O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Casas
  4. Japão
  5. Jun Murata
  6. 2014
  7. Residência para Instalação / Jun Murata JAM

Remodelaçao

Apresentado por the MINI Clubman

Residência para Instalação / Jun Murata JAM

  • 18:00 - 19 Agosto, 2014
  • Traduzido por Isabela Costa
Residência para Instalação / Jun Murata JAM
Residência para Instalação / Jun Murata JAM, © Jun Murata
© Jun Murata

© Jun Murata © Jun Murata © Jun Murata © Jun Murata + 25

© Jun Murata
© Jun Murata

Descrição enviada pela equipe de projeto. O edifício está localizado na esquina de uma pequena via que leva à rua comercial de Kashiwara. Este projeto consiste na renovação de uma residência de madeira construída em 1976. O edifício existente contava com uma parte de escritório e outra residencial. O uso heterogêneo era revelado pela fachada, que aparentava uma condição abrupta.

© Jun Murata
© Jun Murata

O cliente, um artista, precisava de um espaço confortável para convivência, um espaço para criação, e outro para exposição de suas obras. Além disso, a fachada também precisava de renovação. Sob difícil condição estrutural e orçamento limitado, foram consideradas ligações e separações para os espaços existentes de modo a fornecer luz natural suficiente para o ambiente interno sem fazer novas janelas.

Planta - Térreo
Planta - Térreo

Primeiramente removemos paredes desnecessárias e confirmamos a direção da incidência de luz natural. A antiga estrutura foi desmontada para dar lugar a um novo layout de equipamentos e armazenagem. Com circulação mais simples e flexível, a planta baixa possibilitou um projeto de iluminação racional.

© Jun Murata
© Jun Murata

Em um segundo momento instalamos uma parede oblíqua na parte central do edifício, a qual ganhou uma circulação adjacente com largura confortável. A parede dá impressão de profundidade ao ambiente e confere a suave luz natural incidente do sul à um filete intenso que ilumina o espaço.

© Jun Murata
© Jun Murata

Uma porta de abrir no núcleo de armazenagem do edifício conduz uma circulação de serviços até a cozinha. A parte sul - anteriormente composta por vários cômodos no estilo-japonês - é convertida em um único e amplo espaço usado como sala de estar, jantar e cômodo no estilo-japonês, preparado para vários padrões de iluminação.

© Jun Murata
© Jun Murata

O espaço contíguo ao cômodo em estilo japonês é usado como local de exposição e armazenagem. Para separar o antigo altar budista e o tradicional nicho do cômodo de convivência mais íntima, paredes baixas cortadas em ângulos retos são utilizadas. Aqui a luz natural também é confinada à um feixe retangular que leva o olhar ao vazio do espaço.

© Jun Murata
© Jun Murata

Cada fenda no teto - de variadas larguras - servem para as instalações de iluminação indireta, cortinas e uma porta de correr. Além disso, a sala de linho não tem janela, então, para trazer a luz natural do sul, uma fenda vertical foi projetada na parede que faz divisa com o  quarto japonês.

© Jun Murata
© Jun Murata

Portas de abrir parecem estar desconectadas das paredes, mantendo uma distância das superfícies destas. O motivo é o não isolamento excessivo do ruído e da circulação de ar, gerando um fluxo moderado. Deste modo, o ar, sons e iluminação transpassam a residência seja durante o dia ou noite.

© Jun Murata
© Jun Murata

Este fluxo dá movimento e expressão à vida cotidiana deste espaço em branco com atmosfera inorgânica, e o enriquece. Branco predominante prove um espaço primitivo de vida, dando aos moradores capacidade de modifica-lo.

Cita: "Residência para Instalação / Jun Murata JAM" [House for Installation / JAM] 19 Ago 2014. ArchDaily Brasil. (Trad. Costa, Isabela) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/625719/residencia-para-instalacao-jun-murata-jam> ISSN 0719-8906