O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Centros De Saúde
  4. Espanha
  5. Magén Arquitectos
  6. Centro de Terapias Orientais LIANG XIN / Magén Arquitectos

Remodelaçao

Apresentado por the MINI Clubman

Centro de Terapias Orientais LIANG XIN / Magén Arquitectos

Centro de Terapias Orientais LIANG XIN / Magén Arquitectos
Centro de Terapias Orientais LIANG XIN / Magén Arquitectos, © Pedro Pegenaute
© Pedro Pegenaute

© Pedro Pegenaute © Pedro Pegenaute © Pedro Pegenaute © Pedro Pegenaute + 11

  • Colaboradores

    María Tejel, Rebeca Tristán (arquitetas) José Sainz (estruturas); Rafael González (engenharia)
  • Construção

    Coanfi S.A.
  • Promotor

    Liang Xin Spa Bhd
  • Orçamento

    350.736,26 €
  • Mais informações Menos informações
© Pedro Pegenaute
© Pedro Pegenaute

Descrição enviada pela equipe de projeto. Situado em pleno centro de Zaragoza, na base de um edifício residencial anteriormente ocupado por uma estação de ônibus, o local que está o centro Liang Xin dispõe de uma fachada voltada para a rua e de uma área interna que se estende até o interior da quadra. É o primeiro centro Liang Xin fora da Malásia, uma arquitetura de tons escuros, baseada na penumbra e no silêncio do espaço vazio e na articulação dos percursos internos e atenta aos diferentes graus de opacidade dos materiais. Neste sentido, a nova fachada é feita em cobre: suas qualidades como material natural que se modifica com o passar do tempo, matizando seus tons e reflexos iniciais, se unem às possibilidades de perfurações a partir de padrões pixelizados, frutos da tecnologia digital. Este processo permite integrar em um único material tanto os elementos de identidade gráfica como as imagens que simbolizam os quatro conceitos presentes na filosofia de Liang Xin desde suas origens - relaxamento, liberdade, harmonia e generosidade - evitando a superposição de materiais e reivindicações habituais neste tipo de projeto.

© Pedro Pegenaute
© Pedro Pegenaute

Neste projeto, a presença material do cobre durante o dia e a iluminação integrada que convertem a fachada em uma referência de luz para a rua quando no entardecer, são elementos que conferem uma certa visibilidade ao centro a partir do exterior. As pequenas perfurações circulares de diferentes diâmetros que formam letras e símbolos nos painéis de cobre são interrompidas por duas únicas perfurações de tamanho maior, que aludem às conotações da forma circular na cultura oriental e na arte zen, cujas pinturas irão simbolizar conceitos vazio, universo e tranquilidade. O primeiro círculo tem uma tela com vídeos explicativos, como um elemento de comunicação, e a segunda, de maior tamanho, identifica o pórtico de entrada para o centro.

Planta Baixa
Planta Baixa

Os espaços internos se organizam a partir dos eixos de articulam os percursos, potencializados pelos efeitos da simetria e da perspectiva. Uma vez dentro, a inesperada aparição da luz natural através de uma claraboia central e contínua, existente na cumeeira de um espaço de pé direito duplo, constitui um elemento que reforça o contraste de luz e sombra que acompanham o usuário. Os escritórios, vestiários e salas de serviço estão em ambos os lados desta circulação interna. Na sala de reflexologia, uma pérgola suspensa de cobre perfurado, similar àquele utilizado na fachada, filtra a luz natural e protege as vistas das janelas que dão para o pátio dos apartamentos em andares superiores.

© Pedro Pegenaute
© Pedro Pegenaute

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Magén Arquitectos
Escritório
Cita: "Centro de Terapias Orientais LIANG XIN / Magén Arquitectos" [Centro de Terapias Orientales LIANG XIN / Magén Arquitectos] 16 Jan 2015. ArchDaily Brasil. (Trad. Santiago Pedrotti, Gabriel) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/760330/centro-de-terapias-orientais-liang-xin-magen-arquitectos> ISSN 0719-8906