O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Casas
  4. Peru
  5. Nomena
  6. 2014
  7. Residência Miermana / NOMENA

Residência Miermana / NOMENA

  • 19:00 - 29 Outubro, 2015
  • Traduzido por Camilla Sbeghen
Residência Miermana / NOMENA
Residência Miermana / NOMENA, © Gonzalo Cáceres
© Gonzalo Cáceres

© Gonzalo Cáceres © Gonzalo Cáceres © Gonzalo Cáceres © Gonzalo Cáceres + 16

© Gonzalo Cáceres
© Gonzalo Cáceres

O pátio como estruturador

O pátio ou o vazio é definido como um espaço equivalente, mas sem função determinada. Esta característica o faz fundamental para a experiência arquitetônica. Sua ambiguidade permite ser reutilizado em um programa de tipologia distinta. 

Axonométrica
Axonométrica

Decidimos fazer do pátio um elemento estruturador principal. A Vila Miermana trata de uma moradia permanente nos subúrbios de Lima.

Diversos exemplos da mesma tipologia mas em distintas épocas e lugares nos mostram como a mesma ideia pode determinar resultados tão diferentes. Entre eles estão: o romano, que é simétrico; o colonial, centralizado e o moderno, trabalhado por Sert e Mies Van der Rohe.

© Gonzalo Cáceres
© Gonzalo Cáceres

Uma planta quadrada de 20 m de lateral nos abstrai das condições simbólicas da moradia. O programa se divide em duas barras lineares (por um lado os pais e por outro os filhos). Um elemento conector contém todos os serviços requeridos pela moradia. Esta divisão gera tensão entre eles, permitindo que o vazio articule ambas funções, dando maior importância ao que acontece entre os espaços funcionais. 

© Gonzalo Cáceres
© Gonzalo Cáceres

O pátio se configura por linhas estruturais em uma direção e não com muros estáticos como antigamente. Isto permite que o primeiro nível seja transparente abrigando as atividades mais sociais. A transparência está presente de norte a sul e de leste a oeste, dilatando os limites do espaço interior. 

© Gonzalo Cáceres
© Gonzalo Cáceres

O projeto conta com 2 escadas muito diferentes: uma rápida (que abastece o serviço de maneira vertical, sem experiência alguma, somente funcional) e outra lenta (permite percorrer o espaço, passear e contemplar o pátio). 

Corte 1
Corte 1
Corte 2
Corte 2

O vazio converte-se então, em um grande espaço sem função determinada. O qual poderá transformar-se de acordo com as necessidades do usuário. As duas barras suspensas liberam o solo em busca da transparência mencionada. 

O volume suspenso no ar permite uma composição de luz e sombra ao longo de toda a moradia. Através do corte se estabelece a importância da leveza. Cada secção abriga distintas condições e atividades íntimas da moradia, esta se deve somente aos seus requerimentos espaciais. Libera-se, então, o térreo, conseguindo a transparência absoluta. 

© Gonzalo Cáceres
© Gonzalo Cáceres

A escada é colocada de maneira que participa da atividade ambígua do pátio e da sua transparência norte-sul. 

Entendemos o conceito de transparência como a possibilidade de atravessar elementos opacos. Busca-se dilatar os espaços funcionais, elevando os volumes opacos e liberando o térreo. O pátio converte-se então, em um espaço ambíguo, sem limites determinados e nem dimensões específicas. 

© Gonzalo Cáceres
© Gonzalo Cáceres

Cria-se assim, a transparência leste-oeste e norte-sul ao longo do volume linear. Revelam-se distintas situações espacias, terraços pés-direitos e pátios fechados nas suas laterais. A luz natural penetra no interior e as vistas são emolduradas desde o interior, atravessando o edifício. 

© Gonzalo Cáceres
© Gonzalo Cáceres

Ver a galeria completa

Sobre este escritório
Nomena
Escritório
Cita: "Residência Miermana / NOMENA" [Villa Miermana / NOMENA] 29 Out 2015. ArchDaily Brasil. (Trad. Sbeghen Ghisleni, Camila) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/776131/vila-miermana-nomena> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.