O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Casas
  4. Dinamarca
  5. Arkitema Architects
  6. 2013
  7. A Casa Livre de Manutenção / Arkitema Architects

A Casa Livre de Manutenção / Arkitema Architects

A Casa Livre de Manutenção / Arkitema Architects
A Casa Livre de Manutenção / Arkitema Architects, © Jesper Ray
© Jesper Ray

© Jesper Ray © Jesper Ray © Jesper Ray © Jesper Ray + 25

  • Desenvolvedor

    Realdania Byg A/S
  • Engenharia

    Sloth Møller
  • Construtora

    Enemærke & Petersen A/S
  • Consultor

    The Danish Technological Institute, Masonry, Building And Construction
  • Sócios Especialistas

    Danish Building Research Institute (Aalborg University)
  • Mais informações Menos informações
© Helene Høyer Mikkelsen
© Helene Høyer Mikkelsen

Descrição enviada pela equipe de projeto. O projeto faz parte de um grande projeto de desenvolvimento: O MiniCO2 Houses. Ele envolve um total de seis casas geminadas e cada uma delas ilustra vários aspectos para redução de emissões de CO2 na construção, uso e manutenção de uma casa.

© Jesper Ray
© Jesper Ray

A Casa Livre de Manutenção (Maintenance-Free House) concentra-se em "manutenção e vida útil" e examina a quantidade de CO2 que podem ser salvos quando uma casa é construída para ter uma vida útil de pelo menos 150 anos e a envoltória do edifício não necessite de manutenção durante os primeiros 50 anos de vida útil. A Casa A foi construída com materiais tradicionais, que demonstraram a sua longa vida útil, e a Casa B - descrita aqui - foi construída com novos materiais, que são esperados para ter uma longa vida útil.

Perspectiva
Perspectiva

A Casa B foi construída como uma longa casa com uma entrada coberta virada para o leste, localizada exatamente no centro do lado longitudinal do edifício e uma cobertura com inclinação de 40 graus. O interior da casa foi concebido como uma "caixa" de madeira: um grande espaço contínuo com vigas expostas e decorado com caixas menores. A luz entra através das quatro claraboias, da área de entrada, a partir das esquadrias de altura completa e as portas nas paredes das extremidades, e de uma grande seção de vidro de cerca de 10 metros.

A Casa Livre de Manutenção / Arkitema Architects, © Jesper Ray
© Jesper Ray

A casa foi construída em madeira, talvez uma escolha surpreendente para o clima dinamarquês quando o objetivo é uma longa vida útil. Mas o país possui um grande número de estruturas de madeira muito antigas, muito devido à sua longevidade a excelente ventilação. A estrutura de madeira da Casa B foi criada de uma forma que garanta a ventilação contínua em todos os lados, inclusive sob a edificação, que foi criado em uma série de sapatas.

© Jesper Ray
© Jesper Ray

Compensado, vidro e ar

  • A estrutura da casa é de madeira: 18 quadros autoportantes de chapas de compensado de alta resistência pré-fabricados e montados numa fábrica e transportados para o local. O objetivo principal foi conseguir alta precisão e evitar qualquer dos danos que podem resultar das imprecisões típicas de um canteiro de obras. O objetivo é a baixa manutenção e longa vida útil. Este processo combina molduras externas e internas da construção em uma unidade, criando uma construção completamente aberta sem colunas, vigas ou elementos de tensão, assegurando à casa completa flexibilidade e uma configuração de longa duração.          
  • A casa está equipada com um "escudo de vidro", que envolve em torno do telhado e todas as fachadas do edifício, protegendo a construção de madeira contra chuva e vento. O escudo de vidro é feito de vidro reciclado e, em princípio, é indestrutível. O escudo é uma superfície contínua, ininterrupta e inquebrável por tubos de ventilação - mais uma vez garantindo vida útil prolongada, evitando o vazamento nas juntas.
  • Todas as janelas e portas são afastadas para trás da fachada e localizadas em nichos profundos protegidos, o que proporciona uma proteção eficaz contra os elementos.          
  • A casa é levantada 30 centímetros acima do solo e construída sobre sapatas. Esse dispositivo protege a casa contra a chuva e ao mesmo tempo assegura que ele é bem ventilado em todos os lados, tanto sob o edifício e sob a sua fachada de vidro, no espaço entre o escudo de vidro e a construção de madeira.          
  • O calor que é gerado no espaço entre o vidro e a madeira será utilizado em uma solução de ventilação prolongada, com a economia de quantidades significativas de CO2 do ar quente.

© Jesper Ray
© Jesper Ray

A redução das emissões de carbono

As emissões de carbono dos materiais utilizados no projeto são menores do que de uma casa normal média: a casa de referência (3,5 kg CO2 / m² / ano, em comparação com 5 kg CO2 / m² / ano para um período de 50 anos). Isso se deve, principalmente, ao uso extensivo de madeira, que contribui positivamente para a economia global de CO2, mas também as fundações de sapatas, que usam concreto com taxas menores de CO2 do que as tradicionais fundações contínuas da Casa de Referência. Por outro lado, a casa tem um impacto maior em teor de carbono devido à utilização de vidro, em parte ao vidro temperado na fachada e, também, a sua área total da janela, o que é aproximadamente 50% maior do que em uma casa padrão.

© Jesper Ray
© Jesper Ray

Nas duas casas a substituição de materiais calculados em mais de 50 anos responde por cerca de 0,5 kg do total de emissões de carbono da casa. Pode surpreender o observador que o efeito de economia de carbono de baixa manutenção não seja menor do que a da Casa de Referência - mas isso é porque a Casa de Referência é realmente bastante bem colocada a este respeito. Ela foi construído em tijolo, que é praticamente livre de manutenção, e seus outros elementos de construção que emitem muito CO2 - como fundações, vidros e isolamento de lã mineral - raramente requerem manutenção. Ao mesmo tempo, os outros elementos que podem exigir manutenção ou substituição - portas, janelas, superfícies interiores, etc - são relativamente "leves" em termos de CO2 e, portanto, tem apenas um efeito modesto sobre o cálculo total. Mas também é importante ter em mente que, para o dono da casa, baixa manutenção desses elementos significa menos frustração - e dinheiro de economia de trabalhadores e materiais.

© Jesper Ray
© Jesper Ray

Ao todo, os resultados mostram que se a construção e o projeto - como foi executado na Casa Livre de Manutenção - conduzem a uma maior vida útil para a casa como um todo, eles vão reduzir as emissões de carbono ao longo do total esperado da vida útil. Especialmente se isso significa evitar a necessidade de construir completamente uma nova casa.

O projeto de desenvolvimento MiniCO2 Houses

A Casa Livre de Manutenção é uma das seis casas de demonstração construídas na cidade costeira de Nyborg, na região central da Dinamarca. Cinco das casas examinam várias maneiras de reduzir as emissões de carbono; a sexta casa traz essas experiências juntas.

© Jesper Ray
© Jesper Ray

Por muitos anos, os esforços da indústria da construção civil para reduzir as emissões de CO2 - não sem razão - concentraram-se em energia para aquecimento e, portanto, também na impermeabilidade e isolamento. No entanto, como os requisitos nacionais e da União Europeia de construção se tornam cada vez mais rigorosos nesta área, torna-se relevante analisar a forma como a indústria também pode reduzir as emissões de carbono - por exemplo, em termos de materiais e de comportamento do usuário.

O principal objetivo do projeto de desenvolvimento MiniCO2 Houses é reduzir as emissões de CO2 na construção, operação e manutenção de uma casa.

© Jesper Ray
© Jesper Ray

As seis casas compartilham os mesmos princípios gerais:

• Tipo de construção: casa unifamiliar isolada

• Área: 130-172 m²

• Diretrizes de energia: Padrões da Dinamarca 2015 

• Orçamento: economia normal

• Projeto arquitetônico: apelo mais amplo

 • Futuro: Venda da casa após conclusão do experimento

© Jesper Ray
© Jesper Ray
Cita: "A Casa Livre de Manutenção / Arkitema Architects" [The Maintenance-Free House / Arkitema Architects] 24 Nov 2014. ArchDaily Brasil. (Trad. Souza, Eduardo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/756547/the-maintenance-free-house-arkitema-architects> ISSN 0719-8906