O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Arquitetura Comercial
  4. Singapura
  5. CHANG Architects
  6. 2012
  7. Lucky Shophouse / CHANG Architects

Lucky Shophouse / CHANG Architects

Lucky Shophouse / CHANG Architects
Lucky Shophouse / CHANG Architects, © Invy & Eric Ng
© Invy & Eric Ng

© Albert Lim K.S. © Invy & Eric Ng © Albert Lim K.S. © Invy & Eric Ng + 18

© Invy & Eric Ng
© Invy & Eric Ng

Descrição enviada pela equipe de projeto. Uma antiga mercearia. Um cliente de Joo Chiat. A paixão por manter o charme de um lugar histórico em Singapura. Esta mercearia está localizada em um lugar em Joo Chiat, que é uma área de preservação de mercearias em áreas de assentamentos secundários em Katong, Singapura. As diretrizes de conservação para está área prevê que as fachadas sejam preservadas e que o interior possa ser refeito em no máximo 4 andares. Para esta parte, as diretrizes dizem que se for reformado deverá ser convertido para fins residenciais.

© Invy & Eric Ng
© Invy & Eric Ng

Construído nos anos 20, esta mercearia costuma ser uma livraria chamada The Lucky Book Store. O térreo era a área de vendas e o andar superior o depósito e estocagem. A parte de trás é uma área vazia, comprida, estreita e concretada. Rodeado por edifícios de serviços de 3 e 4 andares e casas parcialmente separadas, a mercearia é também vizinha de casas por ambos os lados.

© Invy & Eric Ng
© Invy & Eric Ng

Os clientes são um casal, ambos trabalham no exterior e tinham planos de voltar a morar em Singapura. Cresceram nesta área de Katong e comprando esta mercearia foi o regresso para eles. Neste local poderiam ver seus dias de infância revividos. 

© Invy & Eric Ng
© Invy & Eric Ng

E assim eles adquiriram esta mercearia, junto com o terreno vazio atrás. Com os amigos arquitetos, o plano era converter a mercearia em habitação e a área vazia em um jardim onde ficaria a casa térrea. Um brave chamado ao espaço comum e flexível onde sua extensa família pudesse se reunir e ficar.

© Albert Lim K.S.
© Albert Lim K.S.

Fazendo a reforma de conservação da mercearia parecia um trabalho de arqueologia. Uma parte era manter os traços da antiga loja; para redescobrir, revelar e proteger as estruturas originais, acabamentos e detalhes. Coincidentemente, eles lembravam dos padrões da livraria Lucky, já que iam comprar quadrinhos, cassetes e estocavam gomas de mascar.

© Albert Lim K.S.
© Albert Lim K.S.

Para a fachada, foram removidas, cuidadosamente, várias camadas de tinta até revelar a cor original, e proteger com seladoras incolores a superfície da descamação. A sinalização `LUCKY BOOK STORE`, foi mantida como memória do que o local era.

© Invy & Eric Ng
© Invy & Eric Ng

Internamente, partes não estruturais foram removidas do espaço, a antiga parede de alvenaria, vigas de madeira e assoalho poderiam ser melhores apreciados. Estes foram cuidadosamente restaurados, limpos e protegidos. Uma linha de buracos nas paredes foi mantida para fornecer pistas de como era os espaços antes, indicando vigas de apoio de um mezanino do estoque.

© Albert Lim K.S.
© Albert Lim K.S.

Onde os novos pilares foram adicionados para suportar a extensão da cobertura sobre a área de jantar, estes, são separados da superfície da alvenaria. A interface entre a antiga e a nova alvenaria são feitas diferentes para revelar a idade da construção. Fragmentos dos antigos limites também são mantidos como referência da configuração original.

© Albert Lim K.S.
© Albert Lim K.S.

A disposição geral foi mantida simples para atender a utilização do espaço flexível. Móveis, assessórios e serviços foram colocados no eixo central. A progressão na casa é sempre na lateral, ao invés de ser ao longo do eixo. Isso libera as paredes de alvenaria e mantem limpa as vistas em ambos os lados que correm 55 metros até os fundos.

© Invy & Eric Ng
© Invy & Eric Ng

A altura existente foi mantida, congruente aos vizinhos. A lage original do segundo andar para um corredor lateral que conduz a um banheiro foi removida para criar um volume duplo para um espaço de jantar.

© Invy & Eric Ng
© Invy & Eric Ng

Este ponto de vista é moldado por painéis móveis de madeira. Quando abertos, o espaço se estende até o lado de fora. Quando fechados, o sol lava as paredes de alvenaria, melhorando suas texturas e ao mesmo tempo permitindo a continuidade da vista dos dois lados.

Depois da mercearia está a área concretada. Ao invés de maximizar a área construída, o casal e os arquitetos sentiram a necessidade de manter o final do terreno com a vista desobstruídas. Isto leva a criação de um jardim central, onde os vizinhos agora podem aproveitar de um oásis verde.

© Invy & Eric Ng
© Invy & Eric Ng

Este jardim central estende até os fundos. Essencialmente o tamanho de um quarto, a decisão de não densificar e elevar a casa do chão, aumenta a respiração e os espaços verdes para esta casa e seu entorno. 

© Invy & Eric Ng
© Invy & Eric Ng

As diretrizes de planejamento para os fundos da casa exigem 1 metro de recuo para cada limite. Isto também é solicitado para a fachada da mercearia de tal modo que sempre há vistas para a área verde dos fundos.

A medida em que as duas paredes laterais não são paralelas mas alinhadas, uma série de quartos organizados de maneira intermitente. Estes são escalonados para otimizar os espaços internos e criar ventilação cruzada, iluminação natural e acesso ao exterior e jardim.

© Invy & Eric Ng
© Invy & Eric Ng

Estas aberturas substituem as janelas convencionais que enfrentam os vizinhos diretamente. Isso ajuda a manter a privacidade dos dois lados e evita situações onde as janelas estão sempre fechadas ou com cortinas - uma visão de vizinhança ruim. Os recintos dos fundos tem acabamento rústico feito de pedras agregadas para combinar com o cenário verde e completar a atemporal e bruta parede antiga da mercearia.

Fachadas e Cortes
Fachadas e Cortes

Todo o projeto foi construído de forma econômica. Responde ao clima tropical com baixo consumo de energia como geralmente é em espaços iluminados e ventilados naturalmente. O resultado final trás de volta boas lembranças da infância do casal - os dias de viver em uma comunidade onde as casas tinham espaços sociais conectados; dos espaços simples e adaptáveis; e como os rituais cotidianos eram enriquecidos pela arquitetura.

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato. Cita: "Lucky Shophouse / CHANG Architects" [Lucky Shophouse / CHANG Architects] 09 Fev 2013. ArchDaily Brasil. (Trad. Delaqua, Victor) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/96817/lucky-shophouse-slash-chang-architects> ISSN 0719-8906