O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Instalações Temporárias
  4. Portugal
  5. Moradavaga
  6. 2014
  7. Seven Scenes Seven Sins / Moradavaga

Seven Scenes Seven Sins / Moradavaga

  • 09:00 - 6 Junho, 2015
Seven Scenes Seven Sins / Moradavaga
Seven Scenes Seven Sins / Moradavaga, Cortesia de Moradavaga
Cortesia de Moradavaga

Cortesia de Moradavaga Cortesia de Moradavaga Cortesia de Moradavaga Cortesia de Moradavaga + 13

  • Arquitetos

  • Localização

    Braga, Portugal
  • Colaboração

    Rossana Ribeiro, Sofia Morais (Ilustração)
  • Parceiros

    Cavaco & Coquet, Lda
  • Apoio

    Fundação Bracara Augusta
  • Ano do projeto

    2014
Cortesia de Moradavaga
Cortesia de Moradavaga

“Seven Scenes Seven Sins”, concebida pela Moradavaga propositadamente para o concurso “BRAGA VAI PASSAR A NOITE EM BRANCO”, é uma criação “site-specific” que cruza arquitetura, instalação e design.

Cortesia de Moradavaga
Cortesia de Moradavaga

Tal como o título indica, “Seven Scenes Seven Sins” parte da intersecção de dois “universos”, um inspirado na “dramaturgia”, neste caso do quotidiano doméstico contemporâneo, com os espaços da casa a servirem de suporte à “ação”, e outro herdeiro da tradição e história do local de implantação (tanto à escala da urbe, Braga, como à escala do lugar específico dentro da cidade, Largo do Paço) com toda a carga religiosa a ele associada.

Cortesia de Moradavaga
Cortesia de Moradavaga

Tomando como referência as características tipológicas do espaço do confessionário, nomeadamente a sua escala e função, propomos a implantação de sete habitáculos entre as colunas do rés-do-chão da Ala Poente do edifício do Paço Episcopal voltado para o Largo do Paço, os quais representam sete compartimentos de uma habitação, servindo simultaneamente como cenários para a evocação dos sete pecados capitais.

Cortesia de Moradavaga
Cortesia de Moradavaga

Assim, recorrendo a um sistema de iluminação bipartido entre luz branca/luz negra e a um conjunto de adereços, desenhos e frases pintados com tinta fluorescente, teremos um Hall/Inveja, uma Cozinha/Gula, uma Casa-de-Banho/Soberba, um “Closet”/Luxúria, um Ginásio/Ira, um Jardim/Preguiça e uns Arrumos/Avareza.

Cortesia de Moradavaga
Cortesia de Moradavaga

Aos transeuntes será permitida a observação “voyeurista” a partir do exterior, através de um visor aplicado no topo de cada um dos “confessionários”, bem como a entrada controlada em cada um destes pequenos espaços, proporcionando-lhes uma experiência de “imersão” nesta realidade cambiante e potenciando assim dois momentos distintos de participação na “peça”: um na qualidade de espectador, outro no papel de figurante/ator, sendo que nesta sequência a mudança de condição do observador de um estado passivo para um estado ativo resultará numa maior tomada de consciência da(s) realidade(s) em causa, através da percepção global daquilo que se passa no interior por oposição à visão parcial de quem está no exterior.

Cortesia de Moradavaga
Cortesia de Moradavaga

Espera-se com este projeto contribuir para a fruição cultural, intelectual, sensorial e emocional da cidade de Braga em mais uma edição da sua Noite Branca.

Desenhos
Desenhos

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Seven Scenes Seven Sins / Moradavaga" 06 Jun 2015. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/768017/seven-scenes-seven-sins-moradavaga> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.