O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Casas
  4. Reino Unido
  5. Stephen Davy Peter Smith Architects
  6. 2012
  7. MiCasa / Stephen Davy Peter Smith Architects

MiCasa / Stephen Davy Peter Smith Architects

  • 16:00 - 28 Abril, 2014
  • Traduzido por Maria Julia Martins
MiCasa / Stephen Davy Peter Smith Architects
MiCasa / Stephen Davy Peter Smith Architects, © Lyndon Douglas
© Lyndon Douglas

© Lyndon Douglas © Lyndon Douglas © Lyndon Douglas © Lyndon Douglas + 17

  • Arquitetos

    Clive Seymour, Stephen Davy Peter Smith Architects
  • Localização

    Kings Langley, Reino Unido
  • Área

    270.0 m²
  • Ano do projeto

    2012
  • Fotografias

© Lyndon Douglas
© Lyndon Douglas

 

© Lyndon Douglas
© Lyndon Douglas

Em outubro de 2010, Stephen Davy Peter Smith Architects foram contratados por Peter e Melanie Domb para projetar uma casa com um impacto mínimo sobre o meio ambiente e capaz de acomodar sua coleção de arte em expansão.

Planta Térreo
Planta Térreo

Os arquitetos já haviam trabalhado para Peter Domb por muitos anos com suas obras como um desenvolvedor comercial. Eles se reuniram para olhar ao redor do terreno, na parte inferior do jardim das casa existente, discutindo as suas aspirações para o programa e opções possíveis.

© Lyndon Douglas
© Lyndon Douglas

 O programa foi desenvolvido a partir de um requisito básico para uma casa de três dormitórios com generosos tamanhos - o cliente estava interessado no espaço, não no número de dormitórios. Com 270 m², a propriedade tem uma área semelhante a uma típica casa de cinco dormitórios.

© Lyndon Douglas
© Lyndon Douglas

Os Dombs tinham uma forte preferência por um design contemporâneo. Apesar de ser um edifício em estilo moderno, no entanto, a casa tem uma sensação familiar. O telhado inclinado tem conotações tradicionais e a fachada preta é uma reminiscência das silhuetas de celeiros locais e edifícios agrícolas, que são tipicamente de cor escura, aparecendo quase pretos no horizonte.

Corte
Corte

A experiência do arquiteto com projetos residenciais permitiu projetar uma que respondesse às necessidades de vida prática. A casa permite flexibilidade no futuro, com a sala de estar aberta e uma cozinha conjugada e espaço de entretenimento complementado por um confortável espaço fechado.

© Lyndon Douglas
© Lyndon Douglas

O interior é composto por vários espaços de circulação que interligam e fluem para o pátio externo e o jardim da área de cozinha e sala de jantar. Internamente, os dormitórios descem um para o outro, em resposta ao terreno inclinado. O edifício é muito estreito e apesar de sua aparência monolítica preta, as grandes janelas oferecem vistas generosas para o entorno.

© Lyndon Douglas
© Lyndon Douglas

Os Dombs viajam com frequência e têm uma grande coleção de peças individuais de arte para exibir. Com nenhum tema para conectá-los (como uma mini coleção Burrell), a casa foi projetada para funcionar como um espaço de galeria, com lugares sob medida para mostrar os seus tesouros. Esse processo estava em andamento quando a parede da escada foi redesenhada para acomodar uma tocha olímpica, durante o projeto.

© Lyndon Douglas
© Lyndon Douglas

A abundância de luz natural foi fundamental. Extensas áreas de vidros, clarabóias e um tubo de energia solar garantem que a casa seja inundada de luz natural. O hall de entrada e sala de estar possuem pé direito duplo - até o lado mais baixo do telhado, acentuando a sensação de espaço generoso e luz.

Proposta: Primeiro Pavimento
Proposta: Primeiro Pavimento

A casa é projetada para ter uma relação clara com o exterior. Com grandes portas que conectam o interior com pátios, jardim e terraços. O edifício utiliza a mudança de níveis no térreo, separando o jardim público frontal do privado na parte posterior e criando jardins em diferentes níveis.

© Lyndon Douglas
© Lyndon Douglas

A construção é um híbrido de trabalho tijolo, aço e madeira tradicional, incluindo recursos sustentáveis ​​e energeticamente eficientes. Um novo poço fornece toda a água para a casa, com trincheiras para descarga de águas pluviais, um sistema de recuperação de calor e aquecimento sob o piso.

© Lyndon Douglas
© Lyndon Douglas

O cliente estava interessado em materiais de grande longevidade e que são livres de manutenção. O revestimento de zinco preto é reciclável e tem elementos de materiais reciclados nele contidos.

© Lyndon Douglas
© Lyndon Douglas

O cão é um membro muito importante da família Domb e algumas influências do 'cãozinho' manifestam-se no projeto, incluindo o baixo nível de vidro que permite que o cão consiga ver o exterior. Curiosamente, ele usa esses recursos e vai de janela em janela para policiar o jardim.

Os Dombs estão extremamente orgulhosos com a nova casa. 

 

Ver a galeria completa

Sobre este escritório
Stephen Davy Peter Smith Architects
Escritório
Cita: "MiCasa / Stephen Davy Peter Smith Architects" [MiCasa / Stephen Davy Peter Smith Architects] 28 Abr 2014. ArchDaily Brasil. (Trad. Martins, Maria Julia) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/601313/micasa-slash-stephen-davy-peter-smith-architects> ISSN 0719-8906