O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Casas
  4. África do Sul
  5. W design architecture studio
  6. 2012
  7. Flutuando no espaço / W design architecture studio

Flutuando no espaço / W design architecture studio

Flutuando no espaço / W design architecture studio
Flutuando no espaço / W design architecture studio , © Jamie Thom
© Jamie Thom

© DOOK © DOOK © DOOK © DOOK + 12

© DOOK
© DOOK

"Como podemos entregar aos nossos clientes mais por menos?" é a pergunta que os arquitetos Johan Wentzel and Grete van As de W Design Architecture Studio se fizeram quando consideraram o design conceitual deste impressionante e ao mesmo tempo despretencioso edifício contemporâneo. Localizado entre pequenas propriedades que misturam usos residenciais e comerciais em uma rodovia suburbana ao leste de Pretoria, a estrutura foi concebida e desenvolvida para atemporalmente caber neste contexto urbano como um espaço adaptável que pode ser utilizado como uma casa, um escritório ou uma combinação dos dois. O conceito de adaptabilidade e otimização de recursos estão costurados em todos os níveis de design e irradia um espírito multi-funcional em cada canto do projeto - da posição e forma do edifício em relação ao terreno até aos detalhamentos e escolha dos materiais de construção.

© DOOK
© DOOK

À primeira vista, essa abordagem é evidente através da ilusão do espaço infinito que é criada pela extensão do paisagismo em todos os locais possíveis, até o limite da rua, efetivamente convidando o espaço da rua e o contexto urbano a ser parte visual deste jardim verde. Essa ilusão é reforçada pela estrutura de concreto e vidro do edifício, que parece flutuar por sobre o jardim abaixo, apoiado apenas por duas colunas justapostas e envoltas na vegetação existente. A escolha dos pavers de piso-grama acrescenta à área permeável gramada, transformando a área de estacionamento em um gramado.

Croqui
Croqui

O resultado é uma atmosfera convidativa que atrair o visitante em direção ao pátio de entrada, flanqueado em ambos os lados por dois blocos flutuantes de concreto e vidro. O núcleo de concreto no pavimento térreo abriga os serviços básicos do edifício, incluindo os dois lances de escadas que levam ao primeiro pavimento.

© Jamie Thom
© Jamie Thom

A partir do momento que se adentra o primeiro andar, torna-se claro o porque das funções principais do edifício foram elevadas do solo. Com exceção das duas paredes limítrofes laterais, a estrutura sólida de concreto dá lugar a grandes panos de vidro que se abrem para uma vista surpreendente. A contradição acentuada de massa de concreto sólido flutuando levemente entre o topo da árvore frondosa reforça a consciência experiencial para este efeito. "Nosso objetivo final é criar um 'espaço flutuante' no nível superior do edifício que estenderia a percepção do espaço para além dos limites da propriedade com vistas desobstruídas dos subúrbios de Pretória", diz Johan.

© DOOK
© DOOK

A simplicidade do sistema de construção de concreto aparente tornou possível a execução de toda a estrutura primária - paredes, pisos e cobertura - com uma forma completa e simplificada de apenas um material. Desafiando a percepção comum de que o concreto é um material de construção 'frio' e 'sólido', os arquitetos tiveram uma atenção especial aos detalhes que celebrassem o lado decorativo, aconchegante e responsivo do concreto. Os veios do madeiramento utilizado nas fôrmas criam uma padronagem em toda a cobertura do projeto. 

© DOOK
© DOOK

Atenção especial também foi dada ao comportamento climático do edifício. A cobertura de concreto se estende em relação à projeção do edifício para criar uma proteção extra contra a entrada de luz direta. Todas os painéis de vidro são móveis e deslizam para incentivar o resfriamento passivo do edifício através da ventilação cruzada; estão equipados com persianas motorizadas que permitem o controle ambiental ótimo por parte do usuário.

O exterior do edifício foi projetado como uma envoltória para conter os espaços multi-funcionais internos. As considerações arquitetônicas permitiram uma série de variações de layout, o que garante a eventual adaptabilidade futura. A própria essência do espaço garante a tri-dimensionalidade de um quadro em branco para ser habitado. A aparente 'crueza' dos acabamentos convida os ocupantes a participar do processo de criação, personalizando os espaços flexíveis de acordo com suas necessidades específicas.

© DOOK
© DOOK

A abordagem de projeto "mais por menos" resulta numa resposta arquitetônica intrigante na criação de edifícios e vizinhanças sustentáveis num mundo guiado pelas mudanças constantes e ditado pelo consumismo. Levando em consideração os bairros em constante mudança, resultado da densificação e subdivisão de lotes, faz total sentido considerar os edifícios pensados em abrigos altamente adaptáveis que podem acomodar as necessidades de seus ocupantes e o contexto que isso resulta. A otimização do uso do solo, a abordagem minimalista em relação ao consumo dos materiais de construção e a natureza multi-funcional do edifício apresentam uma alternativa reflexiva no sentido de criar vizinhanças alternativas para o século XXI.

Planta Baixa Térrea
Planta Baixa Térrea

Ver a galeria completa

Sobre este escritório
W design architecture studio
Escritório
Cita: "Flutuando no espaço / W design architecture studio " [Floating in Space / W design architecture studio ] 01 Jun 2014. ArchDaily Brasil. (Trad. Santiago Pedrotti, Gabriel) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/611149/flutuando-no-espaco-slash-w-design-architecture-studio> ISSN 0719-8906