O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Instituto
  4. Peru
  5. Barclay & Crousse Architecture
  6. 2012
  7. Escola de Artes Visuais / Barclay & Crousse

Remodelaçao

Apresentado por the MINI Clubman

Escola de Artes Visuais / Barclay & Crousse

  • 20:00 - 7 Junho, 2014
  • Traduzido por Maria Julia Martins
Escola de Artes Visuais / Barclay & Crousse
Escola de Artes Visuais / Barclay & Crousse, Cortesia de Jean Pierre Crousse
Cortesia de Jean Pierre Crousse

Cortesia de Jean Pierre Crousse Cortesia de Jean Pierre Crousse © Jorge Luis Dieguez © Jorge Luis Dieguez + 39

Cortesia de Jean Pierre Crousse
Cortesia de Jean Pierre Crousse

Descrição enviada pela equipe de projeto. Prolongar um edifício em sua direção vertical é uma tarefa difícil, especialmente quando o tempo separa a construção original da extensão. A estratégia foi, então, a integrar as diferentes "vidas" do edifício, criando uma nova unidade: o projeto parte da análise das estratégias projetuais usadas pelos arquitetos anteriores para propor uma extensão que se relacione com a construção sem imitá-la, mantendo a proeminência da versão original.

© Jorge Luis Dieguez
© Jorge Luis Dieguez

O edifício original, um notável exemplo da arquitetura Neo Inca, é um trabalho do arquiteto Emilio Harth-Terré e foi concebido como um volume eminentemente massivo, de dois andares, mas com uma expressão que dá a ilusão de um único nível monumental. Em 1999, ele foi modificado pelo arquiteto Pier Baracco, que criou um segundo nível parcial e apresentou uma estrutura e suporte de metal para a futura extensão vertical. O projeto de 2007 realiza a extensão do terceiro e quarto nível, operando uma alteração de escala inversa: ao invés de aumentá-lo para monumentalizá-lo, assim como o autor original, a escala é reduzida (com níveis tripartidos em dois andares), para não competir com a proeminência da fachada original.

Cortesia de Jean Pierre Crousse
Cortesia de Jean Pierre Crousse

Optamos por uma estrutura de aço leve para atender o tempo de construção reduzido e para cumprir os semestres escolares, uma vez que ele não iria fechar durante a construção. A extensão é baseada na estrutura metálica prevista no projeto de P. Baracco e promove uma leitura fácil da fachada, para que o edifício original não pareça oprimido por um 'peso visual' acrescentado.

© Jorge Luis Dieguez
© Jorge Luis Dieguez

A pele de vidro possui ritmo aleatório, com dois terminais fixos de vidro temperado para criar um jogo de luz e sombra, com arejadores de alumínio naturais para garantir a ventilação adequada. Os aeradores têm acabamento diferente (preto anodizado natural e laqueado), gerando uma percepção de fachada cinética que muda de aparência dependendo da direção em que se apreciam.

Corte 1
Corte 1

No interior, as duas escadas existentes foram prolongadas verticalmente e unidas por passarelas metálicas que a partir do terceiro nível, atravessam o pátio original para atender às atuais demandas de evacuação e segurança contra incêndios e abalos sísmicos. Estes passarelas criam pátios suspensos, gerando espaços de aprendizagem informais intermediários entre o pátio principal e o terraço acessível.

Cortesia de Jean Pierre Crousse
Cortesia de Jean Pierre Crousse

Uma grande varanda urbana, localizado no terceiro e quarto nível, abre-se para a cidade e produz ecos ao saguão do edifício histórico.

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato. Cita: "Escola de Artes Visuais / Barclay & Crousse" [Escuela de Artes Visuales / Barclay & Crousse] 07 Jun 2014. ArchDaily Brasil. (Trad. Martins, Maria Julia) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/620379/escola-de-artes-visuais-slash-barclay-and-crousse> ISSN 0719-8906