O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Casas
  4. Argentina
  5. Lucas Mc Lean
  6. 2013
  7. Residência Pátio / Lucas Mc Lean

Residência Pátio / Lucas Mc Lean

  • 19:00 - 8 Fevereiro, 2015
  • Traduzido por Camilla Sbeghen
Residência Pátio / Lucas Mc Lean
Residência Pátio / Lucas Mc Lean, © Tomás Thibaud
© Tomás Thibaud

© Tomás Thibaud © Tomás Thibaud © Tomás Thibaud © Tomás Thibaud + 18

  • Arquitectos

  • Localização

    La Esmeralda, Argentina
  • Projeto e Coordenação

    Lucas Mc Lean
  • Assessor Estrutural

    Pedro Gea
  • Área

    160.0 m2
  • Ano do Projeto

    2013
  • Fotografias

© Tomás Thibaud
© Tomás Thibaud

Descrição enviada pela equipe de projeto. O projeto foi executado na Costa Esmeralda, um empreendimento privado com 1000 hectares e mais de 3km de costa Atlântica, a 390 km da cidade de Buenos Aires (Bairro Residencial 1 - Lote 19).

© Tomás Thibaud
© Tomás Thibaud

O projeto reinterpreta a tipologia de pátio. A morfologia da planta se estrutura em torno de um espaço permeável e absorvente, protegido dos fortes ventos e das baixas temperaturas durante o inverno.

© Tomás Thibaud
© Tomás Thibaud

O programa corresponde a uma casa de férias para ser utilizada em todas as estações, tanto no verão quanto no inverno, com uma principal premissa, "sentir-se dentro estando fora e fora estando dentro". Ao ser uma casa para receber convidados, projetou-se uma clara independência entre a área de uso comum e a área de uso privado. O pátio, protagonista do acesso lateral, atua como um espaço extra funcional, auditivo e visual entre estas duas situações, da mesma forma que o programa arquitetônico semipúblico se desenvolve na parte posterior. Três dormitórios e a área de descanso noturno estão localizados na parte da frente, enquanto que a área de maior exposição social situa-se na parte posterior. Este vazio de 80m2, o coração do projeto, resolve a circulação semi-coberta entre os delimitados usos e é responsável pelo amortecimento e integração do interior - exterior, criando assim uma amplitude de metros projetados. A moradia de 160m2 procura então, conquistar o lote, implantando-se no centro do mesmo e ocupando a maior quantidade de metros lineares entre os afastamentos obrigatórios.

Planta
Planta

Outro fator determinante que a obra resolve é o da privacidade. Com mais de 4000 lotes disponíveis, decidiu-se implementar um projeto introspectivo, que pouco se decifre na fachada frontal, com uma seção retangular modular e levemente apoiada no solo. Quatro araucárias são o único indício da situação projetada interiormente. Esta fachada frontal é refletida sobre o denso, rústico e pesado volume cego de pedra, o qual contém o portão de acesso para os pedestres. Uma vez ingressado à moradia, a arquitetura torna-se quase invisível, com um espaço de estar-jantar envidraçado em ambos as faces, permitindo que os usuários observem a profundidade do lote e sua vegetação agreste. O espaço comum coberto potencializa o gesto de intimidade em relação ao fundo do terreno; materializado por um beiral inclinado que modifica a altura da esquadria e protege o mobiliário interior da exposição solar que significa uma orientação norte. Estas esquadrias de correr deslizam e flexibilizam a área coberta.

© Tomás Thibaud
© Tomás Thibaud

Em relação a materialidade, decidiu-se pelo uso de materiais nobres como pedra, madeira para os pisos exteriores, mármore travertino para os pisos interiores e uma cor verde cimentícia  para os muros de alvenaria rebocada, que se camuflam com os abundantes pinos.

© Tomás Thibaud
© Tomás Thibaud

Foi feito também um trabalho topográfico, um movimento de terra com estacas de madeira. Acomodaram-se assim, as garagens na cota mais baixa do lote, liberando os visuais dos dormitórios frontais. Por último, se realizou outra contenção de terra na parte posterior, maximizando as altas cotas de nível para potencializar a privacidade e proteger dos fatores climáticos.

Corte
Corte

Ver a galeria completa

Cita: "Residência Pátio / Lucas Mc Lean" [Casa El Patio / Lucas Mc Lean] 08 Fev 2015. ArchDaily Brasil. (Trad. Sbeghen Ghisleni, Camila) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/761456/residencia-patio-lucas-mc-lean> ISSN 0719-8906