O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. França
  4. VIB Architecture
  5. 2014
  6. Silos 13 / vib architecture

Remodelaçao

Apresentado por the MINI Clubman

Silos 13 / vib architecture

Silos 13 / vib architecture
Silos 13 / vib architecture, © Stéphane Chalmeau
© Stéphane Chalmeau

© Daniel Moulinet © Daniel Moulinet © Stéphane Chalmeau © Stéphane Chalmeau + 46

  • Arquitetos do Projeto

    Antoine Bourdeau, Marlène Bourque, Célia Horn
  • Arquiteta na Execução

    Célia Horn
  • Certificação Sustentável

    Plan Climat Ville de Paris
  • Engenharia + Construção

    Jacobs France
  • Acústica

    Peutz & Ass
  • Consultor - Desenho da Fachada

    Arcora
  • Construtora

    Sogea TPI (Edifícios) - Ibau Hamburg (Processo)
  • Mais informações Menos informações
© Stéphane Chalmeau
© Stéphane Chalmeau

Contexto

O projeto se localiza a 5 metros do anel viário leste de Paris, no final do grande distrito de desenvolvimento de Zac Rive Gauche. Estudos urbanos realizados pelo Ateliers LION desde o ano 2000, assim como a nova regulação Urbana (PLU) atualizada em 2010, tem dado espaço para um novo bairro Bruneseau Nord. Este projeto se caracteriza por edifícios de grande altura e programas mistos nos quais a arquitetura e a infraestrutura se encontram. Para permitir este novo desenvolvimento, a cidade de Paris pediu para Ciments Calcia que renuncie ao seu centro de distribuição existente próximo ao Sena, e lhes ofereceu um novo local mais próximo dos trilhos existentes da estação de Austerlitz. Semapa emprendeu a construção deste novo projeto para Ciments Calcia.

© Stéphane Chalmeau
© Stéphane Chalmeau

Pré-requisitos

O projeto, que transforma uma instalação industrial em uma escultura urbana, é para ser considerado como o primeiro passo de um processo para transformar o novo local do Bruneseau Nord.

Cortesia de vib architecture
Cortesia de vib architecture

3 condições foram necessárias para tornar possível este edifício:

• a visão urbana e política de ampliar a cidade para o leste com uma ligação para pedestres de Paris para Ivry. O centro existente se vinculou à rede ferroviária através de uma única linha de trem que corta o bairro na diagonal. O novo edifício, obviamente, necessitava mover-se para permitir este novo desenvolvimento de grande tamanho.

• o desejo de desenvolver esta área industrial esquecida, apesar das dificuldades vinculadas às múltiplas redes existentes e as questões técnicas ou de regras urbanas, assim como a decisão de manter esta atividade industrial dentro do novo tecido da cidade.

• era necessária a presença de um empreiteiro como Vinci TPI, especializado em estruturas de engenharia civil, para elevar os silos principais, isso nos deu uma oportunidade única de projetar edifícios com ferramentas e recursos não usuais, geralmente reservados para o projeto de grandes infraestruturas.

© Daniel Moulinet
© Daniel Moulinet

Projeto de arquitetura

Este projeto é o primeiro passo para desenvolver o novo distrito do leste de Paris. A pergunta inicial para a gente foi claramente inserir o projeto específico em um projeto urbano de futuro, e trazer um "projeto audacioso" para a planta industrial. Tomou muito tempo desenvolver o projeto em um primeiro momento, devido ao grande risco e sua localização notável ao longo da rodovia do anel viário de Paris - a autopista mais transitada da Europa, com uma média de 300.000 veículos por dia. O projeto inicial de silos de 50 metros de altura foi rejeitado durante a fase de aprovação da construção - apesar do planejamento urbano e das novas regulações que permitem exercícios altos, nos pediram para refazer um projeto de 37 m de altura para adaptar-se a altura máxima habitual de Paris. Isto implicou em novas limitações importantes. Os silos deveriam ser ampliados em 20 m para permitir o mesmo volume de cimento, fazendo com que o local seja quase pequeno demais para conter o programa.

© Stéphane Chalmeau
© Stéphane Chalmeau

Nesta etapa, em junho de 2011, tivemos um final de semana para fazer um novo projeto completo e preparamos para a última reunião, a qual foi acompanhada por todas as autoridades envolvidas no projeto. Estas limitações requeriam um projeto audaz e claro.

A esta altura era óbvio que Calcia - que estaria dirigindo o centro - preferiria materiais que promovessem habilidades da sua gente e empresas de fabricação e venda de cimento, para erigir edifícios maravilhosos ao redor da cidade.

Planta Baixa 2º Pavimento
Planta Baixa 2º Pavimento

Nossa resposta foi o que é agora: em primeiro lugar, os silos principais tiveram que ser inseridos na posição única que permitia todos os fluxos e as redes existentes. A seguir, o centro de controle da qualidade, já que tinha que se apoiar no solo, deslizou por baixo do anel viário. O edifício de escritórios se encontra justamente no limite da propriedade e em cima de pilares altos para que os caminhões possam entrar por baixo. Todo o programa pôde então unificar-se por um cilindro vertical de uma escada e um elevador. O projeto havia se convertido em algo muito simples: todo o programa, incluindo escritórios e centro de controle de qualidade, foram inseridos em cinco silos individuais diferentes, todos de concreto, também erguidos da terra coberta de concreto.

© Stéphane Chalmeau
© Stéphane Chalmeau

A Escala da Edificação

Tudo é agora instantaneamente esmagado pela massa do projeto. Embora ele use linguagem técnica comum e acessórios, o edifício foi transformado em um espaço de trabalho único, dedicado ao material que contém: os silos, o percurso de escadas, os escritórios, centro de testes e o chão, são todos feitos de concreto. O material revela muito do seu potencial plástico. O projeto é um todo, ele está vivo, uma espécie de abstração dos corpos saindo do chão e se atraindo para um lugar único.

© Stéphane Chalmeau
© Stéphane Chalmeau

Muitas técnicas usadas para construção

O projeto conta com muitos usos diferentes de concreto. Os principais silos e a torre vertical foram feitos em concreto, um método robusto para fazer isso. A plataforma, crescia 2,5 cm por hora, o que levou três semanas, dia e noite, em fevereiro, e duas semanas em junho de 2013, para chegar ao topo de cada um dos silos de 37m, com uma média de 15 trabalhadores constantemente no pátio de obras.

Cortesia de vib architecture
Cortesia de vib architecture

As conchas para os silos horizontais foram prefabricadas, em seguida, transportadas em caminhões, levantadas, envolvidas e instaladas em não mais do que 24 horas para cada entidade.

Janelas poligonais

Para o escritório e o centro de controle de qualidade, a luz em uma das extremidades dos "silos" não foi suficiente para todos os espaços de trabalho. A abertura das conchas tinha que ser grande o suficiente para trazer luz, mas pequena o suficiente para manter a massa e a superfície. A forma poligonal escolhida para estas aberturas foi imaginada como uma forma de captação de duas ideias diferentes: o formato das britas que são utilizados na fabricação do concreto, ou um fragmento de um mineral ou rocha quebrada.

Cortesia de vib architecture
Cortesia de vib architecture

A fabricação das janelas poligonais fixas de alumínio foi complexa. A primeira questão foi a geometria do polígono se encontrando com a casca cilíndrica - que foi resolvida com as ferramentas 3D do escritório. A segunda questão, mais complexa, foi a questão do que fazer com as normas vigentes que exigem um design realmente sofisticado para impermeabilização e drenagem. Chamamos a Arcora, nossos engenheiros de fachada costumeiros, para nos ajudar a projetar estas janelas e torná-las aptas aos padrões atuais.

Cortesia de vib architecture
Cortesia de vib architecture

A torre de elevador/escada vertical é a peça mais visível do edifício, que atua como um sinal pelo aumento de apenas 5 metros do anel viário. O projeto para as aberturas é semelhante, mas eles foram equipados com uma malha de inox simples. Queríamos que as aberturas se tornassem mais largas e leves conforme a torre subisse, em contraste com os silos principais no fundo.

© Daniel Moulinet
© Daniel Moulinet

O Cercamento

Especial atenção foi necessária para a vedação principal. Foi acordado que o centro deveria ser perceptível a partir da rua. Nosso sistema permite a porosidade visual na atividade industrial, sem impor os caminhões pesados para a nova quadra. A nossa proposta permite que o local seja visto, ou se esconda, dependendo do ângulo a partir do qual se olha.

Corte 1
Corte 1

Um Projeto Sustentável

"Considerando o novo projeto urbano, era óbvio que a nossa planta existente tinha que ser transferida se quiséssemos manter a nossa atividade em execução em Bruneseau" diz Jerome Lestringant, gerente geral dos centros de distribuição da Ciments Calcia na França. A área de influência de nosso centro existente em Tolbiac era bastante concentrada e densa: cerca de 80% de nossos clientes estão dentro de 30 km em torno do local. Nós, obviamente, queríamos ficar perto deles.

© Stéphane Chalmeau
© Stéphane Chalmeau

Fique o mais próximo possível da Cidade

A qualidade fundamental para a fábrica existente em Tolbiac reside em sua posição estratégica no centro da cidade. Enquanto 100% do cimento circula de trem, os últimos quilômetros são feitos por caminhão por nossos clientes, e geralmente são feitos no sentido contrário das principais direções de tráfego urbano. Mover a planta para longe desta posição aumentaria muito os traslados feitos por caminhão, para cerca de 15 000 por ano, na direção exata para o tráfego geral já saturado.

Corte 2
Corte 2

O nosso objetivo era criar um projeto sustentável, diz M. Lestringant. Queríamos manter a entrega por trilho, e para manter a possibilidade de fornecer o nosso cimento através do Sena nas proximidades. Esse foi mais um incentivo para ficar perto do nosso local antigo. A cidade de Paris ouviu nossos argumentos e aprovou nossos planos. Eles consideraram corretamente que a nossa proposta concordava com a sua visão de preservar usos mistos no novo bairro de Bruneseau.

© Stéphane Chalmeau
© Stéphane Chalmeau

Uma peça de arte

Um trabalho de arte, imaginado por Laurent Grasso está atualmente sendo testado. Isso dará ainda outra dimensão para este atípico projeto urbano.

© Stéphane Chalmeau
© Stéphane Chalmeau

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
VIB Architecture
Escritório
Cita: "Silos 13 / vib architecture" [Silos 13 / vib architecture] 14 Nov 2014. ArchDaily Brasil. (Trad. Márquez, Leonardo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/757106/silos-13-vib-architecture> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.