O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Centro De Visitantes
  4. Alemanha
  5. Max Dudler
  6. 2014
  7. Centro de Visitantes Sparrenburg / Max Dudler

Centro de Visitantes Sparrenburg / Max Dudler

  • 11:00 - 19 Fevereiro, 2015
  • Traduzido por Camilla Sbeghen
Centro de Visitantes Sparrenburg / Max Dudler
Centro de Visitantes Sparrenburg / Max Dudler, © Stefan Müller
© Stefan Müller

© Stefan Müller © Stefan Müller © Stefan Müller © Stefan Müller + 27

  • Colaboradores do Projeto

    Kilian Teckemeier, Thomas Back
  • Engenheiro Estrutural

    Prinz & Pott GmbH, Bielefeld
  • Supervisão da Obra

    Architektenbüro Stüwe, Bielefeld de Büro Max Dudler
  • Mais informações Menos informações
© Stefan Müller
© Stefan Müller

Descrição enviada pela equipe de projeto. Somente alguns elementos sobraram da fortaleza Sparrenburg. Uma torre de 37 metros, o edifício principal, um edifício anexo e os restos de uma torre de entrada definem a muralha atual, que foi antigamente a muralha exterior da fortaleza. Este espaço era muito popular graças as vistas que oferecia a toda a cidade.

© Stefan Müller
© Stefan Müller

O novo edifício de um pavimento foi desenhando como um módulo independente no extremo sudeste da muralha. Juntamente com a casa de guarda, forma uma nova porta, na qual a entrada histórica da fortaleza pode ser experimentada novamente. Ao mesmo tempo, a estrutura proporciona um novo marco espacial para o muro. Como um bússola, a intervenção evidenciou a sequência e os alinhamentos das áreas exteriores da fortaleza e melhorou as condições funcionais prévias para seu uso atual como monumento e ponto de visualização.

© Stefan Müller
© Stefan Müller

"O desenho não é uma reconstrução de um certo período histórico, mas sim, adiciona uma camada contemporânea a história sempre mutável do local", diz Max Dudler. É independente dos diversos períodos de construção da fortaleza e estilos, no sentido de que não favorece o castelo medieval, a fortaleza posterior, a reconstrução do século XIX ou as destruições da Segunda Guerra Mundial, sobre os outros. Em vez disso, o desenho traduz a expressão dos edifícios existentes em uma linguagem contemporânea. Os motivos que são encontrados no local, tais como os buracos das paredes da fortaleza, fazem eco e são reinterpretados no novo edifício. O concreto escolhido para a estrutura do centro de visitantes, comunica-se em um sentido tangível com esta postura de desenho. Como as camadas de sedimentos das pedras, as cores e as texturas das ruínas do castelo deixaram também suas marcas nas paredes, tanto a pedra calcária das paredes quanto o arenito dos umbrais. A estrutura viva das camadas comprimidas de concreto expõem o trabalho artesanal de sua construção.

Planta Baixa
Planta Baixa

O novo edifício não encosta o fragmento de porta de acesso em nenhum ponto, mas deixa uma brecha entre o velho e o novo. Isto abre o portal para dois caminhos a direita e a esquerda. Um leva até o terraço do edifício principal e o outro a entrada de serviço na parte posterior. A trajetória da reta principal também passa para a entrada principal do centro de visitantes. O novo conjunto de edifícios antigos e novos conformam um lugar de chegada, de distribuição e informação. No interior do centro de visitantes está a loja do museu e a bilheteria, em um espaço que utiliza os mesmos materiais da fachada, assim como um quiosque em frente a muralha a noroeste.

© Stefan Müller
© Stefan Müller

O ponto de informação para o jardim Johannisberg e o parque, que ainda está em construção, estão a menos de dois quilômetros a noroeste da fortaleza Sparrenburg. A linguagem no desenho formal do ponto de informação está estritamente relacionada com o centro de visitantes. Para criar uma identidade comum entre o parque e a fortaleza, eles dialogam em termos de materiais, dimensões espaciais e desenho de fachada. 

Corte
Corte

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Max Dudler
Escritório
Cita: "Centro de Visitantes Sparrenburg / Max Dudler" [Sparrenburg Visitor Centre / Max Dudler] 19 Fev 2015. ArchDaily Brasil. (Trad. Sbeghen Ghisleni, Camila) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/762179/centro-de-visitantes-sparrenburg-max-dudler> ISSN 0719-8906