O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Cemitério
  4. Espanha
  5. Martinez Vidal
  6. 2013
  7. Panteão para um Engenheiro / Martinez Vidal

Panteão para um Engenheiro / Martinez Vidal

Panteão para um Engenheiro / Martinez Vidal
Panteão para um Engenheiro  / Martinez Vidal, © David Frutos
© David Frutos

© David Frutos © David Frutos © David Frutos © David Frutos + 42

© David Frutos
© David Frutos

Descrição enviada pela equipe de projeto. A ilusão óptica é por definição uma técnica que trata de enganar o olhar jogando com o entorno arquitetônico, a perspectiva, as sombras e outros efeitos óticos, conseguindo uma 'realidade intensificada' ou 'substituição da realidade'. Já um panteão é como um monumento funerário destinado ao sepultamento de várias pessoas, geralmente da mesma família.

© David Frutos
© David Frutos

A religião traduz situações complexas, as polariza e enfrenta o céu e o inferno, dois extremos antagônicos. Nossa intenção era tornar o simples difícil e converter o sombrio em algo inovador. 

Corte
Corte

O concreto neste projeto não é mais que um revestimento e delega sua função tradicional portante na alma do ferro, o verdadeiro esqueleto estrutural. O que é pétreo não pesa. O material gravita e aquele sem peso se apoia. O físico, o tectônico, representado pelo concreto armado, parece sustentar entre duas fissuras horizontais de vidro que conectam interior e exterior.

© David Frutos
© David Frutos

A dobra de chapa lacada marca a entrada e mostra o caminho até o altar. Mais uma vez, parece que paira sobre o chão. O material pedra era quase uma exigência do promotor. A inovação consiste na perda da função de suporte do material de pedra.

Planta Baixa
Planta Baixa

Por outro lado, o emprego do concreto era coerente com o objetivo dos arquitetos em empregar materiais duráveis, sóbrios, que gerassem um diálogo de perpetuidade. A intenção era reinterpretá-los num contexto contemporâneo. No altar, Cristo está iluminado com uma claraboia. A escultura de ferra elaborada por Fernando Sáenz de Elorriaga, tratada com uma oxidação que simula o sangue dos pregos, parece flutuar. No interior, o alabastro exibe a luz natural e mantém o cromatismo do concreto armado com maior proporção de agregados. O calcário reveste a frente dos nichos e columbários. O solo mantém a modulação do teto de concreto para reforçar a impressão de continuidade.

© David Frutos
© David Frutos

Antigamente se construía catedrais que se elevam em direção ao céu para elevar nossas orações. A homogeneidade material é neste caso o que nos remete à escala monumental, o que nos faz pesar que pode haver algo maior que nós mesmos e que nos transcende. Como a magia do pesado que levita.

© David Frutos
© David Frutos

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato. Cita: "Panteão para um Engenheiro / Martinez Vidal" [Panteon para un Ingeniero / Martinez Vidal] 14 Jul 2014. ArchDaily Brasil. (Trad. Santiago Pedrotti, Gabriel) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/623957/panteao-para-um-engenheiro-martinez-vidal> ISSN 0719-8906