O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Hotel
  4. Japão
  5. Ryuichi Ashizawa Architects
  6. 2013
  7. Hotel Ecótono em Biwako - Som do Vento / Ryuichi Ashizawa Architects

Hotel Ecótono em Biwako - Som do Vento / Ryuichi Ashizawa Architects

Hotel Ecótono em Biwako - Som do Vento / Ryuichi Ashizawa Architects
Hotel Ecótono em Biwako - Som do Vento / Ryuichi Ashizawa Architects, © Kaori Ichikawa
© Kaori Ichikawa

© Kaori Ichikawa © Kaori Ichikawa © Kaori Ichikawa © Kaori Ichikawa + 25

  • Paisagismo

    Inada Junichi(Win)
  • Luminotécnico

    Izumi Okayasu (Izumi Okayasu Lighting Design)
  • Engenheiro Estrutural

    S3 Associates
  • Cooperação Estrutura Parede de Terra Experimental

    Hirokazu Touki Laboratory In The University Of Shiga Prefecture
  • Eng Mecânico

    Eiji Sato (Es Associates)
  • Eng Elétrica

    environmental total system
  • Cooperação Design Acústico Som do Vento

    Kousuke nakagawa
  • Cooperação Simulação Ambientes

    Yuichiro Kodama laboratory in Kobe design university
  • Supervisão Gesso

    kumiko hatanaka
  • Construção

    TODA corporation
  • Mais informações Menos informações
© Kaori Ichikawa
© Kaori Ichikawa

Descrição enviada pela equipe de projeto. O Hotel Setre Marina na cidade de Moriyama, e Distrito de Shiga com vistas para o Lago Biwa, não é apenas a área central da comunidade mas também pretende ser o catalisador de sua criação. Portanto, pensamos em como através do projeto poderiam ser operadas as futuras construções, levando à construção e reconstrução de projetos que possuem além da tecnologia e materiais que habitam a natureza e a história da cidade, para conectar as pessoas a este conceito natural de vida e estilo.

© Kaori Ichikawa
© Kaori Ichikawa

Na área de transição entre o lago e a área urbana, podemos encontrar uma variedade de mudanças causadas pelo desenvolvimento do século 20 onde até mesmo o dique perdeu seu formato original. Na terra, corpos de água deixados pela transformação do lago conecta a cidade e o Lago Biwa de seus tempos antigos até os dias de hoje, unindo as pessoas com a natureza.

© Kaori Ichikawa
© Kaori Ichikawa

À medida que o projeto avançava, nós tentamos aplicar os conceitos de ecótono [área de transição entre dois biomas] e mesclar o edifício com o entorno. Criados pela água da chuva, dois lagos internos menores surgem como uma ecologia específica nos lados leste e oeste. A intenção de criar casas que se conectam com o ecótono natural do terreno; no lado leste são cultivadas vegetações de florestas, na esperança de um dia se crie um bosque no futuro. O edifício como gradações interrompidas, está entre o natural e a estrutura em si que o identifica como arquitetura, como um objeto.

© Kaori Ichikawa
© Kaori Ichikawa

As lajes estão apoiadas por pilares oblíquos com o objetivo de se alcançar o efeito de espaço onde as vigas estruturais não estão aparentes, criando em sua plataforma um lugar para prolongar beirais. Também se estende para criar uma plataforma verde que tem como objetivo controlar deste modo a radiação solar; essas formas destas lajes apenas podem ser percebidas nos espaços abaixo onde são expostas nos espaços internos. O edifício, com suas vigas marcantes  que criam plataformas que estendem continuamente o espaço verde da natureza. O vento do lado Biwa é conduzido aos espaços internos.

© Kaori Ichikawa
© Kaori Ichikawa

Além da estrutura arquitetônica feita de concreto armado, exploramos a ideia de material inacabado que foi industrializado, na tentativa de também utilizar o máximo possível de elementos naturais que possam ser encontrados na região, herdando os métodos, tecnologias e tradições do Japão antigo, e aplicando-as na arquitetura contemporânea.

Planta Baixa Térrea Hotel
Planta Baixa Térrea Hotel

A estrutura das paredes internas foram construídas utilizando os métodos primitivos e tradicionais de adobe. A parede externa do núcleo norte-sul é feita a partir mistura de argamassa e de terra, também conhecida como parede alemã, muito comum na arquitetura moderna de Taisho. É uma adaptação do método de Tsukeru nas paredes, uma técnica rústica japonesa que faz possível a aplicação de grandes grãos de terra nas paredes; a aparência é bastante similar ao Doroyama, solo úmido das montanhas.

© Kaori Ichikawa
© Kaori Ichikawa

Nos pisos da entrada principal, foi utilizado o solo de terra Sanwa, o acabamento das paredes está em todo o espaço. Embora seja considerado fraco, não homogêneo e não estável, o acabamento das paredes vai criar a oportunidade de outras pessoas se envolverem e participarem nas mudanças do edifício. Ao utilizar plantas neste projeto, proporcionamos um grande contato com luz natural, água, vento, e outros elementos que conferem sons e cheiros específicos da região e uma vez incorporados na arquitetura, podem ser percebidos por hóspedes do hotel e da importância do ecótono e da transição entre edifício e natureza.

Diagrama Setre
Diagrama Setre

Vento

A ideia da Capela associada com o Hotel é a de um espaço repleto com vento natural proveniente do Lago Biwa. Portanto, nós procuramos fazer do projeto um instrumento que fosse tocado pelos ventos naturais, um instrumento como aqueles presentes na mitologia grega. É como uma interpretação da Harpa Éolica, um espaço que toca o som quando o vento passa por ele.

© Kaori Ichikawa
© Kaori Ichikawa

Após a análise de simulações e maquetes, foi definido os detalhes das aberturas, a disposição do espaço interno assim como a forma arquitetônica da capela. Para criar uma estrutura contínua de material curvo, utilizamos madeira laminada colada como estrutura e além disto, foi utilizado o compensado estrutural para enquadrar o exterior, e portanto jogar uma força horizontal.

Planta Baixa da Capela
Planta Baixa da Capela

O fluxo de ar gera um vórtice de Karman ao redor da malha, fazendo com que ressonem, gerando o som que ecoa nas paredes de madeira. O espaçamento de 2,5mm da madeira laminada do interior é tão fino quanto foi possível para aumentar esta vibração. Além disto o instrumento pode ser utilizado para controlar a força do vento, mudando o grau de abertura da parte à leste e oeste, e mudar assim o tom.

© Kaori Ichikawa
© Kaori Ichikawa

O som entra neste instrumento, derramando-se nos ouvidos das pessoas. É um espaço tranquilo que faz eco com o som constante das ondas do lago. Ainda assim a força do vento começa a fluir e ele começa a ser escutado. Quando o vento sopra acompanhado destas mudanças de energia de fricção da superfície e a atração da Terra, as relações de energia solar não homogêneas das montanhas e do lago, surgem como um som através da interposição desta arquitetura, então é possível imaginar uma variedade de forças naturais que antes eram imperceptíveis. 

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato. Cita: "Hotel Ecótono em Biwako - Som do Vento / Ryuichi Ashizawa Architects" [Ecotone Hotel In Biwako - Sound Of Wind / Ryuichi Ashizawa Architects] 26 Fev 2015. ArchDaily Brasil. (Trad. Santiago Pedrotti, Gabriel) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/762616/hotel-ecotone-em-biwako-sound-of-wind-ryuichi-ashizawa-architects> ISSN 0719-8906