Cidade da Justiça de Barcelona e L’Hospitalet de Llobregat / b720 Fermín Vázquez Arquitectos + David Chipperfield

Cidade da Justiça de Barcelona e L’Hospitalet de Llobregat / b720 Fermín Vázquez Arquitectos + David Chipperfield

© Joan Argelés© Joan Argelés© Joan Argelés© Christian Richters+ 32

  • Construtora:U.T.E. Ciudad de la Justicia (Fomento, Ferrovial, Ohl, Comapa e Emte)
  • Estrutura:Brufau, Obiol, Moya i Associats: Agustí Obiol, Jane Wernick Associates: Jane Wernick
  • Cliente:GISA, Departamento de Justiça (Generalitat de Catalunya)
  • Promotor:GISA, Departamento de Justiça (Generalitat de Catalunya)
  • Serviços:Grupo JG Engenheiros Consultores: Joan Gallostra, Arup: Andrew Sedgwick
  • Consultoria Luminotécnica:Artecluminotecnia: Maurici Ginés, Arup: Florence Lam, Bob Venning
  • Consultor Da Fachada:Biosca & Botey: Xavier Farrés, Estudio Marshall: Guillermo Marshall
  • Consultoria Paisagística :Manuel Colominas, Wirtz International: Nico Mortier, Juan Remon, Peter Wirtz
  • Consultoria De Planejamento Urbano:Estudi Acústic H. Arau: Higini Arau
  • Consultoria Acústica:Estudi Acústic H. Arau: Higini Arau
  • Imagens Digitais:Carlos Pascual; David Chipperfield Architects, b720 Arquitectos, Javier Piedra, Studio Toni Yli-Suvanto
  • Modelos Inteiores:b720 Arquitectos, David Chipperfield Architects, Miquel Llunch, Matthew Marchbank, Vista Models
  • Arquitetos Responsáveis:David Chipperfield, Fermín Vázquez
  • Equipe David Chipperfield Architects :David Chipperfield, Grabielle Allam, Motohisa Arai, Tomomi Araki, Albert Arraut, Mario Cotone, Luca Donadoni, Martín Eglin, Takayuki Nakajima, Andrew Philips, Giuseppe Sirica, Melisssa Johnston
  • Equipe B720:Fermín Vázquez, Pep Aviles, Antonio Buendía, Sonia Cruz, Albert Freixes, Francesc De Fuentes, Ileana Garcia, Yolanda Roma, Guillermo Weinskal, Ricardo Shultz, Carlos Fragoso, Francisco Marques
  • Cidade:Barcelona
  • País:Espanha
Mais informaçõesMenos informações

Descrição enviada pela equipe de projeto. Anteriormente, os vários departamentos jurídicos dos governos de Barcelona e l'Hospitalet estavam espalhados em 17 prédios nas duas cidades, criando problemas funcionais para seus usuários e funcionários. A nova cidade conjunta da justiça irá melhorar a eficiência e permitir que os espaços de trabalho se adaptem e absorvam a constante transformação do corpo judicial, proporcionando, também, um espaço reserva para o crescimento futuro.

© Joan Argelés
© Joan Argelés

O local é na fronteira das duas cidades de Barcelona e l'Hospitalet em um terreno que anteriormente era um quartel militar. Ele está localizado ao lado da Gran Via, uma das principais vias de acesso para o centro de Barcelona a partir do sul, e Carrilet, uma via arterial que leva à l'Hospitalet. A localização proporciona o máximo de acessibilidade para a cidade através das principais rotas metropolitanas, em ambos os transportes, públicos e privados.

© Christian Richters
© Christian Richters

A proposição do projeto divide os requisitos do denso programa (330.000 metros quadrados) em uma série de blocos distintos, mas inter-relacionados em uma praça pública, criando uma composição espacial que procura quebrar a imagem rígida e monolítica da justiça. A proposta também tenta dar equilíbrio às relações entre as diferentes áreas de trabalho, áreas públicas e paisagem.

© Joan Argelés
© Joan Argelés

Um conjunto de quatro grandes edifícios judiciais estão situados em torno do perímetro conector. Eles geralmente contêm salas de audiência no térreo e mais três pavimentos. Todos esses andares são acessados diretamente a partir deste elemento de conexão que atua como um filtro. Ele reúne pessoas no início e no término da sua visita judicial dentro de uma sala pública central, que tem vista para a praça exterior.

© Joan Argelés
© Joan Argelés

Quatro outros edifícios independentes acomodam o conjunto de serviços judiciais para l'Hospitalet, um edifício de ciências forenses e dois edifícios comerciais com instalações comerciais no térreo. Um outro prédio é planejado para conter ambas as atividades, residenciais e comerciais.

© Joan Argelés
© Joan Argelés

Todos os oito edifícios são concebidos como blocos formalmente contidos com fachadas "gaiolas" coloridas feitas de concreto. Cada prédio tem um tom de cor diferente e contrastante, embora discreto. O elemento conector tem uma planta mais livre com profundas lajes de concreto expostas e malhas de tecido na frente dos vidros sem moldura. O projeto inclui o desenho de todos os interiores públicos, sala do tribunal e escritórios.

© Joan Argelés
© Joan Argelés

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos

Localização do Projeto

Endereço:Gran Via de les Corts Catalanes, 111, 08014 Barcelona, Espanha

Clique para abrir o mapa
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Cidade da Justiça de Barcelona e L’Hospitalet de Llobregat / b720 Fermín Vázquez Arquitectos + David Chipperfield" [City of Justice Barcelona & L’Hospitalet de Llobregat / b720 Fermín Vázquez Arquitectos + David Chipperfield] 25 Dez 2014. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/758963/cidade-da-justica-de-barcelona-e-lhospitalet-de-llobregat-b720-fermin-vazquez-arquitectos-plus-david-chipperfield> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.