O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Arquitetura De Uso Misto
  4. Espanha
  5. Manuel Quijano Vallejo
  6. 2014
  7. Círculo Mercantil e Industrial de Sevilha / Manuel Quijano Vallejo

Círculo Mercantil e Industrial de Sevilha / Manuel Quijano Vallejo

  • 09:00 - 12 Junho, 2015
  • Traduzido por Camilla Sbeghen
Círculo Mercantil e Industrial de Sevilha / Manuel Quijano Vallejo
Círculo Mercantil e Industrial de Sevilha / Manuel Quijano Vallejo, © Javier Orive
© Javier Orive

© Javier Orive © Javier Orive © Javier Orive © Javier Orive + 35

  • Arquiteto Técnico

    Alejandro Pallares Manrique
  • Cálculo da Estrutura

    Calconsa
  • Esboço

    Rafael Maguillo Gago
  • Diretor da Obra

    Manuel Quijano Vallejo
  • Diretor Executivo

    Alejandro Pallares Manrique
  • Diretor de Projeto

    Estudio GAAS. (Francisco Gamboa Antiñolo- Javier Gómez Ramallo)
  • Construtora

    UTE Circulo Mercantil Eiffage-Inabensa
  • Mais informações Menos informações
© Javier Orive
© Javier Orive

Descrição enviada pela equipe de projeto. Este projeto é o ápice, por parte do Círculo Mercantil Industrial de Sevilha, de uma série de obras de melhoria nas suas instalações esportivas. Nestes equipamentos, inaugurados em 1970, somente haviam sido feitas pequenas reformas e atuações, geralmente desconexas entre si. É por isso que o clube recentemente redigiu um plano diretor de modernização com uma visão global do conjunto.

© Javier Orive
© Javier Orive

O projeto aborda, por um lado, um novo plano diretor da zona norte do terreno e por outro a execução de um edifício multiuso. Esta área estava ocupada por espaços residuais e diferentes edificações desconexas e obsoletas, dando as costas para o rio. Assim, decidiu-se pela demolição destas edificações e sua substituição. O plano diretor situa o novo edifício paralelo a empena norte, eliminando os espaços residuais e habilitando um espaço livre em frente ao rio. 

Planta Baixa - térreo
Planta Baixa - térreo

O programa multiuso do edifício (nova entrada ao clube, área administrativa, sala multiuso, dependências esportivas e salões sociais), faz com que o projeto não responda a nenhuma tipologia reconhecível. O resultado final é fruto dos condicionantes do terreno, sua localização e o programa a ser desenvolvido. 

© Javier Orive
© Javier Orive

Projeta-se uma arquitetura racionalista na qual é eliminada toda a ornamentação vazia e gratuita, com predominância de formas geométricas simples onde os distintos elementos projetados respondem a uma função ou condicionante específicos. 

© Javier Orive
© Javier Orive

Sua privilegiada localização, na margem do Rio Guadalquivir e em frente ao Parque Maria Luisa é primordial, sendo a condicionante mais importante. Assim, o edifício se abre ao rio, criando uma fachada leste totalmente envidraçada. 

© Javier Orive
© Javier Orive

Na fachada norte, no primeiro pavimento, já acima da altura do limite do terreno e como uma reinterpretação do típico "fechamento" da arquitetura andaluz, projeta-se um grande mirante em direção as magníficas vistas do centro antigo da cidade. 

© Javier Orive
© Javier Orive

A transição entre o novo edifício e o atual, de um só pavimento, é resolvida situando a área de maior altura próxima a empena norte e escalonando distintos volumes de menor altura conforme se aproximam da edificação existente. Isto permite também a existência de terraços em todas os pavimentos, conectados por um percurso de escadas exteriores. 

© Javier Orive
© Javier Orive

Projeta-se um edifício com alta eficiência energética. Os componentes da sua envolvente lhe conferem um alto grau de isolamento térmico. As grandes superfícies envidraçadas situam-se, com exceção da fachada leste, nas fachadas norte e sul, e proteções solares adequadas são incorporadas no projeto. 

Corte Longitudinal
Corte Longitudinal

O desenho especial da instalação de ar condicionado e a produção de água quente o faz altamente eficiente. Utiliza-se a geotermia com dois poços, de extração e injeção, até o nível freático. Isto permite, entre outras coisas, não ter de situar nenhuma maquinaria na cobertura, deixando toda a superfície acessível para os usuários. 

© Javier Orive
© Javier Orive

A nova entrada do clube é projetada como uma peça de imagem potente e singular, facilmente identificável desde a Av. Presidente Adolfo Suárez. Para isto, um grande pórtico formado pelo plano horizontal que voa sobre a linha da fachada é projetado. Ele se apóia na extremidade do edifício administrativo e, no encontro com o outro, se dobra criando uma geometria trapezoidal, buscando o apoio no terreno. Toda esta peça está revestida com painéis de alumínio, cor cinza escuro, utilizados também em outras áreas do edifício. 

© Javier Orive
© Javier Orive

O edifício é incorporado às fachadas voltadas ao rio, criando a imagem de uma arquitetura atual, mas sem estridência, graças a sua escala adequada ao entorno, seus volumes de formas simples e cor clara, quase branca.

Ver a galeria completa

Localização do Projeto

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Círculo Mercantil e Industrial de Sevilha / Manuel Quijano Vallejo" [Circulo Mercantil Industrial Sports Center / Manuel Quijano Vallejo] 12 Jun 2015. ArchDaily Brasil. (Trad. Sbeghen Ghisleni, Camila) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/768393/circulo-mercantil-e-industrial-de-sevilha-manuel-quijano-vallejo> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.