A revitalização de Whitworth / MUMA

A revitalização de Whitworth / MUMA

A revitalização de Whitworth / MUMA - Imagem 2 de 26A revitalização de Whitworth / MUMA - Imagem 3 de 26A revitalização de Whitworth / MUMA - Imagem 4 de 26A revitalização de Whitworth / MUMA - Imagem 5 de 26+ 26

  • Arquitetos: MUMA
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área :  6000
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes :  Ted Todd
  • Gerenciamento De Projetos Universidade : Drivers Jonas Deloitte
  • Gerenciamento De Projetos Galeria : Cragg Management Services
  • Engenheiro Estrutural : Ramboll
  • Serviços De Engenharia : Buro Happold
  • Assessoria De Custos : Appleyard & Trew
  • Projeto Preventivo Contra Incêndio : Fedra
  • Consultoria Da Fachada : Arup Façade Engineering
  • Acústica : Hahn Tucker
  • Paisagismo : Sarah Price Landscaping
  • Consultoria Dda : Lisa Foster & Associates
  • CDM : AA Projects
  • Inspeção : HCD Building Control
  • Consultoria Ambiental : Penny Anderson Associates
  • Avaliação Do Patrimônio : The Architectural History Practice
  • Cliente : The Whitworth, The University of Manchester Estates
  • Orçamento : £15 milhões
  • Cidade : Manchester
  • País : Reino Unido
Mais informaçõesMenos informações
A revitalização de Whitworth / MUMA - Imagem 13 de 26
Cortesia de MUMA

Descrição enviada pela equipe de projeto. A Whitworth é uma galeria de arte pública fundada em 1889, como a primeira galeria inglesa estabelecida em um parque. Ela tornou-se parte da Universidade de Manchester, em 1958. A Galeria está localizada a nordeste do Parque Whitworth, próximo ao campus da Universidade na Moss Side Ward, perto das comunidades locais de Moss Side e Rusholme. A galeria, em frente a Avenida Oxford, é contornada pela Avenida Dinamarca - uma rua de uso misto, incluindo algumas unidades residenciais.

A revitalização de Whitworth / MUMA - Imagem 20 de 26
Planta Baixa

A Whitworth é uma fusão de distintas fases de desenvolvimento que têm sido levadas a cabo ao longo dos últimos 126 anos. Beaumont, o arquiteto original, empreendeu cinco projetos ao longo de um período de 18 anos para transformar uma residência privada, Grove House, em uma galeria de arte pública. O projeto final que ele supervisionou foi a conclusão da fachada principal de edifício, em 1908. Durante a década de 1960, John Bickerdike and Partners remodelaram substancialmente o interior do edifício criando modernos espaços no interior do edifício Beaumont. Em 1995, ABK (Ahrends, Burton e Koralek) criou uma escultura no mezanino, no centro da planta. A combinação da fachada Vitoriana / Eduardiana e o interior moderno de 1960 fez com que o projeto fosse enquadrado no Grau II de presevação, em 1974.

A revitalização de Whitworth / MUMA - Imagem 6 de 26
Cortesia de MUMA

Externamente, a fachada de 1908, da Avenida Oxford foi bem resolvida. No entanto, o extremo oeste do edifício, de frente para o parque, não foi bem solucionado e apresentou uma fachada cega para o parque. Como consequência, esta área acabou sendo negligenciada e sofreu diversas interferências de graffiti.

A revitalização de Whitworth / MUMA - Imagem 15 de 26
Cortesia de MUMA

Duas novas partes, de caráter contrastante, estendem-se para o parque contendo um pátio com jardim (Garden Art) e uma nova entrada - um cenário para a arte e eventos que pode trazer uma outra vida a esta parte do parque. Ao sul, a ala transparente do café e seu terraço relacionam-se com o contexto do parque e da avenida arborizada. Ao norte, a forma mais sólida da Landscape Gallery e Centro de Estudos proporcionam um toque urbano e um amortecimento visual e acústico que contém o jardim. A ala norte abriga também novas instalações, incluindo um novo espaço de carga/descarga, instalações de manuseio de arte e elevadores que levam as obras para os três níveis principais do edifício existente (antes disso não havia nenhuma maneira mecânica para transportar as peças).

A revitalização de Whitworth / MUMA - Imagem 14 de 26
Cortesia de MUMA

Novas aberturas foram criadas no edifício existente em locais importantes que conectam a nova extensão e fornecem ao coração do edifício, uma gama de longos pontos de vista - cada um se conectando com os espaços verdes.

A revitalização de Whitworth / MUMA - Imagem 2 de 26
Cortesia de MUMA

Uma circulação envolve as galerias de exposição existentes e fornecem um ponto de observação para ver o jardim e parque. Esta conexão envidraçada maximiza as ligações visuais conecta a galeria central de exposição ao jardim. Assim, as obras de arte no interior podem se conectar com as obras externas. Esta circulação também cria uma divisão ambiental fundamental para a abordagem passiva e para o controle ambiental, criando um espaço adicional mais adequado para as esculturas e um ambiente mais informal no qual os visitantes podem relaxar.

A revitalização de Whitworth / MUMA - Imagem 7 de 26
Cortesia de MUMA

A configuração do espaço de circulação é repetida no piso térreo - um espaço de um caráter diferente, que transforma o antigo porão sem janelas em um espaço generoso. Este passeio menor se envolve com o Art Garden e cria uma entrada informal ao parque, a oeste de Whitworth. O Art Garden abriga instalações educacionais - um Centro de Coleta, Centro de Estudos e um Centro de Aprendizagem a partir do qual as aulas podem se espalhar pelo Art Garden.

A revitalização de Whitworth / MUMA - Imagem 24 de 26
Corte

A criação deste pátio e passeio permite a vista ao parque, no coração do edifício existente e transforma esta área em um espaço justificável - que era negligenciado pela galeria. Ele oferece um local ao ar livre para eventos, incluindo projeções digitais na parede da Landscape Gallery, durante a noite. Em dias de chuva, tais eventos podem ser igualmente apreciados a partir da circulação envidraçada e café com vista para o Art Garden. Prevemos que esta é uma ocasião de mudança, que cria um ambiente vibrante, um lugar de experimentação artística e diversão. Nas mãos da Whitworth, não temos dúvida de que este é um espaço onde maravilhosas coisas podem e vão acontecer.

A revitalização de Whitworth / MUMA - Imagem 3 de 26
Cortesia de MUMA

Projetado como um destino para a principal galeria, a Landscape Gallery, este espaço pode proporcionar um ambiente calmo para a fruição da arte. Para uma galeria que, muitas vezes, exibe desenhos de paisagem e pinturas, a luz natural e uma conexão visual com o parque foram fundamentais. A galeria, por exemplo, tem vista direcionada a uma única árvore do parque. Para permitir a flexibilidade, existem mecanismos de controle de luz. A escala da galeria e sua estrutura permitirá obras contemporâneas de tamanho e de peso considerável.

A revitalização de Whitworth / MUMA - Imagem 17 de 26
Cortesia de MUMA

Também situado no nível principal da galeria, na saída da circulação, o café ocupa a nova ala sul. Neste local, o visitante que estiver no café será guiado através da estrutura até um encontro com a arte. Na sua forma linear transparente, posicionada acima de um terreno inclinado, os visitantes se encontraram em meio a copa das árvores. As lajes em balanço do café criam abaixo uma área externa coberta para o Espaço de Aprendizagem.

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos

Localização do Projeto

Endereço:Whitworth Hall, The University of Manchester, Manchester, Manchester M13 9NR, Reino Unido

Clique para abrir o mapa
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Escritório
Cita: "A revitalização de Whitworth / MUMA" [The Redevelopment Of The Whitworth / MUMA] 14 Abr 2015. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/765295/a-revitalizacao-de-whitworth-muma> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.