O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Casas
  4. Austrália
  5. Philip M Dingemanse
  6. 2013
  7. Casa Escape Sulista / Philip M Dingemanse

Casa Escape Sulista / Philip M Dingemanse

Casa Escape Sulista / Philip M Dingemanse
Casa Escape Sulista / Philip M Dingemanse, © Jonathan Wherrett
© Jonathan Wherrett

© Jonathan Wherrett © Jonathan Wherrett © Jonathan Wherrett © Jonathan Wherrett + 19

Descrição enviada pela equipe de projeto. Citação dos Jurados da Premiação:

"Projetado e construído pelo arquiteto, o júri ficou impressionado com seu questionamento sobre a natureza de uma casa e sua relação com o domínio público. Esta casa é rica em exploração - em relação ao seu orçamento e mínima presença para o seu compromisso com os seus arredores imediatos e com a rodovia nas proximidades. Os espaços interiores são indefinidos pelo arranjo de dois andares do privado ao público, com ênfase na área de estar e de pé-direito alto, que se espalham para o exterior num terraço coberto. Internamente, a cor e a textura são ricamente celebradas. Externamente, a casa é uma concha escura separada da fachada norte, mais significativa e provocante, com vista para a estrada abaixo. Esta casa merece grande reconhecimento em virtude de seu caráter: brincalhona e confiante, modesta em tamanho, mas ousada na expressão".

© Jonathan Wherrett
© Jonathan Wherrett

Declaração de Projeto dos Arquitetos

Situada numa encosta voltada para nordeste, próximo de uma grande estrada arterial adjacente, A Casa Escape Sulista é um estudo específico do local, da contribuição que uma residência privada pode fazer para o domínio público e o papel da arquitetura de forma mais ampla em um pequeno centro regional.

Os requisitos básicos de uma casa de família climaticamente sensível e acolhedora dão suporte ao projeto. O edifício está situado e planejado para maximizar os atributos do local e trabalha dentro das limitações de uma encosta íngreme e de um orçamento restritivo.

© Jonathan Wherrett
© Jonathan Wherrett

A adoção de uma estratégia de camuflagem naval do início do século 20, a técnica de ofuscamento é empregado, não a fim de ocultar a massa do edifício, mas em vez disso, manipular sua face pública, ajustando sua escala, e sugerindo uma outra dimensão para a fachada, que de outra forma seria plana. O edifício reconhece as pessoas que passam em veículos em alta velocidade, bem como aqueles que vivem no lado oposto da colina que vêem a parte posterior do objeto estático.

A face pública talvez seja alterado em sua forma e natureza, tornando-se apenas mais uma sinalização direcional da estrada, veículo, outdoor ou peça de arte pública.

Em última análise, o esquema é a consequência inevitável de uma situação em que o proprietário, o arquiteto e o construtor são a mesma pessoa.

Planta Baixa
Planta Baixa

Estrutura Conceitual

Em termos gerais, três temas-chave sustentaram todo o processo de tomada de decisão durante o projeto e a construção.

i. As oportunidades e as consequências de uma situação em que o proprietário, o arquiteto e construtor são a mesma pessoa;

ii. As oportunidades e as restrições de lidar com um orçamento limitado, enquanto permanecendo fiel ao breve requisito fundamental de fazer uma casa de família confortável e acolhedora que está intimamente ligado ao exterior e ao jardim;

iii. As oportunidades específicas do local e a contribuição que uma residência privada pode fazer para o domínio público.

© Jonathan Wherrett
© Jonathan Wherrett

Benefícios Públicos e Culturais

A adoção de uma estratégia de camuflagem naval início do século 20, a técnica de ofuscamento é empregado, não a fim de ocultar a massa do edifício, mas em vez disso, manipular sua face pública, ajustando sua escala, e sugerindo uma outra dimensão para a fachada, que de outra forma seria plana. O edifício reconhece as pessoas que passam em veículos em alta velocidade, bem como aqueles que vivem no lado oposto da colina que vêem a parte posterior do objeto estático. O impacto do tráfego de veículos pesados ​​e grandes cargas retangulares são transformados e referenciados na estratégia formal, e, finalmente, mais literalmente, na adição de luzes de caminhão para definir a borda do telhado. A face pública talvez seja alterado em sua forma e natureza, tornando-se apenas mais uma sinalização direcional da estrada, veículo, outdoor ou peça de arte pública.

© Jonathan Wherrett
© Jonathan Wherrett

Relação da Forma Construída com o Contexto

O local íngreme é mediado através da definição de um nível de piso acabado e nível do telhado do único andar o mais próximo possível ao chão natural para garantir o acesso de veículos. Todo o edifício, em seguida, estende-se a toda a encosta com a linha do telhado contínuo tornando-se dois andares. Os volumes de construção descem a encosta abaixo da linha do telhado. Essa estratégia garantiu um único corte do prédio e um detalhe telhado / calha ligada à gestão de orçamento e construtividade. A forma construída crescem muito no seu contexto a partir de alguns pontos de vista, mas também é diminuta de outros. Um plano de fundo com 6m contribui para a redução da escala das elevações leste e oeste. Além disso, a cor escura da fachada das três elevações imediatamente adjacentes as propriedades vizinhas, diminui o impacto visual do edifício.

Situação
Situação

Resolução de Programa

É acomodado um teto alto para a área de estar, garantindo assim o acesso próximo ao nível do jardim a partir da sala de estar. Cada espaço de sala de estar tem então uma ligação muito diferente e uma experiência do local e do contexto mais ampla. O terraço e o espaço ao ar livre centram-se no jardim em primeiro plano, mata nativa e de alto nível de folhagem. A abertura da parede de jantar remove o primeiro plano e se concentra na vista oposta da cidade vista e nas montanhas. O lounge incorpora tanto a estrada arterial como as vistas do horizonte.

© Jonathan Wherrett
© Jonathan Wherrett

Custo / Valor Final

Atuar como proprietário e construtor contribuiu significativamente para um resultado de baixo custo.

Além disso, planejamento eficiente e limitação da área útil construída ajudou na gestão do orçamento. O terraço e as áreas de estar terraço ao ar livre se tornaram uma extensão da sala de estar interna protegida, duplicando seu tamanho, mas tem um custo relativamente baixo. Produtos de construção de alto custo foram usados estrategicamente para maximizar a sua eficácia, por exemplo: divisor de escada de policarbonato vermelho e luz noturna. Elementos caros, como marcenaria da cozinha, são limitados por ter volume de armazenamento e demais funcionalidades em um espaço auxiliar, que também utiliza a altura do teto inteiro.

© Jonathan Wherrett
© Jonathan Wherrett

Sustentabilidade

A estrutura do edifício é totalmente de armações de madeira de plantação de para construção de estruturas e o interior é forrado com compensado de floresta de madeira certificada. Todo o revestimento do edifício é isolado além dos requisitos mínimos do código de construção e isolamento, e a lã mineral é aumentada com uma placa fenólica rígida de isolamento de alta performance. Todos os revestimentos de fachadas são instalados sobre uma ripa para formar uma pele externa totalmente ventilada e garantindo que a condensação e a umidade não fique presa dentro do revestimento do edifício.

Orientação nordeste da edificação, aberturas mínimas ao sul, aberturas do lado oeste protegidas e janelas com vidros duplos contribuem para uma envolvente do edifício com bom desempenho em um clima de aquecimento. A área útil limitada - 144 m² de espaço habitável termicamente controlado - reduz o uso de materiais de construção.

© Jonathan Wherrett
© Jonathan Wherrett

Forro de compensado para todo o interior proporciona uma qualidade quente natural, negando a necessidade de um sub empreiteiro de drywall, e assegurando o controle absoluto e a utilização de todo o material, reduzindo o desperdício e custo. As células fotovoltaicas e os tubos evacuados de aquecimento de água quente são instalados em conjunto com luminárias eficientes. O armazenamento de água quente tem uma localização central.

A fachada Nordeste modelada incorpora um produto de revestimento de fibra de madeira comprimida de plantação de origem sustentável.

Altos níveis de controle térmico do fechamento do edifício, boa orientação solar, e utilização de tecnologias energeticamente eficientes, limitam atuais e futuros custos de funcionamento, juntamente com o impacto ambiental a longo prazo.

© Jonathan Wherrett
© Jonathan Wherrett

Reação às Necessidades do Cliente e dos Usuários

As oportunidades do corte da construção são maximizadas. Embora relativamente pequena em área útil, o teto alto da sala de estar oferece um ar de generosidade. Mais acima do volume, há uma área de estúdio com vista para os espaços de estar, enquanto uma grande bancada de trabalho forma um teto mais baixo para o salão afundado abaixo, proporcionando assim uma área mais íntima e protegida dentro do maior volume. A área das crianças tem capacidade para ser separado em dois espaços conforme a mudança de necessidades com a idade. Eles também têm o seu próprio acesso ao jardim.

Ver a galeria completa

Sobre este escritório
Philip M Dingemanse
Escritório
Cita: "Casa Escape Sulista / Philip M Dingemanse" [Southern Outlet House / Philip M Dingemanse] 15 Set 2014. ArchDaily Brasil. (Trad. Márquez, Leonardo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/627257/casa-escape-sulista-philip-m-dingemanse> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.