O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Casas
  4. Espanha
  5. XPIRAL
  6. 2006
  7. Casa entre Pinheiros / XPIRAL

Casa entre Pinheiros / XPIRAL

  • 13:00 - 30 Dezembro, 2014
  • Traduzido por Arthur Stofella
Casa entre Pinheiros / XPIRAL
Casa entre Pinheiros / XPIRAL

Casa entre Pinheiros / XPIRAL Casa entre Pinheiros / XPIRAL Casa entre Pinheiros / XPIRAL Casa entre Pinheiros / XPIRAL + 35

  • Arquitetos

    XPIRAL / Javier Peña Galiano
  • Localização

    Murcia, Espanha
  • Colaboradores

    Lola Jiménez, Susana Velasco, Malte Eglinger
  • Engenharia Estrutural

    IDEEE
  • Serviços

    Federico Garcia Salmerón
  • Engenharia Civil

    Luis Fernando Perona, Miguel Ángel Carceles
  • Promotor

    Juan Carlos López Orenes
  • Orçamento

    US $1,15 M
  • Área

    467.0 m2
  • Ano do projeto

    2006

Descrição enviada pela equipe de projeto. A casa entre pinheiros age como uma interface entre a vida doméstica e a terra. Ela é um dispositivo que permite habitar o terreno. Não é uma casa para as férias mas para uso rotineiro. Desta forma, todo o espaço é para a satisfação de seus habitantes.

A área inferior é um vazio na montanha, incrustada com os usos que quase não necessitam de luz solar e o principal acesso ao piso superior. Entre este acesso e outro para o terreno, a sombra da área em balanço cria um hall suburbano exterior, pensado como um acesso de carro.

A parte superior é uma peça em forma de grampo preso à rocha. Ela permanece suspensa e através de seus vazios, nas fachadas sul e leste, o sol e a brisa entram no espaço habitável.

O pátio central oferece uma abertura máxima entre o interior e exterior, sem que haja falta de privacidade. As paredes são completamente transparentes então, durante a noite, quando as luzes estão acesas, todos os espaços da residência se tornam um espaço unitário.

Dispositivos de instalação são situados em uma cavidade periférica de modo que são facilmente acessíveis para a manutenção a partir do exterior. Dessa forma você pode ver os materiais sem qualquer maquiagem: concreto, argila térmica. A cobertura de aço embrulha tudo, como um véu. Ela nos protege das intempéries do tempo e contra a agressão da vista de outros, e nos permite olhar para os pontos que desejamos.

Acima de tudo, na área mais ensolarada, há um solário e uma piscina que recebem uma melhor exposição solar e possuem as melhores vistas. O telhado bloqueia a visão da vizinhança, e leva o olho para o horizonte, o vale, as montanhas ...

Sustentabilidade

Aspectos formais

Por razões da relação peculiar com o terreno, obtivemos fachadas abertas para as melhores orientações: sul e leste.

A geometria da residência define um espaço arejado com sombras sob o balanço, onde as condições são ótimas, mesmo nos dias mais quentes.

A floresta é o jardim da casa. Uma vez concluídos os trabalhos, o mesmo número de árvores retiradas foram replantadas ao redor da residência. A matéria vegetal foi recuperada por uma hidro-sementeira com sementes nativas que permitiram uma dispersão natural das espécies.

Materiais Construtivos

Utilizamos materiais naturais que vinculam a casa com o meio ambiente: as pedras do terreno foram reutilizadas como matéria prima para os muros de arrimo; a vegetação é utilizada como material de construção; pavimentos externos são feitos de madeira.

Materiais de "tecnologia de ponta" como painéis Robertson em sanduíche, vidros "espelho térmico" ou argila térmica são utilizadas para conduzir uma performance energética otimizada.

Sistema construtivo

O sol é filtrado por um sistema de ripas móveis e vidro do tipo "espelho térmico".

As janelas são equipadas com grelhas A.S.K que garantem uma ventilação cruzada leve e contínua com um mínimo de vazamento do aquecimento ou condicionamento do ar.

A estrutura e as paredes são envoltas por uma camada de painel Robertson em sanduíche e uma cavidade de ar que confere à residência uma inércia considerável que permite manter a temperatura interior estável.

Ver a galeria completa

Cita: "Casa entre Pinheiros / XPIRAL" [House among Pines / XPIRAL] 30 Dez 2014. ArchDaily Brasil. (Trad. Stofella, Arthur) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/759535/casa-entre-pinheiros-xpiral> ISSN 0719-8906