O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Habitação De Interesse Social
  4. França
  5. Tectoniques
  6. 2014
  7. Bloco 32 / Tectoniques Architects

Bloco 32 / Tectoniques Architects

Bloco 32 / Tectoniques Architects
Bloco 32 / Tectoniques Architects , © On Stage
© On Stage

© On Stage © On Stage © On Stage © On Stage + 23

© On Stage
© On Stage

Descrição enviada pela equipe de projeto. O Bloco 32 ocupa uma posição estratégica no vasto programa para renovar o bairro Duchère, em Lyon. A associação de habitação OPAC du Rhône produziu um edifício que incorpora 33 unidades habitacionais de aluguel social, 1,500 m2 de espaço de escritório dedicado a atividades relacionadas à saúde, e tem espaço de varejo em todo o piso térreo. A sua localização central, no cruzamento entre a nova praça Abbé Pierre e a avenida leste / oeste, significa que é altamente visível e sua proximidade com o salão de atletismo impõe a necessidade de uma atitude urbana retumbante.

© On Stage
© On Stage

Na sequência do trabalho dos arquitetos na zona de desenvolvimento urbano de Mozart em Saint-Priest, a intenção era a de enfrentar os novos desafios do ambiente urbano, promover a utilização da madeira como material e mostrar que a vida urbana pode ser prazerosa e divertida.

Planta Baixa Pavimento Térreo
Planta Baixa Pavimento Térreo

Apesar da complexidade técnica do edifício, o estilo arquitetônico é suave e alegre. Um estilo arquitetônico diferente denota cada um dos componentes do programa: habitação social, o centro de serviços (centro de saúde), e o espaço de varejo na base.

Uma atitude urbana retumbante

Vários fatores relacionados com o local e com as especificações de planejamento urbano significam que este projeto tem de encontrar uma postura urbana afirmativa. A proximidade do salão de atletismo é o principal fator determinante da fachada norte enquanto o bloco de habitação está a menos de 7 metros da fachada sul do complexo esportivo. A escala e a forma incomum do salão tornam-o um benevolente, mas exigente vizinho. O foco foi colocado em desenvolver as ligações entre o novo edifício e as instalações desportivas. A leste, os degraus da praça absorvem a diferença significativa na altura. Para o oeste, o jardim comum, suspenso acima das lojas, ocupa o espaço entre os dois prédios.

© On Stage
© On Stage

O Bloco 32 funciona como uma fachada urbana, preservando o alinhamento ao longo da estrada e marcando os ângulos para o leste e o oeste. Esta forma é acentuada pela altura do edifício, com oito andares para o bloco de habitação e seis andares para o espaço de escritório, criando um conjunto de alta densidade. A forma do terreno é ideal para construção e oferece aspectos vantajosos para norte e sul. A diferença de altura significativa de leste a oeste é absorvida pela base unificadora que forma um pedestal para o projeto.

Programa de uso misto

O programa, que adota a abordagem de uso misto, agora padrão, é em si um microcosmo urbano. Os dois pisos no subsolo oferecem 57 vagas de estacionamento. Há 972 m2 de espaço de varejo no piso térreo, que constitui a base compartilhada para os 33 apartamentos da associação de habitação e os 1.500 m2 do centro médico.

© On Stage
© On Stage

Em termos de estilo, os diferentes componentes formam um todo, um trabalho de arquitetura completa dentro do qual cada um dos diferentes programas permanece distinto. A domesticidade do bloco de habitação é complementada pelo projeto mais abstrato do bloco de escritório, enquanto o espaço de varejo se abre facilmente para os espaços públicos do entorno.

Planta Baixa
Planta Baixa

O pavimento térreo e o primeiro andar, que percorrem todo o comprimento do complexo, formam um pedestal envidraçado que sustenta o corpo, que é composto por dois edifícios separados por uma descontinuidade que abre vistas para as seções internas do complexo e do salão de atletismo. A base do edifício afeta a transição entre o espaço público e o privado, com a sua topografia muito específica, caracterizada por uma diferença de altura de cerca de 2,5 metros. Acima do bloco de habitação, um andar de sótão afastado da fachada principal coroa o edifício, marcado pelo uso de diferentes materiais.

Construção mista

Os sistemas construtivos utilizados também são misturados, com os materiais utilizados, onde eles oferecem o melhor desempenho possível. A estrutura principal é concreto. As fachadas são compostas por uma moldura de madeira.

© On Stage
© On Stage

O concreto foi usado por suas qualidades estruturais e acústicas. A madeira foi escolhido em primeiro lugar, pelas suas qualidades de material, mas também pela forma como pode ser utilizada na pré-fabricação dos componentes que formam a fachada.

© On Stage
© On Stage

Dois fatores tornaram a madeira um material particularmente adequado para este projeto. Paredes compostas de madeira oferecem o mesmo nível de desempenho com uma espessura reduzida em comparação com paredes compostas de concreto. Através dos sete pisos de habitação isso libera o equivalente a 60 m2 de área útil. O uso de componentes pré-fabricados também significou que o trabalho de construção pode ser realizado de forma rápida e com segurança em um local com restrições muito específicas, nomeadamente devido à proximidade com o salão de atletismo. A fachada norte foi construída em apenas três semanas.

Corte
Corte

Por razões acústicas as fachadas leves são separadas do piso. Eles formam uma parede de manto que passa sobre a borda da laje, produzindo um envelope sem emendas.

Uma construção esguia / fachadas densas

O bloco de habitação é deliberadamente esguio, a profundidade da sala de estar mede apenas 8 metros mais as varandas na fachada sul, e com a adição dos corredores externos na fachada norte. Isso permite que todos os apartamentos se beneficiem de um aspecto norte e sul, já que cada unidade funciona totalmente de um lado para o outro do edifício. Esta exposição desenvolve uma relação generosa com a natureza circundante, a nova praça ao sul, e a Monts d'Or, ao norte. A intenção da arquitetura é clara quando o perfil do edifício é visto a partir do canto ocidental. A simples organização das unidades habitacionais segue princípios bioclimáticos: áreas de estar para o sul; cozinha, dormitórios e banheiros para o norte.

Para o sul, generosas sacadas de dois metros de largura oferecem espaços atraentes e proteção contra o sol. As janelas são maiores do que o padrão e compensam os interiores compactos cujas dimensões cumprem com as normas de habitação social.

© On Stage
© On Stage

A fachada é composta por várias camadas formadas por um conjunto de características adicionais: guarda-corpos de ripas de madeira verticais, engradados amarelos que padronizam a estrutura, divisórias de sacada, persianas e painéis estruturais e colunas.

© On Stage
© On Stage

A fachada principal na parte posterior da varanda é coberta com painéis de fibra e resina termo endurecível à base de madeira, com um acabamento metálico sutil, e a fachada da frente com ripas desgastadas de Pinheiro do Oregon.

Planta Baixa Pavimento Superior
Planta Baixa Pavimento Superior

Ao norte, a espessa fachada abriga as passarelas que ligam os apartamentos e as escadarias nos cantos do edifício que fornecem acesso vertical. As passagens, situadas no exterior do edifício, são largas e abertas para a paisagem distante. As escadarias são protegidas com uma tampa metálica perfurada que mantém um certo grau de privacidade, opaco do lado de fora, transparente a partir do interior.

Um bloco sólido / fachadas leves

O bloco de escritório que abriga o centro médico foi construído em um estilo diferente, mais abstrato, mais neutro, com linhas predominantemente horizontais. A fachada cortina é composta de seções de placas de revestimento de madeira desgastadas e tiras largas de vidros alternadas. Elas formam peças sobrepostas que se interligam como grandes escalas​​. Isto dá a aparência de uma cobertura do tipo têxtil, mais leve e menos construída do que o bloco de habitação.

© On Stage
© On Stage

Da mesma forma, os dois programas se distinguem pela sua forma, com o centro médico, ao contrário do bloco de alojamento, formando um bloco homogêneo em todos os quatro lados. Isso reflete a tipologia interna da planta, composta por grandes espaços abertos, com cada uma das fachadas principais orientadas para o espaço público do lado de fora: a fachada sul em direção à praça, a fachada norte em direção ao salão de atletismo e a fachada do leste em direção a praça em frente ao hall.

Render
Render

A quinta fachada, com vista para os prédios vizinhos, foi tratada com cuidado com o seu telhado verde, e é onde os coletores de água quente sanitária estão localizados.

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Bloco 32 / Tectoniques Architects " [Block 32 / Tectoniques Architects ] 08 Set 2014. ArchDaily Brasil. (Trad. Márquez, Leonardo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/626995/bloco-32-tectoniques-architects> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.