O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Instituto
  4. Singapura
  5. DP Architects
  6. 2012
  7. Centro Stephen Riady / DP Architects

Centro Stephen Riady / DP Architects

Centro Stephen Riady / DP Architects
Centro Stephen Riady  / DP Architects, © Marc Tey
© Marc Tey

© Rory Daniel © Rory Daniel © Marc Tey © Marc Tey + 26

  • Arquitetos

  • Localização

    21 Lower Kent Ridge Road, Universidade Nacional de Singapura, Singapura 119077
  • Membros da equipe de projeto

    Chin Thoe Chong, Hoo Chuen Piew, Goh Soh Mui, Emmanuel Sabido, Ramir Poyaoan, Hanafi Kasnan, Alexis Chan, Ahmad Iskandar, , Hamish Winstanley, Jeffrey Hans, Salazar Miranda, Rizal Hamdani, Randy Setiadinata, Yap Woon Hwee, Wendy Tan, John Tan, Theresia Widyasari, Monica Boenawan, Yap Shiow Hwa, Jael Tutay, Desera Puti, Asep Ajabar, Cheryl Koh, Carlito Sosito, Bonifacio Dela Cruz, Huang Jiahui, Jayson Manalo, Raymond Ong
  • Área

    23880.0 m2
  • Ano do projeto

    2012
  • Fotografias

© Rory Daniel
© Rory Daniel

Descrição enviada pela equipe de projeto. Criando um ambiente de aprendizagem espontânea: O Centro Stephen Riady está localizado em um terreno angular no canto sudoeste da Universidade Nacional da Cidade Universitária de Singapura. O centro enfrenta o anel viário veicular interno e visa estabelecer uma identidade forte para a universidade ao intervir na bacia hidrográfica da área verde de pedestres da cidade. O cliente pediu um edifício histórico que abrigará o grupo mais diversificado de usuários no campus juntos - esportes, educação, dança e departamentos da administração. Com 21,600 m2 de espaço para os alunos, uma infinidade de instalações foram fornecidas, incluindo um centro de estudantes, eventos esportivos, teatros, escritórios, lojas e um restaurante no primeiro andar; um ginásio, salas de prática de música e salas de aula no segundo andar, além de uma piscina, biblioteca de música e sala polivalente no terceiro andar.

© Rory Daniel
© Rory Daniel

Antigamente um clube de golfe com várias árvores antigas, a natureza do local levou a evolução da proposta do projeto. Respeitoso à escala do verde da cidade, um volume simples de três andares foi adotado. O centro oferece um aberto e convidativo campus no plano da terra, acessível por todos. O espaço central foi construído para criar uma área para a congregação, ou fórum, que liga as várias funções projetadas no plano da terra - uma visão moderna sobre o antigo lugar romano de encontro e discurso. O espaço interno foi também definido por duas principais espinhas de circulação. No cruzamento delas, foi feito o fórum para incentivar reuniões, interação e discussão. Ele não só oferece uma área para exposições temporárias, eventos e shows, mas também facilita conexões diretas de pedestres com o verde da cidade.

© Rory Daniel
© Rory Daniel

PROCESSO PROJETUAL: A equipe de arquitetura começou com a noção de "pedagogia" - a aprendizagem não precisa mais estar confinada em salas de aula, pelo contrário, podem ocorrer em locais abertos e acidentais. Para conseguir isso, a equipe começou por olhar para a linha de terra. O terreno é suavemente inclinado para baixo ao oeste e a conectividade em relação aos edifícios vizinhos estava em um nível mais elevado do que o nível de base do terreno - mais ou menos equivalente ao L2. Ao invés de lutar contra esta diferença de nível, a equipe decidiu adotá-la, criando uma pilha de três 'estradas' interligadas por meio do edifício. Elas permitem a entrada perfeita de todos os níveis externos no edifício e a fácil dispersão de tráfego de pedestres dentro do próprio edifício através de uma série de átrios de dimensões generosas. Os vários elementos funcionais do edifício foram ligados a este conjunto de estradas, juntamente com uma multiplicidade de espaços de fuga geralmente localizados em estreita proximidade com os átrios. Isto permite que os estudantes obtenham uma visão das atividades que acontecem em todo o edifício, além de ser um incentivo à interação. Este projeto favorece a aprendizagem espontânea em sala de aula, bem como em espaços públicos. Os generosos espaços de chegada das escadas foram projetados para fomentar encontros e conversas. Ar e luz naturais preenchem os espaços interiores expostos enquanto, a partir do lado de fora, os visitantes são atingidos por cenas do Centro, cheio de movimento e atividades dos estudantes.

© Marc Tey
© Marc Tey

PROJETO SUSTENTÁVEL: Uma mistura de estratégias arquitetônicas e sustentáveis foram adotadas para efetivamente reduzir o impacto sobre o local. Inspirado pelas antigas habitações de Sarawak na Malásia Oriental, o telhado de alumínio inclinado com uma saliência substancial fornece sombra para reduzir as cargas solares.

© Rory Daniel
© Rory Daniel

Os eventos esportivos no primeiro pavimento também adotam uma estratégia arquitetônica e ambiental similar. De frente para o oeste, existe um grande telhado com um longo balanço que desce para um nível baixo, deformando-se para baixo e dobrando-se como a fachada. O telhado pendente também garante que as passarelas estejam protegidas de fortes chuvas e do sol quente tropical, mas ainda permanecendo poroso para ventilação. O beiral do telhado recebe a luz do sol no lado oeste para reduzir o ganho de carga solar mais forte. O norte envidraçado e as fachadas sul oferecem vistas e permitem que a luz seja transmitida para dentro do edifício, diminuindo o consumo geral de energia. As aberturas do edifício estão alinhadas com as direções de ventos predominantes para maximizar o fluxo de ar natural ao longo das passarelas. 55% das áreas do edifício não têm ar-condicionado, reduzindo substancialmente a energia utilizada para operações de construção.

Corte
Corte

Espaços interiores: Outra característica única neste projeto é a parede ondulante que serve como pano de fundo dinâmico para cerimônias - um projeto interessante que combina luz e sombra, cores e movimento. A parede gera padrões diferentes conforme o sol se move ao longo do dia, criando uma aparência que muda constantemente. Os materiais dos interiores também foram meticulosamente escolhidos para reforçar e ajudar a incorporar a ideia do projeto. Por exemplo, os padrões aleatórios de pavimentação foram usados para o revestimento de modo a refletir o dinamismo do espaço.

© Marc Tey
© Marc Tey

Tratamentos de piso e teto para os espaços comuns capitalizam elementos naturais, com curvas fluídas e uma tapeçaria de telhas de granito cortadas à mão. Isso cria uma sensação de estar ao ar livre para os espaços públicos, os quais parecem fluir naturalmente na paisagem. Inspirando-se no caráter educativo do edifício e na textura de lombadas de livros colocados em prateleiras, os tratamentos de parede ecoam a geometria encontrada por trás dessas linhas e padrões.

© Marc Tey
© Marc Tey

O telhado tem cinco grandes claraboias envidraçadas e estas aberturas generosas servem como pulmões que filtram a luz natural de forma muito bonita para dentro dos espaços. Elas também fornecem conectividade direta com o mundo exterior, revelando mudança e cor e estado do céu.

© Marc Tey
© Marc Tey

Ao utilizar estratégias espaciais, o Centro Stephen Riady emprega uma arquitetura que se esforça para criar um ambiente mais intimista e espontâneo de aprendizagem tanto ágil e sensível ao seu ambiente. Ele oferece aos estudantes oportunidades para a descoberta e interação dentro de uma gama diversificada de espaços dinâmicos.

© Rory Daniel
© Rory Daniel

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
DP Architects
Escritório
Cita: "Centro Stephen Riady / DP Architects" [Stephen Riady Centre / DP Architects] 16 Mai 2015. ArchDaily Brasil. (Trad. Brant, Julia) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/766904/centro-stephen-riady-dp-architects> ISSN 0719-8906