O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Casas
  4. África do Sul
  5. SAOTA
  6. 2006
  7. Vame / SAOTA

Vame / SAOTA

  • 16:00 - 22 Julho, 2014
Vame / SAOTA
Vame / SAOTA, Cortesia de SAOTA
Cortesia de SAOTA

Cortesia de SAOTA Cortesia de SAOTA Cortesia de SAOTA Cortesia de SAOTA + 14

  • Arquitetos

  • Localização

    Yzerfontein, África do Sul
  • Arquitetos Responsáveis

    Stefan Antoni Olmesdahl Truen
  • Área

    828.0 m2
  • Ano do projeto

    2006
Cortesia de SAOTA
Cortesia de SAOTA

"Os clientes, um casal de Nova Iorque, desejavam uma residência no hemisfério sul para as férias de verão. Atentos às tendências da arquitetura contemporânea, eles requisitaram uma edificação composta de linhas horizontais limpas, grandes áreas de vidro, criando um espaço que é "ao mesmo tempo aberto e privado". A tarefa era construir uma residência de dois dormitórios, com espaços interiores/exteriores e um estúdio fotográfico', diz o parceiro de projeto, Stefan Antoni.

Planta baixa -térreo
Planta baixa -térreo

Localização

O local é um dos poucos trechos remanescentes da beira-mar na Costa Oeste que ainda será desenvolvido. Passando pela área residencial de Yzerfontein ao sul da Cidade do Cabo. O local é um dos vários localizados imediatamente atrás da linha interminável das dunas. O clima na Costa Oeste às vezes pode ser idílico e outras vezes extremamente duros.

Cortesia de SAOTA
Cortesia de SAOTA

Aproximação

Para maximizar as vistas para o mar e as ondas sobre as dunas, as áreas de estar no térreo foram elevadas para acima do nível do terreno. O conceito em forma de L com as duas formas retangulares interseccionadas permitem dois lados completamente envidraçados. Ao mesmo tempo em que eles possibilitam a vista para o exterior, criam um pátio coberto com vista para a piscina longa e retangular. As formas retangulares, elementos lineares, áreas amplas sobre vidros horizontais, telas deslizantes de madeira e a lareira são os principais elementos de design do projeto.

Cortesia de SAOTA
Cortesia de SAOTA

Materiais utilizados

A escolha de materiais simples complementa a forma escultural da residência. A cobertura é feita em concreto com detalhes sutis em madeira nas grades retangulares formadas pelas venezianas de tamanho padrão. As paredes estão revestidas em gesso, exceto as do banheiro que estão revestidas de argamassa branca, assim como seu piso. 

Cortesia de SAOTA
Cortesia de SAOTA

Acomodação

Os principais elementos neutros são complementadas pelas persianas de madeira natural e telas. Elas irão se transformar com o tempo, alternando sua cor para o cinza-prateada da madeira Balau. As portas internas, que vão do piso ao teto, são feitas em madeiras de nogueira escura manchadas de mogno Africano; a escadaria em balanço é feita em madeira vermelha "Boire". Cada banheiro é caracterizado por uma parede específica revestida por um mosaico cuidadosamente selecionado, em verde ou turquesa a fim de complementar a cor esverdeada dos equipamentos sanitários. Além da lareira, as pedras naturais foram utilizadas também na churrasqueira, composta por arenito vermelho e na cascata da piscina, feita de ardósia cor jade. O pátio subterrâneo possui um deck de madeira Balau, que ressalta a transição entre o pavimento de cimento branco e a areia das dunas. A cozinha feita em laca amarela de alto brilho com bancadas brancas é uma surpresa inesperada em um elemento funcional.

Cortesia de SAOTA
Cortesia de SAOTA

Aumentar as áreas de estar acima do nível do terreno permite a criação de um volume subterrâneo. Acessado através de uma escada fechada, esse espaço acolhe um grande estúdio de trabalho, uma sala de estudos / terceiro quarto, banheiro e despensa. O estúdio se abre para um pátio, no nível da areia das dunas. As aberturas do chão ao teto feitas em vidros deslizantes, permitem que o estúdio, pátio e as dunas tornem-se um único espaço - um estúdio de luz natural de comprimento infinito. As dramáticas cascatas revestidas de pedra a partir da piscina no lado fechado do pátio, permitem o resfriamento do ar e a criação de um espaço protegido e repleto de sol.

Cortesia de SAOTA
Cortesia de SAOTA

O principal pavimento está acima do nível da rua. A elevação simplificada da rua possibilita a criação da porta da garagem feita em madeira natural. Chega-se a porta da frente por um caminho de vegetação natural. A sala de estar é composta por; um hall de entrada com a escada em balanço, uma cozinha aberta, sala de jantar, sala de estar e varanda virada para o mar em todo o comprimento da fachada ocidental, bem como um terraço coberto e pátio em balanço sobre o jardim e a piscina.

Planta baixa - primeiro pavimento
Planta baixa - primeiro pavimento

O primeiro pavimento tem duas suítes. A suíte principal em direção ao mar se abre para um terraço de comprimento total da fachada e possui um jardim de rochas na cobertura acessível. O closet conduz ao banheiro da suíte. O segundo dormitório está localizado no final da galeria de passagem, e se abre para a mesma varanda do jardim linear.

Função

A forma da casa segue a função requerida. A planta em forma de L, com a sua característica de parede estendida para a rua, cria o pátio protegido e a área de estar. A fachada voltada para o mar é envidraçada de ponta a ponta, abrangendo a vista panorâmica para a Table Mountain, ao sul. O vidro da sala de estar pode ser completamente aberto para permitir que o dormitório se torne parte das dunas, do mar e do horizonte, em um dia perfeito da Costa Oeste.

Cortesia de SAOTA
Cortesia de SAOTA

As venezianas deslizantes de madeira Balau fornecem a proteção contra o sol poente no horizonte ocidental, bem como a privacidade e segurança quando necessárias. O vidro para o terraço coberto também pode ser totalmente aberto, permitindo que a cozinha, sala de jantar, varanda e pátio coberto tornem-se uma área de entretenimento contínuo - aberto para as dunas e mar, ou que sejam protegidos quando a vidraça da fachada oeste estiver fechada. As telas para o terraço coberto proporcionam segurança e proteção.

Detalhes arquitetônicos

Uma segunda camada de intenção arquitetônica é evidente nas vistas emolduradas e nas fontes de luz. Uma abertura acima da escada em balanço no hall de entrada cria um feixe de luz para o centro da residência. Isto gera um movimento de sombras sobre os degraus de escada. As vistas emolduradas para o mar e o morro em cada extremidade da escada do subsolo são percebidas entre as paredes frias de vedação. A janela para o Sul, no dormitório principal, emoldura a vista para as dunas em direção a Table Mountain.

Elevação Sudoeste
Elevação Sudoeste

Janelas verticais e horizontais nos banheiros permitem uma vista para o exterior, mantendo uma sensação de privacidade. As arestas envidraçadas da fachada em direção ao mar possibilita a vista panorâmica e a impressão das linhas horizontais flutuantes. A experiência do clímax de luz é quase um show de laser quando as janelas de correr estão fechadas durante o pôr do sol. Os raios do sol passam através das lacunas mínimas entre as ripas de madeira horizontais e criam uma experiência mágica a medida que você se move dentro da casa. O terraço com jardim em balanço estende o comprimento da casa e a envolve em torno da lareira, criando a impressão de que a edificação toca levemente o chão.

Impressão geral

A residência é essencialmente minimalista e, ao mesmo tempo, harmoniosa e complementar à Costa Oeste vernacular.

Ver a galeria completa

Cita: "Vame / SAOTA" [Vame / SAOTA] 22 Jul 2014. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/624318/vame-saota> ISSN 0719-8906