Casa Ricardo Pinto / CorreiaRagazzi arquitectos

Casa Ricardo Pinto / CorreiaRagazzi arquitectos

© Luis Ferreira Alves© Luis Ferreira Alves© Luis Ferreira Alves© Luis Ferreira Alves+ 24

  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  280
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2012
  • Fotógrafo Fotografias:  Luis Ferreira Alves
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: panoramah!®
  • Colaboradores:Inês Ruas, João Marques, Nuno Vasconcelos, Rita Breda, Tiago Costa Structure And Foundation Engineering: Glser
  • Instalações De Hidráulica:Glser
  • Instalações Técnicas Especiais:Genco
  • Instalações Elétricas:Genco
  • Construção:Almeidas & Magalhães, Lda
  • Telhas:KINETIC TILE
  • Designer:Catarina Almada Negreiros e Rita Almada Negreiros
  • Produtor:Fábrica Cerâmica Viúva Lamego
  • área Do Terreno:258,15 m²
  • Cidade:Porto
  • País:Portugal
Mais informaçõesMenos informações
© Luis Ferreira Alves
© Luis Ferreira Alves

Descrição enviada pela equipe de projeto. A caracterização da envolvente ao lote reveste-se de aspectos claramente residenciais de média densidade em loteamento consolidado, apesar da sua situação de urbanidade tão próxima à Avenida da Boavista.

© Luis Ferreira Alves
© Luis Ferreira Alves

 A casa a reconstruir, de três frentes, pretende estabelecer ou restabelecer uma clara relação de integração volumétrica com as moradias imediatamente vizinhas, embora se pretenda, simultaneamente, uma certa autonomia formal e de relação com o terreno.

Originalmente esta casa estabelecia uma relação de casa gémea da casa situada no lote a norte, que desapareceu quando esta foi alvo de uma intervenção semelhante. 

Corte
Corte
Corte
Corte

Neste momento pretende-se restabelecer uma relação, embora de natureza totalmente diversa – por oposição e continuidade. Por oposição na volumetria, que se pretende muito inferior e que estabelece uma referência direta à casa geminada com parede de meação existente no lote a sul, apenas com dois pisos, sendo um deles semi-enterrado; por continuidade através do rés-do-chão e dos materiais que o caracterizam.

© Luis Ferreira Alves
© Luis Ferreira Alves

Na leitura perspéctica ao nível da rua (de norte para sul) será clara esta relação de continuidade da cota inferior, bem como da volumetria da construção em harmonia com a casa existente a sul, garantindo um excelente enquadramento do conjunto. 

Planta Baixa
Planta Baixa

A decisão que lhe garantirá a autonomia formal é a da sua implantação como casa-pátio, permitindo maiores zonas de estar no rés-do-chão e relações intimistas entre estas, os espaços exteriores da casa e o interior do quarteirão. 

© Luis Ferreira Alves
© Luis Ferreira Alves

Os alçados nascente e poente são, ao nível do piso superior, totalmente cegos e definidos por painéis de azulejos texturados e vidrados, tão característicos da cidade do Porto. O alçado poente cego justifica-se já que não devassando os lotes vizinhos, também impede a sua leitura desta cota superior bastante descaracterizada.

Planta Baixa
Planta Baixa

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos
Sobre este escritório
Cita: "Casa Ricardo Pinto / CorreiaRagazzi arquitectos" [House Ricardo Pinto / Correia/Ragazzi Arquitectos] 10 Dez 2014. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/758845/casa-ricardo-pinto-correiaragazzi-arquitectos> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.