O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Arquitetura Esportiva
  4. Espanha
  5. Francisco Mangado
  6. 2008
  7. Centro Hípico Ultzama / Francisco Mangado

Centro Hípico Ultzama / Francisco Mangado

  • 09:00 - 3 Outubro, 2015
  • Traduzido por Camilla Sbeghen
Centro Hípico Ultzama / Francisco Mangado
Centro Hípico Ultzama  / Francisco Mangado, © Pedro Pegenaute
© Pedro Pegenaute

© Pedro Pegenaute © Pedro Pegenaute © Pedro Pegenaute © Pedro Pegenaute + 21

  • Arquitetos Colaboradores

    David Martínez Grande, Janka Rust, César Martín Gómez.
  • Arquiteto Técnico

    Pedro Legarreta.
  • Gerenciamento de Obra

    Francisco Mangado.
  • Mais informações Menos informações
© Pedro Pegenaute
© Pedro Pegenaute

Descrição enviada pela equipe de projeto. O complexo está localizado em um dos ecossistemas mais úmidos do norte de Navarra. Um vale de colinas suaves porém robustas, onde o pasto verde e os carvalhos configuram uma paisagem de forte caráter cuja cor é alterada segundo as estações do ano. Um vale ocupado através de um sistema de pequenos núcleos relativamente próximos que se configuram de uma maneira aparentemente aleatória. 

© Pedro Pegenaute
© Pedro Pegenaute

As edificações potentes de grandes volumes unitários e isolados parecem competir entre si demostrando sua força arquitetônica. Uma forma que nasce da climatologia existente e de um sistema produtivo onde o agricultor é forçado a dividir sua residência com a família e com os animais. Uma forma que sempre destaca a cobertura como elemento unificador dos diferentes conteúdos. Uma forma que remete genuinamente à arquitetura de Navarra. Neste contexto, surge o complexo hípico de alto rendimento dedicado ao adestramento clássico.

© Pedro Pegenaute
© Pedro Pegenaute

A ideia da limpidez e o poder arquitetônico demostrado nos assentamentos adjacente, sempre estiveram presentes no projeto. Acima dos materiais ou de determinadas configurações expressivas, foi este princípio utilizado, o da volumetria clara como forma de relacionar-se com o entorno. Uma clareza que invade, não somente a manifestação externa, mas também a organização estrutural e construtiva dos edifícios. Junto deles, outra reflexão intensamente arquitetônica está nas estrelinhas do projeto.

Planta baixa - térreo
Planta baixa - térreo

A mistura de escalas, a forma de organizá-las e de relacioná-las entre si, a necessidade de combinar grandes espaços de entretenimento ou de estábulos, com outros de caráter doméstico são aspectos que argumentam a decisão fundamental de que todos os usos, independentemente do seu tamanho, apareçam camuflados e configurados nestes volumes únicos e totais, coerentes com a ideia de clareza que havíamos mencionado. Desta maneira, as residências dos trabalhadores e treinadores do complexo não se diferenciam da volumetria geral - que remete à uma granja agrícola e foi definida a fim de conter as pistas de treinamento e os estábulos - estando integradas no interior destes volumes, não estabelecendo diferença alguma entre eles, já que qualquer ruptura significaria uma fragmentação nada compatível com a paisagem natural e arquitetônica do vale. 

© Pedro Pegenaute
© Pedro Pegenaute

O materiais desempenham um papel importante no projeto. A substituição das habituais paredes de gesso pintadas de branco dos casarios por chapas de alumínio permite, combinadas com a madeira de carvalho que se utiliza tanto na marcenaria como nos revestimentos verticais e pisos, uma escolha de grande valor expressivo. 

© Pedro Pegenaute
© Pedro Pegenaute

Em geral, o uso dos materiais é permeado por uma tentativa de dotar de contemporaneidade as soluções tradicionais presentes no entorno. Neste sentido, a manipulação do carvalho a partir de grandes seções procedentes da exploração controlada dos bosques próprios que, no caso das grandes peças limita-se a simples cortes volumétricos obtidos de um só tronco, torna-se um gesto fundamental para a percepção da materialidade do conjunto. 

© Pedro Pegenaute
© Pedro Pegenaute

A organização é relativamente simples. Um grande volume alongado contém os estábulos e as moradias dos trabalhadores. A cobertura é a mesma inclinando-se para abrigar a maior altura requerida pelo segundo uso, já que neste ponto configura-se o acesso principal ao conjunto. Paralelamente, um grande volume conectado perpendicularmente com o primeiro, contém a pisa olímpica de treinamento, assim como a moradia dos proprietários e uma área de estar e formação para cavaleiros e treinadores. Desta forma, a partir dos lugares de estar, se tem vistas diretas tanto para a pista interna quanto para a externa. 

© Pedro Pegenaute
© Pedro Pegenaute

O projeto paisagístico segue, basicamente,  as diretrizes de preservação do lugar. Linhas de carvalhos dividem os lotes, configurando prados longitudinais que seguem uma diretriz perpendicular ao rio Ultzama, onde ainda é possível encontrar trutas e lontras. Agora, estes mesmos prados, recebem também os cavalos. 

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato. Cita: "Centro Hípico Ultzama / Francisco Mangado" [Elite Equestrian Center Ultzama / Francisco Mangado] 03 Out 2015. ArchDaily Brasil. (Trad. Sbeghen Ghisleni, Camila) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/774500/centro-hipico-ultzama-francisco-mangado> ISSN 0719-8906