Casa Sharifi-ha / Nextoffice - Alireza Taghaboni

Casa Sharifi-ha / Nextoffice - Alireza Taghaboni

Cortesia de nextofficeCortesia de nextofficeCortesia de nextofficeCortesia de nextoffice+ 45

Teerã, Irã
  • Projetista:Alireza Taghaboni
  • Projetistas Associados:Roohollah Rasouli, Farideh Aghamohammadi
  • Detalhamento:Bahoor Office (Hamid mohammadi, Amir Taleshi)
  • Consultoria De Detalhamentos:Shahnaz Goharbakhsh
  • Supervisão:Shahnaz Goharbakhsh, Alireza Taghaboni
  • Arquitetos Associados :Mojtaba Moradi, Negar Rahnamazadeh, Asal Karami, Majid Jahangiri, Masoud Saghi, Hossein Naghavi, Fatemeh S.Tabatabaeian, Iman Jalilvand
  • Construção:Imen Sazeh Fadak Consulting Eng
  • Consultoria De Paisagismo:Babak Mostofi Sadri, Omid Abbas Fardi
  • Structural Consultant:“Bastanpol” company – Vahid Qarakhniniya
  • Consultoria Mecânica:“Payabanaafarin” company – Mojtaba Arabpour
  • Consultoria Elétrica:“Payabanaafarin” company – Saeed Afshar
  • Sistemas:Bumat Company
  • Client:Shiraz Municipality
  • Team:Alireza Taghaboni with Mohamad Motamedinia (+ Project Manager), Ebrahim Roostaee, Sepideh Sarrafzadeh, Maziar Ghaseminia, Majid Jahangiri, Hoodad Zoroufchiyan, Peyman Nozari, Roza bemani, Arian Spiridonoff, Vahid karamad, Fatemeh Tabatabaeian, Shima Mohammadi, Siavash Shareghi, Homa Asadi, Farideh AghaMohammadi, Mohammad Kahidi, Mehrdad Raoofi, Sahar Mehdizadeh, Gorgin Sharifi, Ali Maleki Kahaki, Sajad hosseini, Tina Shahnazari, Mehdi Pourbasat, Asal Karami, Amin Zargar, Sarvenaz Rezae
  • Cidade:Teerã
  • País:Irã
Mais informaçõesMenos informações
Cortesia de nextoffice
Cortesia de nextoffice

Descrição enviada pela equipe de projeto. Incerteza e flexibilidade são questões centrais do conceito desse projeto. As qualidades espaciais dos interiores, bem como a configuração formal externa, estão diretamente ligadas ao movimento de rotação de caixas que abrem e fecham a volumetria do edifício. Esses movimentos podem ocorrer em função da mudança de estações ou do desejo de mudar as vistas para a paisagem.

Fotos externas do processo de rotação
Fotos externas do processo de rotação

Como muitos outros terrenos urbanos, o lote desse projeto apresentava uma fachada bastante estreita se comparada à sua profundidade. Consequentemente, nossa experiência em transformar uma fachada bidimensional em algo tridimensional foi fundamental. Nesse projeto, a abertura/fechamento do volume é uma referência às tradicionais casas iranianas.

Diagrama 04
Diagrama 04

Durante o verão, a Casa Sharifi-ha se torna um volume aberto, transparente e perfurado com grandes terraços. Por outro lado, durante o rigoroso inverno de Teerã, o volume se fecha, tornando-se um bloco de aberturas mínimas. Nesse projeto, os desafios associados a uma tipologia introvertida/extrovertida levaram a uma arquitetura residencial de configuração espacial mutável.

Cortesia de nextoffice
Cortesia de nextoffice

A casa se distribui em sete pavimentos: os dois subsolos abrigam as áreas de estar e convívio ao passo que o térreo recebe a garagem e os ambientes de serviço. As atividades públicas acontecem no primeiro e segundo pavimento e os ambientes privados se localizam no terceiro e quarto nível.

Cortesia de nextoffice
Cortesia de nextoffice

O projeto consiste em quatro partes principais: a estrutura, o vazio, o volume fixo e o volume móvel. Quando as caixas estão fechadas o edifício recebe luz natural através do vazio central, que também conecta os dois volumes fixos através de passarelas suspensas. 

Cortesia de nextoffice
Cortesia de nextoffice

A casa se adapta às necessidades funcionais de seus usuários. Por exemplo, dependendo se há ou não uma visita , o quarto de hóspedes (localizado no segundo pavimento) pode ser reconfigurado para diferentes propósitos. O mesmo se dá com o escritório e a sala de jantar.

Cortesia de nextoffice
Cortesia de nextoffice

Durante a fase inicial de projeto, resolvemos incorporar os três pinheiros localizados no terreno nos espaços internos da casa. Agora, quando a casa está aberta, essas árvores são enquadradas pelas perspectivas internas.

Cortesia de nextoffice
Cortesia de nextoffice

O recuo de três metros em relação ao limite permitido para a construção permitiu que os pavimentos subsolos recebessem uma boa quantidade de iluminação natural. 

Corte
Corte

O mecanismo empregado para rotacional os volumes é, na realidade, o mesmo método usado para girar os cenários teatrais ou as plataformas em exposições de carros. 

Cortesia de nextoffice
Cortesia de nextoffice

Os detalhes dos guarda-corpos e sistemas de controle de ventilação foram questões importantes consideradas no projeto das caixas giratórias. O uso de guarda-corpos dobráveis se mostrou uma solução viável.

Cortesia de nextoffice
Cortesia de nextoffice

Considerando as singularidades dessa arquitetura, o sistema estrutural é, inevitavelmente, irregular. Após modelar digitalmente a estrutura, uma série de análises foi realizada para examinar o desempenho estático/dinâmico do sistema proposto. Ser parcialmente móvel é a principal característica desse sistema estrutural.

Cortesia de nextoffice
Cortesia de nextoffice

Devido às várias configurações que as caixas giratórias podem assumir, os cálculos de cargas foram baseados nas situações mais extremas aplicadas ao sistema estrutural. 

Cortesia de nextoffice
Cortesia de nextoffice

Cortesia de nextoffice
Cortesia de nextoffice

Cortesia de nextoffice
Cortesia de nextoffice

Cortesia de nextoffice
Cortesia de nextoffice

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos
Sobre este escritório
Cita: "Casa Sharifi-ha / Nextoffice - Alireza Taghaboni" [Sharifi-ha House / Next Office–Alireza Taghaboni] 26 Ago 2014. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/626010/casa-sharifi-ha-nextoffice-alireza-taghaboni> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.