O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Casas
  4. Chile
  5. Eugenio Ortúzar + Tania Gebauer
  6. 2013
  7. Akurzul / Eugenio Ortúzar + Tania Gebauer

Akurzul / Eugenio Ortúzar + Tania Gebauer

  • 19:00 - 2 Dezembro, 2014
  • Traduzido por Arthur Stofella
Akurzul / Eugenio Ortúzar + Tania Gebauer
Akurzul / Eugenio Ortúzar + Tania Gebauer, Cortesia de Eugenio Ortúzar
Cortesia de Eugenio Ortúzar

Cortesia de Eugenio Ortúzar Cortesia de Eugenio Ortúzar Cortesia de Eugenio Ortúzar Cortesia de Eugenio Ortúzar + 34

Cortesia de Eugenio Ortúzar
Cortesia de Eugenio Ortúzar

Descrição enviada pela equipe de projeto. Aproximadamente a 15 quilômetros, em uma estrada do sul de Puerto Montt, no caminho para a montanha, a cordilheira, encontra-se um belo lugar chamado Blue Stone. A razão para o seu nome, como dizem os locais, foi devido a uma grande pedra azul na orla, onde navios e barcos vem em busca de lariço na cordilheira. O lugar tem um caráter particular, as marés baixam drasticamente tornando o local fértil para a colheita a seu passo em um lugar fértil para a instalação espontânea de pessoas que vivem na beira mar. O terreno em questão está localizado na borda de uma ravina íngreme coberta por árvores espessas a partir do qual, surge como um ato de soberba magia, a cordilheira dos Andes através do Estuário de Reloncavi orientado a partir do sudeste.

Planta Baixa
Planta Baixa

Elevación Sur Elevación Posterior Techo Cubierta Elevación Norte + 34

O projeto de arquitetura se baseou inicialmente em obter, com recursos escassos, um espaço que acolheria uma segunda habitação, familiar e agradável e levando como premissa as condições do lugar. Foi quando uma vez visitado o local, o entorno e o terreno, descobrimos seu encanto no interior de uma pequena cobertura, o qual, víamos sem importância, pequeno e longe do lugar inicial da habitação. Foi uma vez neste interior, que em conjunto com os proprietários, descobrimos seu encanto e vocação, era ali e não em outro ponto onde deveria se localizar esta pequena habitação. O lugar cobrou força e foi imprescindível para rever o projeto.

Cortesia de Eugenio Ortúzar
Cortesia de Eugenio Ortúzar

Uma vez entendido o lugar, se propôs um volume linear na altura da encosta entre as árvores, compreendendo em sua instalação um jardim existente sem intervenções. Em poucos metros, e aproveitando sua linearidade e a interioridade do bosque, foi proposto que o interior da residência fosse envidraçado, oferecendo uma passagem no interior do bosque até o encontro com as longas vistas, do mar e da cordilheira.

Croquis
Croquis

O acesso foi estendido como um espaço público e por isso gerencia de forma hermética e controlada suas externalidades, deixando a habitação voltada para si mesma e para seu entorno e vistas, a partir da qual se acessa por uma pequena ponte que separa a habitação da encosta. Foi proposto um volume de coloração preta, para se ocultar, tornar-se íntimo, e absorver o escasso calor que o sol entrega no inverno.

Cortesia de Eugenio Ortúzar
Cortesia de Eugenio Ortúzar

Cortesia de Eugenio Ortúzar Cortesia de Eugenio Ortúzar Cortesia de Eugenio Ortúzar Cortesia de Eugenio Ortúzar + 34

O seu interior é neutro em tons de madeira, destacando assim o volume interior do telhas de larício e, por sua vez, trazer a presença das proximidades do bosque de Arrayanes. O pouco de luz que sua orientação sul fornece, foi controlada através de um corredor de luz na varanda da casa e recolher a luz vinda do leste, norte e a partir cozinha e olha para Puerto Montt, a luz oeste e do entardecer sobre as colinas e o mar, proporcionando luz na casa durante todo o dia.

Sección
Sección

Em uma atitude pública e social da habitação, os espaços comuns foram privilegiados, o contato com a natureza, por isso foi criado um terraço como um mirante que se desprende da casa, como um ponto de controle e de reunião dentro do terreno, mas distante, em um ponto estratégico.

Croquis
Croquis

Casa Akurzul como a chamaram seus proprietários, significa "cabana de luz", é construída integralmente em madeira de pinho, tratada do lado de fora, todo seu revestimento interno e mobiliário são feitos com placas de madeira prensada e seu exterior com placas de zinco pintadas, convidando a uma otimização importante de recursos de materiais. Sua entonação e projeto deixam de ser um espaço familiar e de agrado como alguma vez se sonhou.

Cortesia de Eugenio Ortúzar
Cortesia de Eugenio Ortúzar
Cita: "Akurzul / Eugenio Ortúzar + Tania Gebauer" [Akurzul / Eugenio Ortúzar + Tania Gebauer] 02 Dez 2014. ArchDaily Brasil. (Trad. Stofella, Arthur) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/757638/akurzul-eugenio-ortuzar-plus-tania-gebauer> ISSN 0719-8906