O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Arquitetura Esportiva
  4. Hungria
  5. Tamás Dobrosi
  6. 2014
  7. Arena Pancho / Tamás Dobrosi + Doparum Architects

Arena Pancho / Tamás Dobrosi + Doparum Architects

Arena Pancho / Tamás Dobrosi + Doparum Architects
Arena Pancho / Tamás Dobrosi + Doparum Architects, © György Dénes
© György Dénes

© György Dénes © György Dénes © György Dénes © László Döme Jr. + 31

  • Equipe de Projeto

    Imre Balázs Arnóczki, Antal Szegedi, Krisztina Törekiné Bakó, László Király, Ferenc Vavrik, Barna Jóföldi, Oszkár Orbán, Lídia Mikus, Olivér Kis-Simon, Tamás Dósa Papp
  • Mais informações Menos informações
Implantação
Implantação

Descrição enviada pela equipe de projeto. Felcsut é uma comunidade de 1.800 pessoas no Vale do Váli, a 40 quilômetros ao oeste de Budapeste, capital da Hungria. Desde 2004, a localidade abriga o maior centro de educação para jovens aspirantes a futebolistas do país; uma instituição nomeada em 2006, depois de uma das maiores lendas do futebol na história, campeão olímpico, campeão Europeu e medalha de prata no Mundial, Ferenc Puskás.

© György Dénes
© György Dénes

Ferenc Puskás era o capitão dos lendários "Mighty Magyars", uma equipe talvez mais famosa pela goleada na Inglaterra de 6-3 em Wembley, em 1953, no que viria a ser conhecido como "o jogo do século". Mais tarde, ele emigrou para a Espanha e continuou a encantar os fãs com suas habilidades por mais uma década como jogador do Real Madrid. Ele também venceu três vezes a Copa dos Campeões Europeus, a antecessora da Liga dos Campeões, e quatro vezes artilheiro do campeonato espanhol. Ele trabalhou em todos os continentes, da Austrália ao Chile, do Canadá à Arábia Saudita ou a Grécia, e onde quer que fosse, ele rapidamente ganhou a adoração pelo seu caráter gentil, alegre e generoso.

© József Takács
© József Takács

Pancho, como fora apelidado por seus companheiros no Real Madrid, tinha um dom excepcional para o desenvolvimento de jovens talentos. Ao tomar o seu nome, a Academia de Futebol fez questão de dar continuidade a este objetivo nobre; uma promessa que eles puderam por em prática quando as construções foram iniciadas em 2008.

O primeiro edifício do complexo a ser concluído foi o dormitório. Centrado na reconstrução de uma antiga residência nobre, o trabalho foi baseado em planos de Imre Makovecz, a figura central da arquitetura orgânica húngara. Seguiu-se a inauguração do centro profissional e médico e, posteriormente, a cantina da academia, executada pelo discípulo do Mestre na escola itinerante, Tamás Dobrosi.

© György Dénes
© György Dénes

A ideia de uma arena coberta nasceu após a construção bem sucedida de aproximadamente 8 campos de treino de grama artificial. Ousando sonhar ainda mais alto, a gestão da Academia decidiu construir um estádio de futebol categoria III da UEFA, adequado para receber jogos da liga húngara e torneios juniores, bem como qualquer tipo de competição internacional até a segunda pré-eliminatória da Liga da Europa e Liga dos Campeões.

Ao contrário dos complexos gigantes preferenciais na primeira metade do século passado, alguns dos quais eram capazes de abrigar mais de cem mil entusiastas, as tendências atuais apontam para instalações de recreação menores, mas mais eficientes e complexas.

Transversal Cruzado
Transversal Cruzado

Considerando-se que servir a uma grande aglomeração urbana não estava entre as prioridades para a futura arena, porque era para ser usada como o principal campo de uma academia de esportes de pranchas, a administração decidiu em acordo com os delegados da UEFA que o número de assentos permaneceria relativamente baixo em 3400, oferecendo maior conforto do que de costume. Com 100 cm de distância entre carreiras e 55 cm entre os assentos, o estádio corresponde ao nível de conforto de seções de classe empresarial em estádios da Europa Ocidental. Reservado para convidados especiais, a seção VIP de 420 lugares ecoa a atmosfera mais intimista e aconchegante dos atuais edifícios da Academia. Sete lojas no segundo nível da ala oeste oferecem total conforto para os principais patrocinadores enquanto correspondentes de imprensa são servidos por cinco estações de transmissão de televisão e rádio, uma sala de conferência de imprensa capaz de acolher 50 pessoas, uma tribuna média de 70 lugares e vários estúdios equipados com alta qualidade de transmissão ao vivo de qualquer evento esportivo.

© György Dénes
© György Dénes

Embora a arena ocupe mais de 12.000 metros quadrados, todos equipados com aquecimento, o espaço ainda provou ser bastante apertado para hospedar todas as comodidades necessárias. Com exceção da área saliente abaixo das tribunas norte e sul ao longo do campo, todo o espaço é construído embutido. Fazendo bom uso das propriedades do terreno, o edifício é servido por saídas comunicando diretamente com o mundo exterior em três andares diferentes. Os vestiários de ambos os lados, do time da casa e do time dos visitantes, são completos com suas próprias salas de aquecimento adjacentes cobertas de grama artificial, foram concebidos em plena conformidade com as disposições da UEFA, contendo instalações para treinadores, árbitros e também para os oficiais de controle de dopping. No subsolo, mais 12 vestiários, um ginásio e um centro de saúde estão à disposição de jovens futebolistas. Estes podem ser acessados pelo leste por portas separadas e monitorados. Fãs são admitidos a partir do norte e sul pelo subsolo, com portões separados que levam a diferentes setores, através de espaços abertos e cobertos claramente sinalizados.

© László Döme Jr.
© László Döme Jr.

Além dos requisitos gerais de orientação, os edifícios e campos existentes tiveram um papel determinante na designação do local exato da construção. O terreno, com sua inclinação de 8 metros, foi mais um desafio a ser superado. O campo rebaixado tornou possível construir uma fachada mais baixa do lado ocidental. Aqui, o espaço relativamente estreito é dividido em câmaras menores por elementos salientes da estrutura do telhado que estão correndo pelo chão entre as cúpulas dos foyers. Portões separados para o acesso as áreas VIP e de mídia, bem como a entrada dos jogadores, estão localizados deste lado, ligado pela estrutura intertravada das cúpulas do telhado.

© József Takács
© József Takács

O patrocinador estava firmemente decidido a aplicar o conceito da arquitetura orgânica húngara para todo o complexo de edifícios. Ele queria criar uma peça de marca atraente de arquitetura com aparência única, excepcional mesmo em comparação internacional. Assim, o uso de materiais especiais e incomuns não era apenas um mero capricho, mas uma exigência expressa.

© György Dénes
© György Dénes

Brotando de pilares de concreto armado, o telhado de retículas de madeira se distribuí ao longo das tribunas, como a copa da árvore em torno de uma clareira. O conceito subjacente foi a construção de uma estrutura que é única e excepcional, devido à sua própria lógica interna e sistema estático limpo, integrando a tendência racional da arquitetura do estádio húngaro contemporâneo, com formas mais complexas e estruturas num contexto inovador.

© György Dénes
© György Dénes

Localizado em um ambiente rural, as fachadas são necessariamente monótonas, pois não podem ser observadas de longe. Assim, a ênfase arquitetônica está nas rupturas da estrutura do telhado sobre as entradas e o dinamismo do espaço interno. As aberturas na parede frontal fornecem uma visão íntima para observadores externos para o espaço interno da arena, dando um gosto dos feitos heróicos jogados na "clareira".

© József Takács
© József Takács

No entanto, o ambiente construído é apenas uma fase bem escolhido para o trabalho profissional realizado na Academia Puskás. Se a devida diligência e progresso são mostrados, qualquer jovem húngaro tem a chance de estudar de graça no centro acadêmico e de futebol, que já está enviando talentos recém-descobertos, de todas as idades, para jogar nas equipes nacionais.

© György Dénes
© György Dénes

Nesse meio tempo, o desenvolvimento de jogadores de futebol de sucesso não é o único objetivo da gestão. A principal força motriz por trás da atividade da instituição é inspirar os jovens para ficarem por sua conta em outras esferas da vida também.

© György Dénes
© György Dénes

Em consonância com essa ideia, a Arena Pancho, e o ambiente construído em geral, deve servir a comunidade como um ponto de referência e uma fonte de orgulho, como um incentivo adicional para o trabalho duro e diligência, nos passos de modelos do passado.

Corte Longitudinal
Corte Longitudinal

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Tamás Dobrosi
Escritório
Doparum Architects
Escritório
Cita: "Arena Pancho / Tamás Dobrosi + Doparum Architects" [Pancho Arena / Tamás Dobrosi + Doparum Architects] 11 Set 2014. ArchDaily Brasil. (Trad. Márquez, Leonardo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/627141/arena-pancho-tamas-dobrosi-mais-doparum-architects> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.