Rio de Janeiro entra para o calendário internacional de arquitetura com o Fórum Rio Academy

Rio de Janeiro entra para o calendário internacional de arquitetura com o Fórum Rio Academy

Poucos lugares no mundo seriam tão ideais como o Rio de Janeiro para discutir o futuro das grandes cidades em países emergentes. Com toda a sua diversidade, prestes a sediar as Olimpíadas e à espera de grandes mudanças, o cenário oferece conteúdo suficiente para uma ampla reflexão sobre a produção de arquitetura e urbanismo de uma forma global.

A partir deste contexto, o Fórum Internacional de Arquitetura e Urbanismo reúne um time de Pritzkers e outros arquitetos de renome, acadêmicos e profissionais de diversas áreas entre os dias 20 e 26 de Julho, no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (MAM). Produzido pelo Rio Academy, o evento, que faz parte das comemorações de 450 anos do Rio de Janeiro, debate soluções para a cidade e premia os melhores projetos desenvolvidos. As inscrições estão abertas e podem ser feitas pela página oficial do evento.

A exemplo de experiências mundiais como o Grand Paris, o Berlin Agenda 21, o Istanbul Digital City ou o Randstad 2040, o Fórum Internacional de Arquitetura e Urbanismo propõe aliar a reflexão sobre a experiência e a proposição efetiva de soluções arquitetônicas e urbanísticas para as cidades, apresentando-se como relevante parceiro na busca da sustentabilidade na vida contemporânea.

Composto por dois dias de conferências e cinco de workshops, o evento é aberto a todos os interessados no tema central: O Futuro das Grandes Cidades em Países Emergentes. O primeiro dia de conferências conta com a participação de Paulo Mendes da Rocha, vencedor do Prêmio Pritzker, a maior premiação da arquitetura mundial; Bjarke Ingels Group (BIG), escritório baseado em Copenhague e Nova Iorque, detentor de diversos prêmios; Triptyque, agência sediada em São Paulo e Paris, reconhecida mundialmente; e Alejandro Aravena,, reconhecido por seu trabalho de urbanização de favelas e exposto no MoMA de Nova Iorque.

O segundo dia de palestras apresenta Jaime Lerner, ex-prefeito de Curitiba, que transformou a cidade em referência nacional e internacional em planejamento urbano; Giancarlo Mazzanti, responsável pelo reconhecido projeto Biblioteca Parque España, na Colômbia; Reinier de Graaf, responsável por projetos de edifícios e master plans na Europa, Rússia e Oriente Médio, incluindo a recente Sede G-Star em Amsterdã (2014); além de Elizabeth e Christian de Portzamparc, com uma dupla abordagem sociológica e arquitetônica. Detentor de diversos prêmios, Christian foi, em 1994, o primeiro arquiteto francês a receber o Prêmio Pritzker.

Norteados pela legenda “Observe, Aprenda, Produza”, os dias de workshop serão destinados à produção de propostas para o Rio de Janeiro, com o objetivo de estimular a participação ativa de arquitetos, urbanistas e designers no redesenho da cidade. Durante a manhã, profissionais convidados compartilharão suas experiências, enquanto a tarde será usada para aplicar os conhecimentos na prática. Os Talkers ficarão disponíveis após suas apresentações para ampliar reflexões, aconselhar e orientar. Todo este processo será realizado no “Puxadão do MAM” espaço construído com materiais reaproveitáveis, montado na parte externa do museu.

A equipe de Talkers é formada pelo escritório Rua Arquitetos, além de Washington Fajardo, Fleshbeck Crew, Marcello Dantas, Studio Schwitalla, Jorge Jáuregui, entre outros. Os participantes devem escolher um dos cinco subtemas do Fórum e desenvolver seus projetos. São eles: Patrimônio arquitetônico; Mobilidade urbana; Urbanismo espontâneo/ Cidade informal; Soluções efêmeras e Desigualdade social. Os participantes podem trabalhar individualmente ou em grupos de até 5 pessoas.

Os trabalhos serão selecionados por um júri especializado e o resultado será divulgado no dia 26, domingo, último dia de Fórum. Os primeiros colocados de cada subtema recebem o valor de R$ 3 mil . Além disso, os três primeiros colocados de cada subtema terão seus projetos levados para a Prefeitura do Rio e publicados em um livro. Eles também recebem entrada grátis no próximo Fórum Internacional de Arquitetura e Urbanismo.

Palestrante do evento, Carolina Bueno, da agência Triptyque Architecture, destaca o quanto a união de palestras e workshops pode ser produtiva. “O que é único neste Fórum é a produção. Teremos a parte de conteúdo e o momento de produção, onde a turma vai conseguir colocar em prática e traduzir, e absorver o que foi falado, discutido, incitado. E isso é especial”, afirma.

Já o arquiteto Guilherme de Sá, um dos organizadores do evento, aponta para a importância desta colaboração em um momento onde a cidade do Rio de Janeiro passa por transformações urbanísticas: “A arquitetura tem o objetivo de transformar o espaço para tornar a vida das pessoas que ali habitam o melhor possível. Sendo assim, o evento pretende gerar uma apropriação, um senso de pertencimento nos cidadãos em relação à cidade do Rio. Queremos que as pessoas sejam participantes do todo”, explica.

Fórum Internacional de Arquitetura e Urbanismo: 20 a 26 de julho

Este evento foi enviado por um usuário de ArchDaily. Se você quiser, pode também colaborar utilizando "Enviar um evento". As opiniões expressas nos anúncios enviados pelos usuários archdaily não refletem necessariamente o ponto de vista de ArchDaily.

Cita: "Rio de Janeiro entra para o calendário internacional de arquitetura com o Fórum Rio Academy" 14 Jun 2015. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/768382/rio-de-janeiro-entra-para-o-calendario-internacional-de-arquitetura-com-o-forum-rio-academy> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.