O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Arquitetura Cultural
  4. Portugal
  5. Subvert Studio
  6. 2014
  7. TUPÃ - Um Totem Sul-Americano / Subvert Studio

TUPÃ - Um Totem Sul-Americano / Subvert Studio

TUPÃ - Um Totem Sul-Americano / Subvert Studio
TUPÃ - Um Totem Sul-Americano / Subvert Studio, © Subvert / APP Photography
© Subvert / APP Photography

© Subvert / APP Photography © Subvert / APP Photography © Subvert / APP Photography © Subvert / APP Photography + 15

© Subvert / APP Photography
© Subvert / APP Photography

Descrição enviada pela equipe de projeto. Próximo Futuro é o Programa Gulbenkian de Cultura Contemporânea dedicado em particular, mas não exclusivamente, à pesquisa e produção de arte na Europa, em África, na América Latina e nas Caraíbas. Neste contexto, um artista ou um atelier de arquitetura, é convidado pela Fundação Calouste Gulbenkian a projetar um pavilhão (temporário) nos jardins. Em 2014, a concessão e a criação desse espaço foi entregue à Subvert Studio.

Planta Baixa
Planta Baixa

Inspirado no Totem, o pavilhão foi concebido para se tornar um espaço de reunião, de discussão e de contemplação: um símbolo arquitetônico que engloba toda a América do Sul.

© Subvert / APP Photography
© Subvert / APP Photography

Totem é "(...) um objeto ou animal no qual uma determinada sociedade acredita ter um significado espiritual e que é adotado por essa mesma sociedade como um símbolo."

Fachada
Fachada

O Totem reflete os quatro elementos naturais: a terra – de onde ele surge; o ar – o elemento que o sustenta; o fogo – através da reflexão da luz e do sol; e a água – insinuado pela respetiva textura e forma. A estrutura do pavilhão é de aço e construído com placas de madeira cobertas de papel espelhado.

© Subvert / APP Photography
© Subvert / APP Photography

Ao caminhar pelos jardins da Fundação Gulbenkian, deparamo-nos com o pavilhão, uma experiência espacial de luz, de som e de cor, que espelha, de modos diversos, os elementos da criação. Na mitologia Guarani, a palavra Tupã refere-se ao deus supremo do universo e criador da luz. A sua habitação é o sol. Tupã torna-se, neste contexto, na representação arquitetônica de um continente, a América do Sul.

© Subvert / APP Photography
© Subvert / APP Photography

O Totem surge nos jardins da Fundação Gulbenkian como um objecto espelhado que é capaz de nos transportar para outras dimensões, para diferentes representações abstratas daquele continente, para as suas cores, as suas texturas e os seus sons. O espelho, as cortinas, o fumo, o som e a luz tornam-se os elementos de transformação para este objeto, irradiando a essência da própria vida.

© Subvert / APP Photography
© Subvert / APP Photography

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "TUPÃ - Um Totem Sul-Americano / Subvert Studio" [TUPÃ - A South American Totem / Subvert Studio] 01 Jul 2015. ArchDaily Brasil. (Trad. Delaqua, Victor) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/769433/tupa-um-totem-sul-americano-subvert-studio> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.