O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Museu
  4. Austrália
  5. Francis-Jones Morehen Thorp
  6. 2013
  7. Museu & Galeria de Arte da Tasmânia / Francis-Jones Morehen Thorp

Museu & Galeria de Arte da Tasmânia / Francis-Jones Morehen Thorp

  • 18:00 - 24 Junho, 2014
  • Traduzido por Arthur Stofella
Museu & Galeria de Arte da Tasmânia / Francis-Jones Morehen Thorp
Museu & Galeria de Arte da Tasmânia / Francis-Jones Morehen Thorp, © John Gollings
© John Gollings

© John Gollings © John Gollings © John Gollings © John Gollings + 12

© John Gollings
© John Gollings

Descrição enviada pela equipe de projeto. O Museu & Galeria de Arte da Tasmânia é o segundo museu mais antigo da Austrália e seu acervo principal é um dos mais diversificados do país. Seu campus na Constitution Dock na orla de Hobart inclui uma rica coleção de edificações históricas, incluindo a Commissariat Store (1808-10), o Chalé Privativo do Secretário (1815) e a Alfândega (1902).

Este projeto de Plano Diretor irá expandir o museu através de novas adições e reutilização adaptativa, bem como estender o espaço aberto ao público e o pátio do museu. A renovação será o maior desenvolvimento cultural e mais significativo já realizado na Tasmânia.

© John Gollings
© John Gollings

O esquema entrelaça os edifícios históricos, novos elementos contemporâneos e a arqueologia para criar uma experiência rica e única para os visitantes. Uma série de novos elementos foram integrados no tecido do patrimônio existente para criar um complexo museológico coerente.

Um novo telhado de vidro com grelhas é suspenso em colunas de madeira fina para delimitar o pátio central. A aleatoriedade intencional das colunas dentro do pátio fazem alusão as árvores da paisagem da orla original, enquanto a grelha de multi-camadas de madeira, o aço e o telhado de vidro reinterpretam as copas das árvores e permitem o controle ambiental do espaço do pátio de baixo. As persianas operáveis de madeira curva na parte de baixo do telhado permitem que a luz natural seja manipulada em diferentes momentos do dia e durante todo o ano, transformando o caráter de luz e sombra no pátio.

Planta-Baixa Térreo
Planta-Baixa Térreo

Dois volumes de madeira no formato de caixa são cuidadosamente colocados em relação com os elementos históricos. O primeiro enquadra a nova entrada ao pátio com um café abaixo do volume suspenso e uma galeria/espaço de leitura acima. A segunda caixa é presa em uma posição entre o Chalé Privativo do Secretário e da rua em frente à abertura para Sullivans Cove e se conecta a extensa galeria com novos espaços da orla pública. Essas formas de madeira suspensas são semelhantes a caixas de jóias finas que protegem os seus conteúdos, e ao longo de um lado de uma série de grelhas de madeira em espiral atrás do vidro gira para revelar a orla marítima de Hobart.

© John Gollings
© John Gollings

Dois novos pátios são formados por esta justaposição de elementos novos com os já existentes: a Galeria Central com seu telhado com claraboia e o pátio do Chalé Privativo do Secretário. Ambos os espaços de átrio melhoram a orientação e a circulação tanto das novas galerias quanto das históricas.

© John Gollings
© John Gollings

Por fim, um novo espaço público aberto é criado que também forma um átrio para a nova entrada do novo museu Watergate. O plano térreo desta nova praça pública foi delineado por uma série de faixas dobradas que foram geradas a partir da geometria de tecido existente. A topografia do terreno é ao mesmo tempo artificial e natural e estas são transformadas para providenciar uma praça cívica dinâmica que oferece uma gama de oportunidades e escalas para encontros íntimos e grandes.

Esboço
Esboço

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato. Cita: "Museu & Galeria de Arte da Tasmânia / Francis-Jones Morehen Thorp" [Tasmanian Museum & Art Gallery / Francis-Jones Morehen Thorp] 24 Jun 2014. ArchDaily Brasil. (Trad. Stofella, Arthur) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/623018/museu-and-galeria-de-arte-da-tasmania-slash-francis-jones-morehen-thorp> ISSN 0719-8906