentro da zona industrial. Grandes varandas operáveis, telas e portas transformam o espaço para atender às diversas condições climáticas e sociais, o que é crucial para nossa família que deve operar em um clima diversificado e, por vezes extremo, e direcionar nossa casa através de um espectro de retiro privado para um hub comum. É importante ressaltar que a natureza cívica do projeto permite que o edifício também funcione como um escritório de design com um aspecto fantástico".

Relação da forma construída ao contexto do projeto

Casa SawMill / Archier Studio - Imagem 16 de 32
© Ben Hosking

Contexto

Cada um dos blocos de concreto de uma tonelada que conformam o perímetro das paredes tem uma história - uma ponte, um passeio, uma casa; criando uma colcha de retalhos de cores e texturas através das fachadas. Essa textura integra a construção no terreno, e as camadas de cor imitam as camadas sedimentares de terra ainda expostas a partir da atividade anterior do local como uma mina de ouro antes de se tornar a serraria local. As superfícies ásperas das madeiras serradas sem tratamento referenciam-se à história recente do terreno e ao longo do tempo permanecerão com uma tonalidade acinzentada, que irá estabelecer o edifício na beirada da pedreira.

Casa SawMill / Archier Studio - Imagem 15 de 32
© Ben Hosking

Sustentabilidade

Composto por 270 blocos de concreto de uma tonelada, o projeto explora a possibilidade de alavancar positivamente as milhares de toneladas de concreto que vão para o lixo todos os anos na indústria da construção.

Casa SawMill / Archier Studio - Imagem 30 de 32
© Ben Hosking

O concreto em cada bloco é o subproduto das muitas lajes residenciais da vizinhança e que foram produzidos pela concreteira local, como um método de armazenagem de resíduos. Em celebração a essa colcha de retalhos de resíduos, os blocos foram mantidos crus e expostos, sempre que possível. Embora talvez não seja uma resposta holística, espera-se que esta abordagem crie uma casa que contribua para uma conversa mais ampla em torno da reutilização do concreto e incentive o investimento e pesquisas sobre as emissões de CO2 do material.

Casa SawMill / Archier Studio - Imagem 4 de 32
© Ben Hosking
Casa SawMill / Archier Studio - Imagem 32 de 32
Planta Baixa
Casa SawMill / Archier Studio - Imagem 29 de 32
© Ben Hosking

A casa conta com uma envoltória altamente operável que tira proveito da brisa local que viaja até o vale em direção à casa, resfriando passivamente nos meses de verão com ventilação cruzada. Nos meses frios a incidência solar é maximizada com a reversão de uma seção de 14 metros de teto que pode ser aberto sobre o deck,  permitindo que o sol aqueça passivamente a habitação durante a maior parte do ano.

Casa SawMill / Archier Studio - Imagem 5 de 32
© Ben Hosking

Originalmente publicado em Janeiro 29, 2016. 

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos
Sobre este escritório
Cita: "Casa SawMill / Archier Studio" [SawMill House / Archier Studio] 31 Mar 2021. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/780795/casa-sawmill-archier-studio> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.