Restaurante Astrid e Gastón Casa Moreyra / 51-1 arquitectos

Restaurante Astrid e Gastón Casa Moreyra / 51-1 arquitectos

© PHOSS – Antonio Sorrentino & Iván Salinero© PHOSS – Antonio Sorrentino & Iván Salinero© PHOSS – Antonio Sorrentino & Iván Salinero© PHOSS – Antonio Sorrentino & Iván Salinero+ 19

  • Colaboradores:Gabriel Vergara, Renata Sinkevic, Paulina Rios, Favio Chumpitaz, Daniel Aristizabal
  • Construtora:T&HV Construcciones Generales
  • Estrutura:Arnaldo Chavez Martin Ingenieros
  • Restauração:Ana Elisa Berenguel
  • Desenho De Mobiliário:Contemporanea (Andrea van Walleghem & Carolina Blondet)
  • Curadoria De Arte:Jorge Villacorta
  • Projeto Luminotécnico:Claudia Paz
  • Paisagismo:Luis Camacho
  • Cidade:San Isidro
  • País:Peru
Mais informaçõesMenos informações
© PHOSS – Antonio Sorrentino & Iván Salinero
© PHOSS – Antonio Sorrentino & Iván Salinero

Descrição enviada pela equipe de projeto. O restaurante peruano emblemático do chef Gastón Acurio mudou-se para uma casa do século XVII, Patrimônio Histórico Nacional, no bairro de San Isidro, em Lima.

Planta Baixa
Planta Baixa

A intervenção do escritório de arquitetura 51-1 consistiu no desenho de um novo conceito de restaurante, centro gastronômico, de arte e de culinária, restaurando a arquitetura antiga e inserindo um pomar experimental, novas experiências gastronômicas, um centro de pesquisa culinária e espaços para eventos culturais.

© PHOSS – Antonio Sorrentino & Iván Salinero
© PHOSS – Antonio Sorrentino & Iván Salinero

Monumento

Uma vez que a intervenção acontecia em um monumento histórico nacional, começamos a partir deste desafio. Por definição, um monumento é uma lembrança de uma história (no latim, monumentum: algo para se lembrar). Assim, para fazer sentido, primeiro tivemos que estudar: o que queríamos lembrar?

© PHOSS – Antonio Sorrentino & Iván Salinero
© PHOSS – Antonio Sorrentino & Iván Salinero

Rural ou Urbana?

Durante quatro séculos Lima viveu cercada por uma horta fértil, organizada por fazendas que forneciam alimentos. Desde 1920, Lima cresceu rapidamente e extensivamente sobre todas as suas áreas agrícolas. As fazendas foram engolidas pela cidade urbanizada e suas estruturas de adobe foram demolidas. Poucas permanecem até hoje. Depois de décadas descontextualizada no ambiente urbano, quase ninguém se lembra da Casa Moreyra, com sua origem agrícola. Ela é vista como qualquer outra mansão na cidade.

© PHOSS – Antonio Sorrentino & Iván Salinero
© PHOSS – Antonio Sorrentino & Iván Salinero

Restauração Conceitual

Mais do que apenas restaurar sua materialidade pensamos primeiro em conceitualmente recontextualizar seu passado, reconstruindo a sua horta. Assim, convertemos o jardim frontal em uma área de cultivo com todas as plantas que eram cultivadas na antiga fazenda. Assim nasceu "o Éden", uma restauração botânica que celebra a grande biodiversidade peruana promovida por Astrid & Gastón. 

Cortesía de 51-1 arquitectos
Cortesía de 51-1 arquitectos

Rastreabilidade

A casa estava abandonada e em péssimo estado de conservação. Decidimos iluminar os seus espaços, eliminar seus pretextos falsos de grandeza palaciana e também restaurar sua dignidade de sua origem rural nobre e austera. Para isso, revivemos as cores antigas de cada uma de suas paredes internas e escolhemos o tom mais claro que tiveram ao longo da história. Agora cada espaço tem sua matiz particular: um rosa muito leve, um azul céu, um verde claro, etc. O mesmo foi feito nas fachadas, enfatizando o seu estilo neoclássico.

© PHOSS – Antonio Sorrentino & Iván Salinero
© PHOSS – Antonio Sorrentino & Iván Salinero

Os pisos de madeira, as portas e as janelas foram lixados. Quando a madeira estava muito danificada, foram substituídas, mas quando estavam em boas condições, nós simplesmente aplicamos um verniz de proteção. Estas operações foram feitas com grande rigor, por isso, quando você visitar o edifício, não só perceberá que ele é leve e arejado, mas também permite que você acompanhe o que é realmente antigo e o que foi adicionado.

© PHOSS – Antonio Sorrentino & Iván Salinero
© PHOSS – Antonio Sorrentino & Iván Salinero

3 em 1

O funcionamento do novo conceito de restaurante necessitou três ideias espaciais diferentes no mesmo edifício:

"O Bar": um "gastrobar" informal e barulhento, em um terraço coberto com pés de maracujá, servido por uma cozinha aberta feita com caixas de madeira reciclada e equipamentos sofisticados.

"Astrid & Gaston": um restaurante de menu degustação de vanguarda com um ambiente tranquilo, mas com um mobiliário contemporâneo, que deverá suportar as decorações diferentes que mudarão a cada temporada com cada novo menu.

"O Céu": salas privadas para eventos especiais, cada uma com sua própria cozinha em um ambiente tradicional, com mobiliário existente da casa, do antigo Astrid y Gastón e móveis usados.

© PHOSS – Antonio Sorrentino & Iván Salinero
© PHOSS – Antonio Sorrentino & Iván Salinero

O Pátio

Por fim, no pátio centenário está a Oficina de Pesquisa Gastronômica, uma caixa de vidro totalmente transparente com foco na inovação para irradiar suas descobertas para o mundo.

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos

Localização do Projeto

Endereço:Avenida Paz Soldan 290, San Isidro 15073, Peru

Clique para abrir o mapa
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Restaurante Astrid e Gastón Casa Moreyra / 51-1 arquitectos" [Astrid y Gastón Casa Moreyra / 51-1 arquitectos] 14 Abr 2015. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/764930/restaurante-astrid-e-gaston-casa-moreyra-51-1-arquitectos> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.